• OMG badge
This is a personal, non-sponsored post by a member of BuzzFeed's ad content team.

11 conspirações modernas que vão te convencer que são reais

A verdade está lá fora?

1. O mistério do Dia do Trabalho

The May Day Mystery / Via maydaymystery.org

A teoria: Em 1997, Bryan Hance, um estudante da Universidade do Arizona, começou a investigar anúncios enigmáticos que circulavam todos os anos no dia 1º de maio no jornal estudantil "The Daily Wildcat". Após um pouco de pesquisa, ele descobriu que os anúncios iam até, pelo menos, 1981. Os anúncios circulam até hoje, e você pode ver o anúncio do Dia do Trabalho de 2016 aqui. A teoria é que os anúncios fazem a comunicação entre um grupo de intelectuais, e Hance acredita que os anúncios contêm datas de reuniões, passadas e futuras, de uma sociedade secreta que está planejando uma revolução econômica e política. Hance rastreou os anúncios dos últimos 10 anos a um advogado, Robert Hungerford. Hungerford afirma não ter nenhum envolvimento com a criação dos anúncios e que apenas é contratado para enviá-los para publicação.

Alguma prova? A maioria dos anúncios realmente apresenta referências históricas, simbologia e cálculos matemáticos obscuros. Por isso, é provável que eles não sejam apenas divagações absurdas, mas o resultado de um esforço deliberado e cuidadoso. Hance e um colega já foram contatados em 1999 por um membro de um grupo chamado The Orphanage. Segundo este membro, os anúncios são parte de uma causa maior. Além disso, o grupo supostamente enviou a Hance pistas e doações ao longo dos anos. Uma carta para Hance enviada pelo The Orphanage termina com a frase: "O dia em que você puder ver a porta, você será bem-vindo lá dentro".

2. A hipótese da época-fantasma

Thinkstock

A teoria: O imperador romano Otto 3° teria adiantado deliberadamente o calendário ocidental em 297 anos porque gostava da ideia de governar no ano 1000 d.C. Otto, o papa, e outras autoridades teriam preenchido essa "época-fantasma" inventando um período na história: a Alta Idade Média. Se isso for verdade, o ano atual é, na verdade, 1719.

Alguma prova? Surpreendentemente, sim. Existem milhares de documentos do início da Idade Média que afirmam ter sido escritos centenas de anos antes do que realmente foram. Esses documentos descrevem eventos em detalhe séculos antes de quando teriam acontecido. A grande maioria destes documentos foram feitos pela Igreja. Não há também quase nenhum registro literário, artístico e de artefatos da Europa Ocidental nesse período nem qualquer progresso real na agricultura ou tecnologia – daí o termo "Idade das Trevas". Leia um artigo sobre isso aqui.

3. O Codex Alimentarius

Thinkstock

A teoria: As orientações dietéticas e padrões alimentares reconhecidos internacionalmente, chamados de Codex Alimentarius, seriam um método de "eugenia de letalidade oculta" projetado para reduzir a população do planeta a um nível manejável.

Alguma prova? Bem, o nome Codex Alimentarius já soa bem sinistro (embora signifique apenas "código alimentar", em latim). Os que acreditam na conspiração afirmam que o código tenta esconder os benefícios de ervas medicinais e restringir o acesso a vitaminas e minerais. Eles também dizem que o código classifica mais de 300 venenos conhecidos como aditivos alimentares seguros.

4. Trilhas químicas

Fabio Macor (CC BY-SA) / Via flic.kr

A teoria: Desde meados dos anos 90, algumas pessoas, incluindo algumas celebridades, acreditam que as trilhas de vapor em forma de nuvem emitidas por aviões – trilhas de condensação –, na verdade, são trilhas químicas. Ou seja, as marcas no céu seriam de produtos químicos que foram pulverizados na atmosfera para deixar a população doente e controlar o clima. Existe uma campanha no Reino Unido para divulgar essa ideia.

