go to content

Número de crianças na pobreza no Brasil equivale à metade da população da Argentina

Mesmo com queda na taxa, 23 milhões de brasileiros de até 14 anos ainda vivem na pobreza ou pobreza extrema, diz estudo.

publicado

O Brasil tem 23 milhões de crianças vivendo na pobreza ou na pobreza extrema (renda per capita inferior a 1/4 do salário mínimo). O número é mais que a metade dos brasileiros com idade até 14 anos.

Para efeito de comparação, o número é mais que o dobro da população de Portugal (10,3 milhões) ou mais da metade da população argentina (43 milhões).

A Fundação Abrinq divulga nesta terça (21) o Cenário da Infância 2017, com dados extraídos do IBGE e dos ministérios sobre 23 indicadores, entre eles violência, saúde, moradia e educação.

Houve uma melhora em relação ao ano anterior, 2014, quando esse contingente chegava a 26 milhões. A redução é de 22% no caso de pobreza e de 10,6% no caso de pobreza extrema.

Com base em dados de 2015, o relatório deste ano aponta que 17,3 milhões de meninos e meninas vivem na pobreza, correspondendo a 40% das crianças do país. Outros 5,8 milhões (13,5%) estão em condições piores, na pobreza extrema. A maior concentração de crianças nessas condições é nas regiões Norte e Nordeste.

O levantamento da Abrinq aponta que 3,9 milhões de pessoas até 17 anos vivem em favelas. E que 70% das crianças pequenas não têm acesso a creches no país.




Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.