back to top

Dória quer ajuda de Datena para reinar em campanha na TV

Na eleição mais televisiva da história de SP, empresário-apresentador do PSDB já tem 1/3 do tempo. Russomanno, que também fez carreira nas telas, lidera pesquisas.

publicado

Provável candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, o empresário e apresentador João Dória deverá ter um rolo-compressor na TV e no rádio na campanha.

Com apoio de quatro partidos até agora (PSB, PHS, PV e Partido da Mulher Brasileira), ele já garantiu um terço do horário eleitoral gratuito.


As prévias do PSDB deixaram cicatrizes no partido. Andrea Matarazzo, derrotado por Dória, deixou o partido e foi pro PSD de Gilberto Kassab.

A corrida agora é pelo PP, o partido de Paulo Maluf.

Na sexta (25), Dória jantou com o apresentador José Luiz Datena no shopping Iguatemi para tentar fechar o apoio do apresentador a sua candidatura.

Os dois já foram colegas na Band. Datena filiou-se no ano passado ao PP, mas desistiu de concorrer às eleições municipais.

Carolina Távora/Bandeirantes

Além do apelo popular de Datena, que comanda o "Brasil Urgente", um apoio do PP engorda o tempo de TV de qualquer candidato. O partido, hoje, é o terceiro do país.

O jantar de Dória e Datena foi revelado pela coluna "Painel", da Folha de S.Paulo. Leia aqui.

O Supremo Tribunal Eleitoral ainda não estabeleceu o tempo de TV que cada partido terá, mas cálculos preliminares indicam que Dória e sua coligação já contam com 19 minutos dos 62 minutos diários destinados aos candidatos a prefeito.

George Gianni/PSDB

O prefeito petista Fernando Haddad liderava o ranking do tempo, mas, com a proximidade entre PP e PSDB, deve perder o posto.

Com PR, PDT, PROS e PCdoB, os petistas têm pouco mais de 21 minutos.

Heloisa Ballarini/SECOM

Nos bastidores, o medo do PT é que, com tanto tempo de TV, a candidatura de Dória "ganhe musculatura".

Segundo a pesquisa Ibope divulgada na semana passada, Dória tem 6% das intenções de voto e está tecnicamente empatado em segundo lugar com Marta Suplicy (PMDB, 10%), Luiza Erundina (PSOL, 8%), Fernando Haddad (7%), Andrea Matarazzo (PSD) e Marco Feliciano (PSC), ambos com 4%. A margem de erro é 4% e foram feitas 602 entrevistas.

Pré-candidato do PRB à prefeitura, o deputado Celso Russomanno lidera a pesquisa, com 26% das intenções de voto. Pelos cálculos iniciais, o partido de Russomanno tem menos de quatro minutos de TV. Esse tempo pode ser dobrado com o apoio do PTB.

Assim como Dória, Russomanno fez fama como apresentador de TV.

Reprodução/SBT / Via youtube.com

O horário eleitoral foi reduzido pela nova lei eleitoral de 45 para 35 dias. Ele começa no dia 26 de agosto e termina em 29 de setembro. Uma resolução do TSE definiu como será dividido o horário eleitoral: dois blocos de dez minutos para os candidatos à prefeitura e mais setenta minutos em comerciais, divididos entre candidatos majoritários (com 60% do tempo) e proporcionais (vereadores).

Veja mais:

Haddad e Marta brigam por autoria de Bilhete Único e corredores de ônibus






Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.