back to top

32 das fotos científicas mais incríveis de 2015

O espaço é legal, mas focas também são.

publicado
Dan Sykes / Royal Photograph Society International Images for Science competition / Via rps-science.org

Tomografia computadorizada de um tamboril, Caulophryne pelagica, que engoliu outro peixe – um Rouleina attrita – inteiro. O tamboril está em azul.

Nicolas Reusens / Royal Photograph Society International Images for Science competition / Via rps-science.org

Um morcego frugívoro Anoura geoffroyi se alimentando com sua língua retrátil.

NASA / SDO / Via nasa.gov

Um buraco – a área escura no topo – na coroa do sol, onde o campo magnético está aberto para o espaço e o material da coroa escapa. As partículas de alta velocidade, ou "vento solar", que saem causam auroras quando atingem a atmosfera da Terra. 10 de outubro de 2015.

Kjell Lindgren / NASA / Via Twitter: @astro_kjell

Rastros deixados pela água em um deserto próximo de Hamra Al Drooa, Omã, em fotografia tirada da EEI pelo astronauta Kjell Lindgren em 11 de novembro. Ele a descreveu como "as delicadas impressões digitais de água impressas na areia".

NASA/SDO/Wiessinger / Via nasa.gov

A mancha "Cinco de Mayo" vista pelo Observatório Dinâmico Solar da NASA em 5 de maio de 2015. As imagens estão em cores falsas e tiradas em cinco diferentes comprimentos de onda, começando com luz visível mais à esquerda.

David Maitland / Royal Photographic Society International Images for Science competition / Via rps-science.org

A concha de uma diatomácea da teia da aranha Arachnoidiscus sp. – uma pequena criatura marinha – vista em cores falsas através de um microscópio.

NASA / Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory / Carnegie Institution of Washington / Via nasa.gov

Um conjunto de imagens em cores falsas de Mercúrio, tiradas pela sonda espacial Messenger da NASA.

NASA / ESO / NAOJ / Giovanni Paglioli / R Colombari / Via apod.nasa.gov

Galaxy M104 (a "Galáxia Sombrero"), vista do Telescópio Espacial Hubble com dados adicionados do telescópio terrestre Subaru, de 5 de janeiro de 2015.

NASA / Kjell Lindgren / Via nasa.gov

Astronauta Scott Kelly durante uma caminhada espacial de oito horas do lado de fora da Estação Espacial Internacional em 6 de novembro de 2015. Foto por seu colega Kjell Lindgren.

John Stillwell / PA Wire/PA Images

Um grupo de focas relaxa sobre o barro no Thames Estuary. Mais de 2.000 focas foram encontradas no Thames ao longo dos últimos 10 anos, de acordo com a Sociedade Zoológica de Londres.

Peter Ward / Via washington.edu

Um raro náutilo, Allonautilus scrobiculatus, encontrado pela primeira vez em 30 anos. Peter Ward, um biologista marinho da Universidade de Washington, o encontrou ao largo da costa da Papua Nova Guiné. Ele está na direita, com sua concha distintivamente viscosa, nadando com o mais comum Nautilus pompilius.

Anthony Devlin / PA

Uma restauradora verifica Dipply, o diplodoco, no Museu de História Nacional, Londres, conforme começam os preparativos para o tour nacional do dinossauro em 2018.

ZSL

As primeiras fotos de um par de bebês de panda vermelho gêmeos chamados Bert e Ernie, nascidos no Zoóligo de Whipsnade em junho deste ano, foram divulgadas em setembro.

Luis de la Torre-Ubieta / UCLA / Wellcome / Via wellcomeimageawards.org

"Cérebro de rato, visão da coroa" – uma fatia de um cérebro de rato sob um microscópio, com diferentes grupos de células nervosas pintadas de diferentes cores. Um dos vencedores do prêmio de imagens do Wellcome.

Ralph Claus Grimm / Via nikonsmallworld.com

Olho de uma abelha (Apis mellifera) coberta de pólen de dente-de-leão com aumento de 120x. Este foi o vencedor geral da competição de fotografia microscópica Nikon Small Work.

Susan Tremblay / Via nikonsmallworld.com

Planta hepática (Lepidolaena taylorii) exibindo folhas modificadas ou "bolsas de água", que geralmente são abrigo de micro-organismos aquáticos como rotíferos, com aumento de 100x. Esta imagem recebeu menção honrosa na competição Nikon Small World.


Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss