back to top

Laudo do IML confirma metástase na próstata de Maluf

Segundo o laudo, pode haver uma "deterioração progressiva e até mesmo rápida" da doença. Mas os médicos não foram claros em orientar o juiz em mandar o deputado para casa.

publicado

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, do deputado Paulo Maluf (PP-SP), divulgou nesta terça-feira (26) o laudo feito pelos médicos do Instituto Médico Legal (IML) de Brasília, que confirmaram que o deputado, preso no Centro de Detenção Provisória da Papuda sofre de câncer em metástase na próstata, conforme laudo que já havia sido apresentado por sua defesa.

Segundo o laudo, pode haver uma "deterioração progressiva e até mesmo rápida" da doença.

O laudo aponta ainda para uma doença degenerativa da coluna. Ele chegou à prisão, na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo, usando uma bengala, e seus advogados alegaram que ele sofre de dores fortes devido a uma hérnia de disco.

Reprdoução

Apesar do diagnóstico, no entanto, os médicos apontaram que ele pode ser tratado de forma ambulatorial. Ele agora está na Papuda, na ala de idosos. O laudo é um dos requisitos pedidos pelo juiz substituto da Vara de Execuções Penais Bruno Macacari, do Distrito Federal, para decidir se concede ou não a prisão domiciliar para Maluf.

Reprodução

Para o advogado Kakay, o laudo assinado pelos médicos Cyntia Sobreira e Gustavo Neves é favorável à defesa do deputado, uma vez que confirma a situação de saúde apontada por seus advogados em laudos apresentados anteriormente. No entanto, no questionamento sobre o sentenciado exigir cuidados que não sejam prestados pelo estabelecimento penal os médicos dizem que não.

"O laudo do IML dapenas vem corroborar o que a defesa vem reiteradamente afirmando, no sentido de que o deputado Paulo Maluf está, sim, acometido de doenças graves e permanentes, no caso, a recidiva de câncer de próstata e alterações degenerativas na coluna lombar, com necessidade de cuidados especiais. Ainda sim, os médicos peritos acabaram não analisando o que é ainda mais grave, a doença cardíaca", escreveu Kakay em mensagem de texto.

"O IML esclarece ainda que o deputado apresenta possibilidade de deterioração progressiva e rápida do quadro clínico, a depender do tratamento e das condições oferecidas pelo estabelecimento prisional", complementou o advogado.

Sergio Lima / AFP / Getty Images

O juiz Bruno Macacari ainda negou nesta terça o pedido da defesa de Maluf para que o preso fosse periciado por um médico particular.


Veja também:

Juiz nega prisão domiciliar a Maluf e manda PF transferi-lo para presídio em Brasília


Laudo mostra reincidência de câncer em Maluf mesmo com retirada de próstata

Com câncer na próstata, Maluf vai pedir prisão domiciliar

Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.