back to top

As imagens do show contra Temer e por eleições diretas, que reuniu milhares em São Paulo

Organizado por artistas e movimentos de esquerda, ato teve artistas como Mano Brown, Scandurra e Maria Gadú. Segundo organizadores, 50 mil foram ao ato. PM não fez estimativa.

publicado

O ato dos movimentos sociais de esquerda e artistas para marcar a posição por Diretas Já e pela saída de Temer reuniu milhares de pessoas no Largo da Batata neste domingo (4).

O show começou com Chico César, por volta das 12h, quando ainda havia poucas pessoas no largo.

Publicidade

O calor não espantou os manifestantes, que, em meio a cada música, gritavam palavras de ordem contra Temer.

Foram mais de sete horas shows, com poucos minutos de discursos.

Publicidade

Os discursos foram curtos e só subiram ao palanque movimentos sociais como MTST, Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, UNE, além da CUT.

Guilherme Boulos, do MTST, anunciou que os movimentos farão nova greve geral ainda em junho.

Publicidade

A cantora Maria Gadú apresentou-se de muleta porque está com um problema na perna.

Criolo foi uma das atrações, assim como Emicida, Otto e Pitty. O esquenta para esses nomes foi com blocos de carnaval e o Acadêmicos do Baixo Augusta, um dos organizadores.

Mano Brown encerrou o ato, com milhares de pessoas cantando "Negro Drama". "O papo tem de ser reto. Precisamos de mudança", disse o rapper.

Paulo Miklos e Edgar Scandurra usaram camisetas e cartazes no ritmo do protesto.

Os organizadores estimaram em 50 mil o público do evento. A Polícia Militar não divulgou sua própria estimativa.

E esta foi a line-up do show-protesto:



Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.