Alguma prova? A teoria surgiu depois que a Força Aérea dos Estados Unidos escreveu um documento em que descrevia como os militares poderiam, teoricamente, modificar o clima. Existem fotos de aviões com barris no lugar dos passageiros (que dizem ser "sistemas de dispersão") na internet. No entanto, o objetivo dessas aeronaves é, na verdade, simular o peso de passageiros em voos de teste.

5. Elite reptiliana

Ayesha Mittal for BuzzFeed / Thinkstock

A teoria: Alienígenas reptilianos controlariam a Terra assumindo uma forma humana e ganhando poder político para manipular a humanidade. "Eles" são a família real britânica, a aristocracia europeia e vários líderes mundiais — incluindo David Cameron e, provavelmente, Madre Teresa. Já nós somos humildes "ovelhas do rebanho". Essa teoria está enraizada em ideias do livro de 1888 "A Doutrina Secreta", que é um estudo sobre a origem do Universo e da humanidade. Não é exatamente uma teoria "marginal", já que cerca de 12 milhões de americanos acreditam que o governo dos EUA é gerenciado por pessoas-lagarto — ou reptilianos.

Alguma prova? Praticamente tudo — por exemplo, a NSA, a água fluoretada — é visto como "evidência" pelos que acreditam nessa teoria. O escritor David Icke afirma que esses seres alteraram nosso DNA, tornando-nos manipuláveis e que seres humanos com genes de répteis no cérebro são a prova disso. Na década de 1960, um policial disse ter sido abduzido por alienígenas que tinham a forma de répteis. Há também vários vídeos de pessoas que afirmam ter imagens de reptilianos mudando de forma.

6. O Haarp e o controle do clima

Michael Kleiman (Public Domain) / Via commons.wikimedia.org

A teoria: O Haarp (High Frequency Active Auroral Research Program, o Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência dos EUA, que estuda a ionosfera) seria, na verdade, uma instalação voltada ao controle do clima, à espionagem e ao controle da mente. No Alasca, o Haarp manteve centenas de grandes antenas saindo do chão, formando o que parecia ser uma "floresta biônica", o que parece ter alimentado várias teorias de conspiração.

Alguma prova? Rosalie Bertell, cientista americana especializada na ionosfera, advertiu sobre o uso do Haarp como uma arma militar, escrevendo que ele poderia "fornecer uma quantidade muito grande de energia, comparável a uma bomba nuclear". Houve também várias denuncias de que o Haarp teria provocado diversas catástrofes naturais recentes, embora não existam provas.

7. Teoria da Terra plana

Orlando Ferguson / Wikimedia Commons (Public Domain) / Via en.wikipedia.org

A teoria: A Terra não é esférica, mas um disco plano reto, ao contrário do que Pitágoras (e mais tarde, Aristóteles) defendeu. Para os adeptos dessa teoria, a hipótese da Terra esférica esperava comprovação, que só poderia acontecer quando tivéssemos tecnologia para voar alto o suficiente para nos dar uma verdadeira perspectiva da Terra. No meio da corrida nuclear, armamentista e espacial na década de 1950, os EUA e a Rússia teriam percebido que eles estavam completamente enganados sobre a forma da Terra, mas as pessoas já acreditavam há muitos séculos na teoria da Terra esférica para mudar essa percepção. Potências globais, desde então, teriam mantido uma mentira sobre a forma terrestre por meio de falsas viagens ao Espaço e fotos adulteradas do "globo". O governo dos EUA usaria o financiamento que a Nasa recebe para missões espaciais para, em vez disso, manter enorme poder e riqueza.

Alguma prova?muitos, muitos e muitos vídeos "refutando" que a Terra seja esférica. A Sociedade da Terra Plana reivindica ter o testemunho de vários pilotos dizendo que nenhuma curvatura pode ser vista em altitudes de linha aérea comercial. Eles também dizem que o horizonte sempre sobe para acompanhar o nível dos olhos, o que é impossível em uma terra esférica. Eles questionam por que há tão poucos voos diretos no hemisfério sul e por que rotas de voo na região são tão complicadas. Os "planistas" acreditam que o Tratado da Antártida, de 1961, fez da Antártida inabitável e sem dono para garantir que ninguém fosse para a "borda" da Terra.

