back to top

O verbete 'Feminazi' na Wikipédia foi editado nove vezes por alguém no TSE

Edições partiram da rede do Tribunal Superior Eleitoral com a intenção de depreciar o movimento feminista.

publicado

O perfil Brasil WikiEdits mostrou no Twitter que alguém conectado pela rede da sede do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, editou o verbete “Feminazi” nove vezes na Wikipédia nesta sexta-feira.

O perfil Brasil WikiEdits foi criado para mostrar que edições são feitas na Wikipédia a partir de órgãos públicos.
Twitter: @brwikiedits

O perfil Brasil WikiEdits foi criado para mostrar que edições são feitas na Wikipédia a partir de órgãos públicos.

Alguém por lá está bem interessado em fazer modificações que depreciem o feminismo de forma geral, como na edição abaixo.

Até a versão do artigo em inglês foi editada.

Palavras como "supostamente" e "percebidas como" foram excluídas para tirar possibilidades de interpretação.

Alguém tá muito puto com o feminismo por lá.
pt.wikipedia.org

Alguém tá muito puto com o feminismo por lá.

Publicidade

Fazendo uma pesquisinha rápida em qualquer site que checa IPs (como o whois), dá para ver que a fonte das edições é mesmo o TSE.

Dono: Tribunal Superior Eleitoral

Dono: Tribunal Superior Eleitoral

Veja também: