21 de fev de 2018

    Lucas Mendes reproduziu TODOS os erros sobre vítimas de abuso sexual ao vivo na Globo News

    A sensação é de que qualquer um pode sentar naquela bancada e falar qualquer coisa.

    Parecia um dia normal no "Manhattan Connection", o programa da Globo News com os jornalistas Caio Blinder, Lucas Mendes e Pedro Andrade na bancada. Lucas puxa o assunto do médico americano condenado por abuso sexual de ginastas.

    Reprodução/Globo News

    Larry Nassar, ex-médico da seleção americana de ginástica, foi acusado de abuso por ao menos 265 ginastas, crianças e adolescentes, ao longo de 20 anos. Ele foi condenado a cumprir de 40 a 175 anos de prisão nos EUA.

    Ele introduz o caso, note que já errando nas informações.

    Reprodução/Globo News

    Mas rapidamente comete mais um erro básico: duvidar da vítima.

    Reprodução/Globo News

    Parece que o Lucas está fazendo um bico como policial e reinvestigando o caso (que já foi inclusive julgado e condenado pelos tribunais americanos, olha que curioso).

    Rapidamente o Pedro Andrade percebe a cilada. (IMPORTANTE: imagem dramatizada. Pode não corresponder ao pensamento real de Pedro Andrade naquele momento).

    Reprodução/Globo News

    Mas possivelmente ele pensou isso mesmo.

    O Caio Blinder vê que não vai ter como e decide fazer a pergunta que a esta altura está na cabeça de todos nós.

    Reprodução/Globo News

    Na verdade o que tava na minha cabeça não poderia ser publicado nesse horário.

    E o Lucas não consegue parar.

    Reprodução/Globo News

    "Eu tô duvidando de... como é que nenhuma das meninas contou pros pais...?"

    E aí comete o erro #2: tachar uma vítima de abuso de INTERESSEIRA.

    Reprodução/Globo News

    "Quantas dessas meninas foram realmente...? Porque depois que começou a sair a lista, elas sabem que vai sair uma grana preta disso aí, um processo contra a universidade, um monte de processo..."

    "Como é que você vai distinguir isso?"

    Reprodução/Globo News

    "Quais as que entraram na lista na carona? Que nunca foram assediadas?"

    E é aí que o Caio Blinder diz que Lucas Mendes TAVA SÓ FALANDO BOSTA.

    Reprodução/Globo News

    Mas de maneira educada: "um monte de equívocos o que você falou".

    Caio corrige as informações do colega, destacando que as meninas falaram, sim, sobre os abusos.

    Reprodução/Globo News

    Ele completa que o pacto de silêncio é inclusive parte do sistema de opressão. "Houve uma conspiração de incompetência, de silêncio. Essa foi a segunda parte do abuso", fala.

    Mas como uma mariposa incapaz de evitar ir até a luz e se TORRAR, o Lucas PROSSEGUE.

    Reprodução/Globo News

    Lucas Mendes, incansável: "Você acha que não tem nenhum grupo aí de oportunistas?"

    Caio Blinder, constrangido: "Em 265 pode ter uma ou outra..."

    Até o limite do impensável.

    Reprodução/Globo News

    Ou até imergir completamente no pensamento atrasado.

    Na sequência, Lucas entra numa confusão de ideias sobre o movimento "Me Too", o Woody Allen (que ele pronuncia com muito sotaque nativo, ok?) e o que ele considera ser uma onda de "perseguição" aos acusados de abuso, assédio e até mesmo pedofilia.

    Reprodução/Globo News

    Nuvem de tags: #metoo URIALEN diane keaton

    essa história não bate fase macartista

    O Pedro Andrade não aguenta mais.

    Reprodução/Globo News

    E o Lucas Mendes, ele não desiste.

    Reprodução/Globo News

    Até coroar tudo CULPANDO OS PAIS DAS VÍTIMAS.

    Reprodução/Globo News

    Até pro Pedro Andrade já deu.

    Reprodução/Globo News

    E o Caio Blinder ri, mas claramente cada k é uma lágrima.

    Reprodução/Globo News

    Veja também:

    Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form