back to top

Este casal gay teve de fugir para não ser linchado no Rio

Eduardo Michels e Flávio Micelli, ambos de 60 anos, foram espancados por um vizinho e convidados de uma festa na Tijuca.

publicado

O casal Eduardo Michels, 60, e Flavio Micelli, 60, escapou de um linchamento. Muito machucados e caídos no chão, foram socorridos por algumas senhoras que conseguiram parar a sessão de espancamento promovida por um vizinho e os convidados da festa dele na sexta-feira passada, feriado de Tiradentes.

Com medo da violência, eles saíram do apartamento com a roupa do corpo e, segundo Michels, vão ingressar com uma medida judicial para poder retirar seus pertences do local. Nesta sexta, Micelli foi ao hospital às pressas com suspeita de AVC. Está internado no hospital de Grajaú, onde o médico suspeita também de uma fratura no rosto de Micelli por causa das agressões.

O crime aconteceu na Tijuca, no Rio de Janeiro, em um prédio de quatro apartamentos, para onde Michels se mudou há dois anos e meio. Desde o início, contou Michels, sofreram ofensas homofóbicas do vizinho, que seria também síndico do edifício.

No dia da agressão, o vizinho, cujo nome não foi divulgado pelas vítimas, fazia uma festa com pagode em sua casa. Michels e Micelli já haviam reclamado do som alto em outras ocasiões e, desta vez, decidiram filmar. Então, começou a pancadaria.

"Desde cedo eles já estavam preparando a agressão. A gente ouviu ele dizer: Hoje eu pego eles, tenho um pau aqui. Fomos embora de lá", contou Michels ao BuzzFeed Brasil.

Os dois receberam pancadas, socos e chutes até ficarem no chão. "Ali eu achei que ia morrer", disse Michels, que é o pesquisador que elabora o relatório anual de crimes de homofobia do Grupo Gay da Bahia. "Eu, que pesquiso violência, fui vítima dela", disse ele.

O caso foi registrado no 20 DP, de Vila Isabel, no Rio. Em um post no Facebook, o deputado Jean Wyllis (PSOL-RJ) relatou a história, que viralizou nas redes sociais. Michels disse que procurará, na próxima semana, a Comissão de Direitos Humanos da OAB para denunciar o crime.


Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.