back to top

Aprendemos com nutricionistas a ler rótulos de produtos industrializados

Todos geralmente olham as calorias, mas tem outros pontos importantes para a saúde.

publicado

Quando está tentando se alimentar de forma mais saudável, uma das primeiras coisas que você provavelmente faz é começar a ler as embalagens para conferir as calorias do que está comprando.

Mas, segundo os nutricionistas, tem três fatores mais importantes para você prestar atenção.

Publicidade

O primeiro deles é a quantidade de sódio. Por exemplo, com duas unidades de Polenguinho, você ingere 10% do sódio recomendado por dia.

Como não precisa ser guardado na geladeira, o Poleguinho leva bastante conservante. E nem mata a fome. “A maioria dos aditivos para conservar são basicamente feitos de sódio. São todas substâncias permitidas e regulamentadas mas, como são muitas, o produto industrializado acaba virando uma pequena bomba de sal”, diz Monica Jorge, nutricionista do Curso de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública de São Paulo, em entrevista ao BuzzFeed Brasil.

Também é bom ficar de olho na ordem dos ingredientes: os primeiros são os que estão em maior quantidade. Por exemplo, neste suco de tangerina os primeiros são água e suco, só que de maçã.

BuzzFeed Brasil

E se o produto diz que tem, digamos, cálcio, mas ele aparece lá no fundo da lista depois de um monte de aditivos, na verdade a sua quantidade deve ser irrisória.

E tem a quantidade de aditivos, que indica que o produto foi muito manipulado e está bem longe do natural. “Os aditivos e o sódio têm efeito cumulativo, e o corpo pode não dar conta de eliminar. É daí que surgem as alergias e intolerâncias alimentares”, explica Monica Jorge.

Mas afinal, qual o problema dos aditivos? De acordo com a Anvisa, os aditivos alimentares são todos os ingredientes adicionados à comida sem o propósito de nutrir, mas sim conservar ou alterar o sabor ou a textura.

BuzzFeed Brasil

De acordo com a Anvisa, os aditivos alimentares são todos os ingredientes adicionados à comida sem o propósito de nutrir, mas sim conservar ou alterar o sabor ou a textura.

O nutricionista Ricardo Gruda explica em entrevista ao BuzzFeed Brasil que nos produtos industrializados é praticamente impossível escapar do uso de aditivos. "Sem eles as comidas teriam um prazo de validade muito menor e um gosto pior, porque no processo de industrialização o gosto real dos alimentos se perde e precisar ser recriado artificialmente."

Por isso, você não precisa se preocupar tanto com as calorias, pois tudo depende do contexto.

Leszekczerwonka / Getty Images

“Um copo de suco natural de laranja e um copo de refrigerante têm as mesmas calorias, mas no suco você tem muitos nutrientes que seu corpo vai aproveitar, e no refrigerante só açúcar e aditivos”, diz a nutricionista Monica Jorge.

Em parceria com