back to top

We’ve updated our privacy notice and cookie policy. Learn more about cookies, including how to disable them, and find out how we collect your personal data and what we use it for.

Para surpresa de ninguém, Temer é vaiado na abertura da Olimpíada

Participação do presidente interino durou apenas alguns segundos e foi seguida por uma queima de fogos de artifício.

publicado

Como esperado, o presidente da República interino, Michel Temer (PMDB), foi vaiado na cerimônia de abertura da Olimpíada, nesta sexta (5), no Maracanã.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, a organização da Olimpíada preparou uma ação para tentar abafar as vaias ao peemedebista.

A participação dele, para anunciar a abertura oficial dos Jogos, durou apenas alguns segundos — e foi seguida por uma queima de fogos.

Quando entrou no estádio, o presidente interino não teve seu nome anunciado, ao contrário do que aconteceu com outras autoridades, como o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach.

Praticamente todo mundo esperava isso acontecer.

#ForaTemerRio2016 eu já estava esperando a vaia quando Temer falasse, o Brasil é previsível demais...

E essa vaia ai em Temer Kkkkkkkkkkkkkkkjjjj

Publicidade

A vaia era esperada porque, nos últimos anos, outros dois presidentes foram vaiados no Maracanã, em situações parecidas. O primeiro foi Lula, em 2007, na abertura do Pan.

A vaia ao petista, na época, foi surpreendente porque ele tinha níveis altos de aprovação: 48% dos brasileiros, segundo o Datafolha à época, aprovavam o governo Lula.

Durante a Copa do Mundo, foi a vez de Dilma: ela foi vaiada na abertura e na final — que também aconteceu no Maracanã.