back to top

18 provas de que 1998 foi TUDO na vida de um menino gay

20 anos atrás, conhecíamos Britney Spears, Destiny's Child e renascia a Cher.

publicado
Publicidade

5. Este foi também o ano em que Cher saiu da geladeira com o o hit "Believe", garantindo que uma nova geração de gays conhecesse esse ícone.

Reprodução/YouTube / Via cherworld.com

Fora que ela foi uma das primeiras a usar o Auto-Tune, ou seja, Santa Cher!

6. Se tá achando pouco, Mariah Carey e Whitney Houston ainda se uniam pela primeira e última vez na história para o dueto "When You Believe".

8. E, no mesmo ano, Celine Dion cantou o hitaço "My Heart Will Go On" no Oscar usando O COLAR DO FILMEEE!

Reprodução/Oscars / Via oscars.org

Lançado em 1997, "Titanic" ganhou todos os Oscars de 1998, inclusive de Melhor Canção.

Publicidade

10. A G Magazine balançava gays no país inteiro com as primeiras capas de homens famosos totalmente pelados.

Reprodução/G Magazine / Via virgula.com.br

A revista, lançada no final de 1997, ganhou notoriedade graças às capas de David Cardoso Jr. e Mateus Carrieri em 1998.

Publicidade

13. 1998 foi também o ano glorioso que revelou Rodrigo Santoro em "Hilda Furacão" e milhões de gays ganharam um crush.

Reprodução/Globo / Via canalviva.globo.com

Deus abençoe as minisséries brasileiras, porque era o único jeito da gente ver uma bundinha de homem.

16. 1998 ainda alinhou os planetas para a chegada de um hino chamado "A Nova Loira do Tchan" e o concurso que elegeu a Sheila Mello.

Reprodução/Globo / Via gshow.globo.com

Tudo isso para que hoje a gente possa abrir os bracinhos na pista quando toca "Luuuuuz na passarela que lá vem ela!".

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.