8. A derrubada de Sukarno

Keystone Features / Getty Images

A teoria: O British Foreign Office (BFO, Departamento de Assuntos Estrangeiros do Reino Unido) foi (parcialmente) responsável pelo golpe de Estado que tirou o primeiro presidente da Indonésia, Sukarno, do poder. O BFO sempre negou seu envolvimento no episódio.

Alguma prova? Um ex-agente do BFO diz que trabalhou com o MI6 (serviço secreto britânico) e com o GCHQ (Government Communications Headquarters, também do Reino Unido) na Indonésia, no início dos anos 1960. Ele diz que recebeu um orçamento de £ 100 mil e a missão de orquestrar a queda de Sukarno. A CIA criou um filme pornográfico falso com um sósia de Sukarno, em uma aparente tentativa de difamá-lo. Sim, verdade.

9. O aeroporto de Denver é uma fachada

Mark Frauenfelder (CC BY 2.0) / Via flic.kr

A teoria: O aeroporto de Denver (nos Estados Unidos), que foi inaugurado em 1995, seria uma fachada para um abrigo militar subterrâneo.

Alguma prova? Bem, em primeiro lugar, diversos murais no aeroporto retratam terríveis genocídios em massa que já ocorreram no mundo. O aeroporto também custou em torno de US$ 2 bilhões acima do orçamento previsto, e não está claro como esse dinheiro foi gasto. Ele é quase duas vezes maior do que o segundo maior aeroporto dos EUA, e o seu financiador – o New World Airport Commission – parece não existir. Ele também tem uma pedra dedicatória com um símbolo maçônico, o que realmente não ajuda a descartar a teoria da conspiração.

10. O Experimento Filadélfia

National Archives and Records Administration (Public Domain) / Via commons.wikimedia.org

A teoria: Os militares dos EUA supostamente realizaram experimentos em outubro de 1943 em que o navio USS Eldridge, da Marinha dos EUA, armazenado no Estaleiro Naval da Filadélfia, tornou-se invisível. Além disso, ele teria aparecido nos mares próximo a Norfolk, Virgínia, cerca de 200 milhas de distância. Segundo essa teoria, os membros da tripulação relataram náuseas, alguns marinheiros ficaram presos na estrutura do navio e outros enlouqueceram após o experimento.

Alguma prova? Carlos Allende, um marinheiro, alegou ter visto o navio aparecer (e desaparecer novamente) em Norfolk, mas não tem nenhuma prova. A Marinha realmente conduziu experimentos na década de 1940 para tornar os navios "invisíveis", mas não obteve os resultados desejados.

11. Teoria da conspiração Rand

Alltime10s / Youtube / Via youtube.com

A teoria: A corporação americana Rand estaria trabalhando em uma nova ordem mundial e, basicamente, hoje controlaria todos nós. Segundo essa teoria, a Rand tem utilizado sua influência para enfraquecer nossos direitos desde a década de 1950 e tem como objetivo transformar o mundo em outro completamente racional, onde o amor e o altruísmo não existiriam mais. Eles usariam técnicas de manipulação para controlar a dissidência e criar um "consenso" que funciona em seu favor. Essa teoria é parte de uma outra, mais ampla, envolvendo os Illuminati. Nela, a Rand é uma ferramenta de propaganda e controle social para ajudar os Illuminati em seu plano de um governo mundial autoritário.

Alguma prova? O Rand realmente influenciou as decisões governamentais, de política e de desenvolvimento nos EUA durante décadas. Ele é financiado por várias agências de segurança nacionais e pelas maiores corporações do mundo. Além disso, é realmente difícil saber exatamente quais são os seus pontos de vista. Isso tudo ajuda a alimentar teorias da conspiração.

BuzzFeed Daily

Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

Newsletter signup form

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.