8 coisas totalmente malucas que as marchinhas falam e você nem percebe

Porque tem muita coisa além do “vou beber até cair”.

1. Carmem Miranda oferece a irmã, que é casada, para quem quiser pegar.

De “Mamãe Eu Quero:

“Eu tenho uma irmã que é fenomenal
Ela é da bossa e o marido é um boçal”

Gente?

2. Um cara ameaça criar uma confusão de tanto beber se você não der dinheiro pra ele.

De “Me dá um dinheiro aí”:

“Não vai dar?
Não vai dar não?
Você vai ver a grande confusão
Que eu vou fazer bebendo até cair
Me dá, me dá, me dá, oi!
Me dá um dinheiro aí!”

Que tipo de ameaça é essa?

3. “A pipa do vovô não sobe mais” narra um dramático caso de traição.

“A pipa do vovô não sobe mais
A pipa do vovô não sobe mais
Apesar de fazer muita força
O vovô foi passado pra trás!”

Silvio Santos sempre cruel.

4. Um cara fantasiado de pierrô que stalkeia desde o ano passado lhe pede um beijo.

Da marchinha “Máscara Negra”:

“Foi bom te ver outra vez
Tá fazendo um ano
Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele Pierrô
Que te abraçou e te beijou, meu amor

Na mesma máscara negra
Que esconde o teu rosto
Eu quero matar a saudade
Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval”

Eu, hein.

5. Um transplante de coração que pertence a um time e outro de um réptil? Pode sim.

Um trecho de “Coração Corinthiano”:

“Eu não sabia mais o que fazer
Troquei um coração cansado de sofrer!

Ah! Doutor, eu não me engano
Botaram outro coração corintiano”

E aqui, de a “Sogra e o Jacaré”:

“Tiraram o coração da minha sogra
Botaram o coração de um jacaré

Sabe o que aconteceu?
A velha se mandou
E o jacaré morreu!”

Ok, acontece.

6. A Colombina vira uma mulher super grossa quando bebe muito.

De “Pierrot Apaixonado”:

“A Colombina entrou num butiquim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: “Pierrô, cacete!
Vai tomar sorvete com o Arlequim!”“

Coitado do cara.

7. Chiquita Bacana é existencialista e se veste com uma casca de banana.

“Chiquita Bacana lá da Martinica
Se veste com uma
Casca de banana nanica

Não usa vestido, não usa calção
Inverno pra ela é pleno verão
Existencialista (com toda razão!)
Só faz o que manda o seu coração”

Ah, tá.

8. Surpresa: a filha de Chiquita Bacana também curte banana e é feminista.

“Eu sou a filha da Chiquita Bacana
Nunca entro em cana
Porque sou família demais
Puxei à mamãe
Não caio em armadilha
E distribuo banana com os animais
(…)
E a quadrilha toda grita
Yeh yeh yeh
Viva a filha de chiquita
Yeh yeh yeh
Entrei para “women’s liberation front”

PS: que saudades desse vídeo do Caetano com Os Trapalhões.

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Conversas no Facebook
Buzzing agora