Posted on 4 de set de 2018

    10 livros sobre sobrevivência que farão você se lembrar da própria força

    Livros que nos lembram que há cura, e até mesmo vitória, após a dor.

    Sobreviventes são tão únicos e diversos quanto suas experiências. Eu mesma sou uma sobrevivente – desfigurada por um acidente de carro quase fatal quando tinha 2 anos de idade, sofri bullying durante todo o ensino fundamental e fui criada por um pai alcoólatra e violento e uma mãe que o amava demais para abandoná-lo. Porém, ainda estou aqui. Machucada, mas não derrotada, vivendo da melhor maneira possível.

    Histórias de sobrevivência precisam ser contadas para que os leitores saibam que depois da dor e do sofrimento vem a cura – e até mesmo a vitória.

    Aqui estão algumas das minhas histórias favoritas.

    Com traduções para o português:

    "A Cor Púrpura", de Alice Walker

    Mariner Books

    Celie é tem 14 anos quando é estuprada repetidas vezes pelo homem que acredita ser seu pai. As crianças fruto dessa relação são arrancadas de seus braços logo após o parto. Quando a mãe de Celie morre, seu estuprador a vende para um viúvo. Ela continua sendo abusada física e verbalmente. No entanto, mesmo enfrentando tudo isso, Celie não perde sua humanidade – descobrindo sua força e encontrando o amor e a felicidade.

    "Fazendo as Pazes com a Vida: Como Superar os Momentos Difíceis e Reencontrar a Alegria de Viver", de Iyanla Vanzant

    Smiley Books

    Nessa autobiografia, Iyanla discorre sobre o fim do seu casamento, o cancelamento de seu programa de TV, a morte de sua filha, seu colapso e sua recuperação.

    "Eu Sei Por Que o Pássaro Canta na Gaiola", de Maya Angelou

    Antígona/Reprodução

    Quando Maya tinha 8 anos de idade, o namorado de sua mãe a estuprou. Pelo crime, o homem passou um dia na cadeia. Posteriormente, os tios de Maya o espancaram até a morte. Maya acreditava que ter verbalizado aquela violência havia matado o estuprador, por isso passou cinco anos emudecida – até que a poesia a fez voltar a falar.

    "Incidentes na Vida de uma Garota Escrava", de Harriet Jacobs

    Aetia/Reprodução

    Essa história clássica é um relato inesquecível da vida de Harriet Jacobs como escrava na Carolina do Norte (EUA), além de sua fuga para a liberdade.

    "Um Estranho no Ninho", de Ken Kesey

    Viking

    Durante a maior parte do clássico romance de Ken Kesey, que se passa em um hospital psiquiátrico, Chefe, o silencioso personagem nativo americano, é observador e narrador. E ele aprende muito observando McMurphy, o protagonista. A lição mais vital: a importância da liberdade, custe o que custar.

    "A Vida de Pi", de Yann Martel

    Mariner Books

    Essa história de sobrevivência é fantástica e angustiante. Pi é um menino comum que descobre seu lado extraordinário quando tem de salvar sua própria vida.

    "A Noite", de Elie Wiesel

    Hill and Wang

    "A Noite" é o relato pessoal chocante e muito comovente da sobrevivência de Wiesel, ainda jovem, nos campos de extermínios nazistas.

    Ainda sem traduções para o português:

    "The Habit of Surviving: Black Women’s Strategies for Life" (O Hábito da Sobrevivência: Estratégias de Mulheres Negras para a Vida, em tradução livre), de Kesho Yvonne Scott

    Rutgers University Press

    "The Habit of Surviving" é composto por quatro histórias reais sobre mulheres negras que lutaram contra a opressão, o classismo, o racismo e o sexismo. Scott não acredita que mulheres negras sejam intrinsecamente “sobreviventes”, mas que as mulheres negras possuem o “hábito da sobrevivência”.

    "Blood Dazzler" (O Deslumbre do Sangue, em tradução livre), de Patricia Smith

    Coffee House Press

    Em 28 de agosto de 2005, o Furacão Katrina devastou Nova Orleans, nos EUA. Nessa coleção de poesias intensas e comoventes, Smith assume o papel de porta-voz do Furacão Katrina, dos seus mortos e de seus sobreviventes.

    "The Light of the World" (A Luz do Mundo, em tradução livre), de Elizabeth Alexander

    Grand Central Publishing

    Elegante e delicada, essa autobiografia sobre a morte inesperada do marido de Alexander é um relato lírico e atemporal sobre amor, perda e perseverança.


    Akashic Books

    Bernice L. McFadden é a autora de nove romances aclamados pela crítica, incluindo "Sugar" (Açúcar, em tradução livre), "Loving Donovan" (Amando Donovan), "Nowhere Is a Place" (Nenhum Lugar é um Lugar), "The Warmest December" (O Dezembro Mais Quente), "Gathering of Waters" (Reunião de Águas), "Glorious" (Glorioso) e "The Book of Harlan" (O LIvro de Harlan) – vencedor do American Book Award de 2017 e do NAACP Image Award de Melhor Livro de Ficção. Ela já foi finalista do prêmio Hurston/Wright Legacy quatro vezes e ganhou três prêmios da Black Caucus of the American Library Association.

    Seu mais recente romance, "Praise Song for the Butterflies" (Canto de Louvor para as Borboletas), foi lançado em 28 de agosto nos EUA.



    Veja também:

    Estas são 31 das frases mais bonitas da literatura

    45 livros que todo mundo com 20 e poucos anos deveria ler

    A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Luísa Pessoa.

    Want great book recommendations in your inbox every week? Sign up for the BuzzFeed Books newsletter!

    Newsletter signup form