back to top

Dilma afirma que Marcelo Odebrecht mente quando diz que ela sabia de propina

Ex-presidente rebateu a afirmação do empresário em depoimento que integra ação de cassação da chapa Dilma-Temer.

publicado

A ex-presidente Dilma Rousseff chamou de "mentirosa" a afirmação de que teria pedido recursos a Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht e preso na Operação Lava. Segundo nota divulgada pela assessoria de Dilma, as acusações são um "insulto a sua honestidade".

Nesta quarta-feira, Marcelo prestou depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e disse, no processo que investiga a campanha Dilma-Temer de 2014, que a então presidente teria conhecimento de que propinas da construtora alimentaram sua campanha.

"É mentirosa a informação de que Dilma Rousseff teria pedido recursos ao senhor Marcelo Odebrecht ou a quaisquer empresários, ou mesmo autorizado pagamentos a prestadores de serviços fora do país, ou por meio de caixa dois, durante as campanhas presidenciais de 2010 e 2014", diz a nota divulgada nesta quinta pela assessoria da petista.

Dilma negou ainda que tenha indicado o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega como seu representante para fazer a arrecadação financeira da campanha presidencial.

"A insistência em impor à ex-presidenta uma conduta suspeita ou lesiva à democracia ou ao processo eleitoral é um insulto à sua honestidade e um despropósito a quem quer conhecer a verdade sobre os fatos", afirmou a petista, que, mais uma vez, disse que a imprensa recebe, "estranhamente" e "sempre de maneira seletiva, trechos de declarações ou informações truncadas".

Na nota, Dilma ainda aponta que as novas declarações de Marcelo Odebrecht "ocorrem justamente quando vêm à tona novas suspeitas contra os artífices do Golpe de 2016, que resultou no impeachment da ex-presidenta da República". Ao final, a ex-presidente afirmou que "todas as doações às campanhas de Dilma Rousseff foram feitas de acordo com a legislação, tendo as duas prestações de contas sido aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral".

Veja mais:

Marcelo Odebrecht confirma jantar com Temer, mas diz que acerto de valores coube a Padilha

Marcelo Odebrecht vai dizer que Dilma sabia do esquema de propinas, dizem investigadores

Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.