back to top

16 pessoas contam como é criar um filho sozinha(o)

"Eu queria dizer algo profundo e admirável, mas estou muito cansada."

publicado

1. "A responsabilidade é esmagadora."

instagram.com

"É amar alguém mais do que você pensou que fosse capaz de amar, e isso te aterrorizar. É literalmente dar dois passos para trás em tudo o que você quer para si mesma e ficar bem com isso. É se satisfazer com a maravilha de assistir a uma pessoa crescer e evoluir, e ficar petrificada ao mesmo tempo, porque, essencialmente, tudo o que você faz com a sua vida moldará a dela. A responsabilidade é esmagadora, mas faço isso com orgulho".

– Lauren Parsons Jones, Facebook

Publicidade

2. "Somos uma equipe, somos felizes e fazemos as coisas do nosso jeito."

instagram.com

"Fui criada por minha mãe depois que meus pais se divorciaram, quando eu era pequena. Meus irmãos e eu crescemos felizes, bem adaptados e tolerantes. Hoje, eu crio minha filha sozinha porque o pai dela não quer nenhum tipo de envolvimento. É difícil, é estressante e não temos muito. Mas nós duas sabemos de tudo isso. Nós somos uma equipe, somos felizes, fazemos as coisas do nosso jeito e, no fim das contas, tenho muito orgulho da garotinha forte que estou criando sozinha".

– Justine Brown, Facebook

3. "Há dias em que eu me pergunto se estou fazendo a coisa certa."

Instagram: @kmkluttz

"Ser um pai solteiro tem sido uma das coisas mais gratificantes e difíceis para mim. É difícil porque minha filha só tem a mim. Quando ela está doente, eu sou a pessoa que fica com ela a noite toda, mesmo tendo que trabalhar na manhã seguinte. E, se ela ficar doente a ponto de não conseguir ir à escola, eu sou a pessoa que deve faltar ao trabalho. Eu não consigo mais sair com meus amigos e fazer o que eu quero sempre que quiser.

Mas ser pai solteiro é tudo o que eu poderia ter pedido. Eu não sei o que faria sem a minha filha. Temos um vínculo inquebrável. Ela é minha melhor amiga.

Há dias que eu me pergunto se estou fazendo a coisa certa. Alguns dias eu chego no limite, mas, no fim das contas, essa garotinha me ama e está contando comigo. Então, não importa quantas vezes ela derrame seu cereal ou pinte uma parede que não deveria, ela vale a pena".

– Anônimo

4. "Apenas sinto falta de alguém para dividir a carga de trabalho".

instagram.com

"Me tornei mãe solteira oito meses atrás, quando meu marido morreu. Eu não tenho nenhum parente por perto, então realmente somos só meu filho e eu. Na maioria das vezes está tudo bem, mas alguns dias são muitos difíceis. Sou literalmente mantida refém na minha casa todas as noites depois que ele vai para a cama. Tudo o que eu quero é fazer compras sozinha ou jantar em um restaurante sozinha, mas para isso tenho que pagar uma babá. Eu sei que ele não será criança para sempre, mas sinto falta de alguém para dividir a carga de trabalho. Essa é a coisa mais difícil que eu já fiz na minha vida."

– Chiara Turner, Facebook

5. "Não há nenhum cenário familiar perfeito."

instagram.com

"Não há nenhum cenário familiar perfeito. Pode haver uma mãe, um pai, duas mães, uma mãe e um pai ou dois pais, e todos eles são perfeitos porque são sua família. Ter meu filho é a melhor coisa que já me aconteceu, e eu não me arrependo de um único momento bom ou ruim de ser mãe solteira".

– Tris Mayes, Facebook

6. "A coisa mais difícil é o dinheiro."

instagram.com

"Não preciso dizer que amo e protejo meus filhos com todas as minhas forças e não trocaria um dia com eles por nada nesse mundo. Dito isso, vou ser bem realista: o mais difícil é o dinheiro. Como mãe solteira, tenho que trabalhar mais e mais pesado, além de ser a responsável pelas tarefas domésticas em casa".

– Ann Marie, Facebook

Publicidade

7. "Meu filho e eu somos extremamente próximos."

instagram.com

"Ser mãe solteira é a coisa mais difícil pela qual já passei. Aprendi a ser altruísta e mais forte. São muitos sacrifícios, e às vezes é fácil ficar sobrecarregada. No entanto, mesmo com a realidade da perda dos amigos, um orçamento extremamente apertado e nenhum tempo livre, tudo vale a pena e eu não mudaria nada. Meu filho e eu somos extremamente próximos, e eu simplesmente não sei se teríamos o mesmo relacionamento se não estivéssemos passando por isso juntos".

– Emma Lanely, Facebook

8. "O amor consome todo meu tempo e minha atenção, e vale cada segundo de dificuldade."

Instagram: @naalchidraws

"Olhar para o meu filho e saber que eu sou tudo o que ele tem é esmagador. Eu não tenho ajuda, sou o mundo inteiro dele. Eu desisti de quase tudo o que sempre quis para a minha vida. Eu não penso mais nas minhas próprias necessidades, porque eu simplesmente não tenho tempo. Há dias em que eu me sento no chão, e choro, porque eu só queria ter ajuda. Então, olho para o meu filho e percebo que não mudaria nada na minha vida. O amor consome todo meu tempo e minha atenção, mas vale cada segundo de dificuldade".

