back to top

Se você é mulher e quer apoiar outras mulheres, este post é pra você

#JuntasPorElas todas vão mais longe.

publicado

1. Tenha tolerância zero com bullying contra mulheres, lembrando que o bullying reside até nos comentários mais "inocentes".

Se presenciar, corte. Se for a vítima, denuncie. Se o bullying for seu, repense. Falar que aquela mina só posta fotos de biquini nas redes sociais é mais cruel do que você imagina, já que você está perpetuando um discurso machista.
Olha Khorimarko / Getty Images / Via gettyimages.com

Se presenciar, corte. Se for a vítima, denuncie. Se o bullying for seu, repense. Falar que aquela mina só posta fotos de biquini nas redes sociais é mais cruel do que você imagina, já que você está perpetuando um discurso machista.

2. O mesmo vale para "piadas" misóginas, que de inocente não têm nada.

Ou até aqueles comentários "engraçadinhos" que são enviesados pela misoginia, como "eita, tá de TPM é?" ou "isso aí é falta de homem". Existe uma linha muito tênue entre o que é engraçado e o que é uma tentativa de controle sobre a mulher. Na dúvida, não comece e não alimente.
ayutaka / Getty Images / Via gettyimages.com

Ou até aqueles comentários "engraçadinhos" que são enviesados pela misoginia, como "eita, tá de TPM é?" ou "isso aí é falta de homem". Existe uma linha muito tênue entre o que é engraçado e o que é uma tentativa de controle sobre a mulher. Na dúvida, não comece e não alimente.

3. Trate empatia como a palavra-chave da sua vida e procure enxergar (e entender) as cicatrizes de cada pessoa.

Não julgue outra mulher. Cada uma vem lutando a sua própria batalha que talvez você nem consiga imaginar por onde começa. Seja a passagem por um câncer de mama ou por um relacionamento abusivo, sobreviver é também aprender a lidar com as marcas deixadas do jeito que for possível, um dia após o outro.
Annuker / Getty Images / Via gettyimages.com

Não julgue outra mulher. Cada uma vem lutando a sua própria batalha que talvez você nem consiga imaginar por onde começa. Seja a passagem por um câncer de mama ou por um relacionamento abusivo, sobreviver é também aprender a lidar com as marcas deixadas do jeito que for possível, um dia após o outro.

4. Pensando nisso, dê asas à sua gentileza e não rebaixe ninguém para elevar alguém.

Você não precisa ser amiga de todo mundo. Se não curte alguém, simplesmente se distancie. Mas com as que você quer por perto, seja aquela amiga que você gostaria de ter. Aproveite para reeducar o seu vocabulário e tirar palavras tóxicas dele — principalmente aquelas que são empregadas para julgar "certos comportamentos".
Ramanavenkat / Getty Images / Via gettyimages.com

Você não precisa ser amiga de todo mundo. Se não curte alguém, simplesmente se distancie. Mas com as que você quer por perto, seja aquela amiga que você gostaria de ter. Aproveite para reeducar o seu vocabulário e tirar palavras tóxicas dele — principalmente aquelas que são empregadas para julgar "certos comportamentos".

5. Vá ainda além e reconheça o sucesso de outras mulheres com atitudes e palavras. Deixando-as saber disso, claro.

Os menores elogios podem fazer as maiores diferenças no dia de alguém. Vibre pelas conquistas das mulheres como se fossem as suas próprias. Lembrando de fugir do "como você está magra" e focar no "que trabalho F@$! você fez".
Anna P. / Getty Images / Via gettyimages.com

Os menores elogios podem fazer as maiores diferenças no dia de alguém. Vibre pelas conquistas das mulheres como se fossem as suas próprias. Lembrando de fugir do "como você está magra" e focar no "que trabalho F@$! você fez".

6. Trate este sucesso como inspiração para a sua vida, e não como motivo de inveja. Ela não é sua rival, é sua igual, e vocês estão juntas nessa.

Cada conquista de uma mulher, por menor que seja, vai te ajudar a chegar lá também. Se livre daquela ideia de que sua relação com outras mulheres precisa ser de competição, seja por um homem ou no ambiente de trabalho. Juntas vocês podem construir bem mais.
retrorocket / Getty Images / Via gettyimages.com

Cada conquista de uma mulher, por menor que seja, vai te ajudar a chegar lá também. Se livre daquela ideia de que sua relação com outras mulheres precisa ser de competição, seja por um homem ou no ambiente de trabalho. Juntas vocês podem construir bem mais.

7. Permita-se desapegar dos padrões estereotipados de beleza se eles não fizerem sentido pra você.

Mais do que looks do dia, basta o sorriso sincero de uma mulher para ter a noite inteira iluminada. Respeite a escolha de cada uma. Não existe certo ou errado, existe apenas autenticidade e como cada pessoa escolhe se expressar. Vale para atitudes e comportamentos no geral também.
Kubkoo / Getty Images / Via gettyimages.com

Mais do que looks do dia, basta o sorriso sincero de uma mulher para ter a noite inteira iluminada. Respeite a escolha de cada uma. Não existe certo ou errado, existe apenas autenticidade e como cada pessoa escolhe se expressar. Vale para atitudes e comportamentos no geral também.

8. E desapegue de vez dos julgamentos de caráter a partir de atitudes e comportamentos que divergem dos seus.

- Você JÁ tem namorado?- Você AINDA não tem namorado?- Como assim você NÃO quer filhos? - Como assim você tem 35 e NÃO está casada? Nascemos em um mundo machista e é natural que ele tenha pertencido às mulheres em algum momento. Por isso é necessário ter extrema atenção para não deixar este machismo perdurar através de comentários e pensamentos como estes.
Annuker / Getty Images / Via gettyimages.com

- Você JÁ tem namorado?

- Você AINDA não tem namorado?

- Como assim você NÃO quer filhos?
- Como assim você tem 35 e NÃO está casada?

Nascemos em um mundo machista e é natural que ele tenha pertencido às mulheres em algum momento. Por isso é necessário ter extrema atenção para não deixar este machismo perdurar através de comentários e pensamentos como estes.

9. Fale por você e pelas mulheres que não podem falar por elas mesmas. Conte a sua história e seja sempre transparente.

TODA história é relevante e pode trazer um aprendizado. Lembre que foi a força e sinceridade de UMA mulher que começou este enorme movimento atual contra o assédio. Não é da boca pra fora que falam que é dividindo que se multiplica.
Melody A / Getty Images / Via gettyimages.com

TODA história é relevante e pode trazer um aprendizado. Lembre que foi a força e sinceridade de UMA mulher que começou este enorme movimento atual contra o assédio. Não é da boca pra fora que falam que é dividindo que se multiplica.

10. E finalmente: trabalhe no seu próprio brilho enquanto se esforça também para celebrar diferentes mulheres todo dia. Espalhe a luz dela - de cada uma delas - pelo mundo afora.

Busque conhecer toda mulher que mudou o mundo do seu próprio jeito. Assista a um filme no cinema daquela diretora nova, leia livros escritos por mulheres e apoie artistas que estão tentando trazer um novo olhar e conquistar a sua audiência. Apoie marcas, causas e movimentos que buscam o empoderamento feminino. Seja parte de tudo, para você não deixar nada importante escapar. Lembre: começa com você.
Stormseeker / Getty Images / Via gettyimages.com

Busque conhecer toda mulher que mudou o mundo do seu próprio jeito. Assista a um filme no cinema daquela diretora nova, leia livros escritos por mulheres e apoie artistas que estão tentando trazer um novo olhar e conquistar a sua audiência. Apoie marcas, causas e movimentos que buscam o empoderamento feminino. Seja parte de tudo, para você não deixar nada importante escapar. Lembre: começa com você.

Quando mulheres vêem outras mulheres mudando o mundo, elas se inspiram a fazer o mesmo. É por isso que o movimento #JuntasPorElas, parte do projeto global #Stand4Her, da Avon, celebra e compartilha histórias inspiradoras de mulheres pelo mundo que estão quebrando barreiras. A Avon se juntou à dupla Icona Pop para criar uma música que celebra as mulheres corajosas do mundo. Veja aqui:

Veja este vídeo no YouTube

youtube.com

Você pode aprender mais histórias sobre a coragem das mulheres clicando aqui. Um mundo com mais mulheres empoderadas é um mundo mais bonito.