– Anônimo

9. "Sinto falta da minha 'antiga' vida às vezes."

instagram.com

"Sou mãe solteira por escolha e tive minha filha por fertilização in vitro. Eu sempre quis ser mãe e sempre quis experimentar a gravidez. E foi a coisa mais difícil, mais assustadora e mais exaustiva que eu já fiz. Minha filha tem quase um ano de idade; tenho familiares nas proximidades e eles têm ajudado bastante. Eu me preocupo constantemente que algo fique para trás. Eu me sinto culpada por não passar tempo suficiente com ela, por não acompanhá-la sempre. É mais difícil do que eu pensava que seria. Eu não me arrependo da escolha — eu a amo até a morte e sou muito feliz por ter tido ela —, mas sinto falta da minha 'antiga' vida às vezes. Poder dormir até tarde ou ir onde eu quiser sem ter que planejar ou pensar adiante. Eu amo minha filha demais e sou muito abençoada por ter essa experiência, mas é bem difícil".

– Anônimo

10. "Se eu consigo fazer isso, então consigo fazer qualquer outra coisa."

instagram.com

"Sou mãe solteira de uma menina de 4 anos de idade. Eu me tornei mãe aos 19 anos, quando deixei o pai dela. Eu vou à escola em tempo integral e trabalho como garçonete enquanto espero para me formar. Ser mãe solteira é definitivamente uma das coisas mais difíceis que já fiz. Mas eu também lembro a mim mesma que, se eu consigo fazer isso, então eu consigo fazer qualquer coisa. Às vezes eu passo 60 horas por semana longe dela entre o trabalho e a escola, mas honestamente não a trocaria por nada no mundo."

– Anônimo

11. "Ela faz coisas que me fazem lembrar o pai dela."

instagram.com

"Eu me tornei mãe solteira quando minha filha tinha 6 meses de idade — o pai dela faleceu. Durante semanas depois do funeral, quando ela começava a chorar, eu demorava para lembrar que ninguém mais viria cuidar dela. Por quase um mês, me ressentia e ficava brava, pois aquela vida não tinha sido uma escolha minha. Depois de um tempo, me mudei da casa dos meus pais para a nossa própria casa. Foi difícil — eu era a única pessoa para cuidar dela. Mas, então, ela começou a fazer coisas que me lembravam o pai dela. Eu sei que as partes difíceis nunca deixam de ser difíceis, mas essa criança faz valer a pena. Eu estremeço de pensar onde eu estaria sem ela, e a estabilidade e a rotina que ela estabeleceu na minha vida".

– Anônimo

Publicidade

12. Eu vi os primeiros passos dela, suas primeiras palavras, todas as primeiras coisas que ela fez.

instagram.com

"É difícil, mas gratificante. Eu criei minha filha sozinha desde o nascimento. Eu acho que ser mãe solteira me tornou mais egoísta em relação a ela. Eu vi os primeiros passos dela, suas primeiras palavras, todas as primeiras coisas que ela fez. Recentemente passei por um momento muito difícil e ela me ajudou muito. Ela é a única coisa que me impede de entrar em depressão. Em partes porque eu não posso — quem vai cuidar dela? —, e em partes porque preciso mostrar a ela como ser forte".

– Anônimo

13. "Sinto que muita da minha independência foi tirada de mim e choro para dormir muitas noites."

Instagram: @littlest_birdie

"Eu sou mãe solteira de gêmeos. Sinto que muita da minha independência foi tirada de mim e choro para dormir muitas noites, mas quando eles correm para mim e me abraçam, sei que tudo valerá a pena."

– Anônimo

14. "Estou estressado, exausto, sobrecarregado de trabalho."

Instagram: @masalastudio

"Estou estressado, exausto, sobrecarregado de trabalho, com uma necessidade desesperada de um tempo sozinho, de uma conversa adulta e provavelmente de uma bebida, mas eu não sou mais a minha prioridade. Eu apenas faço o melhor que posso, e espero que meus filhos saibam o quanto eu os amo".

– Anônimo

15. "Eu não trocaria isso por nada nesse mundo."

instagram.com

"Sou de uma linhagem de mulheres fortes, então sabia que seria capaz de ser mãe solteira. Não é fácil, mas ter amigos e familiares ao lado ajudou. Ver o meu doce bebê virar um jovem bonito, inteligente e atencioso é uma das maiores bençãos da vida. Eu não trocaria isso por nada nesse mundo".

– Dez Riel, Facebook

16. "Eu queria dizer algo profundo e admirável, mas estou cansada."

instagram.com

"Eu queria dizer algo profundo e admirável sobre o quanto eu amo ser mãe solteira. Como minha filha é linda, como ela é tudo para mim, minha benção, minha razão de acordar todas as manhãs, minha inspiração. Eu queria dizer alguma coisa, mas estou muito cansada e não consigo pensar em nada".

– Safiya Elba, Facebook

Algumas respostas foram editadas por motivos de clareza. As respostas anônimas foram enviadas por e-mail.

Este post foi traduzido do inglês.

Em parceria com