back to top

Uma mãe encontrou uma carta de seu filho após ele ter morrido dizendo que ele "ainda estava com ela"

Leland Shumake foi infectado com um tipo raro de ameba enquanto brincava fora de casa.

publicado

Um casal cujo filho de seis anos morreu repentinamente após ter contraído uma infecção encontrou uma carta incrivelmente tocante dele após ele ter falecido.

Quando Shumake e seu marido foram para casa pegar roupas para o enterro de Leland, eles encontraram uma carta escrita pelo seu filho na mesa. Dizia "Ainda com vocês, obrigado mamãe e papai... [hoje está] um bom dia".

Shumake disse que não tem certeza de onde a carta surgiu."Não fazemos ideia de quando ele escreveu, mas pode apostar que ele era uma criança especial. Nós vamos te amar para sempre, Leland", disse ela no Facebook.
Facebook: PrayersforLeland

Shumake disse que não tem certeza de onde a carta surgiu.

"Não fazemos ideia de quando ele escreveu, mas pode apostar que ele era uma criança especial. Nós vamos te amar para sempre, Leland", disse ela no Facebook.

Amber Shumake, de Williamson, no estado da Geórgia, disse ao BuzzFeed News que seu filho Leland era um garotinho inteligente e incrível. "Ele era a luz das nossas vidas e o centro da nossa família", escreveu ela no Facebook.

Algumas semanas atrás, Leland começou a reclamar de dores de cabeça. Ele recebeu um tratamento de alergia por um médico, mas logo ele começou a vomitar.

Seus pais o levaram para um hospital infantil em Atlanta e ele foi internado. Os médicos não conseguiram descobrir o que havia de errado, então o trataram com vários medicamentos.

"Eu sentei ao lado da cama dele durante todos os dias e noites tentando descobrir eu mesma o que estava acontecendo", disse sua mãe.

Eventualmente, os médicos disseram à família que ele tinha meningite.

"Então, ele piorou. Parou de se comunicar, disse que sua visão havia desaparecido, teve que colocar um dreno de um lado da cabeça para aliviar a pressão e os fluidos", disse Shumake.

Shumake disse ter pedido aos médicos para fazerem um exame em seu filho para presença de ameba. Deu positivo para Balamuthia, uma infecção rara que geralmente é fatal. "Eu fiquei devastada", disse Shumake.

A infecção é causada pelo contato com a terra e o solo e entra no corpo geralmente por um corte na pele, de acordo com o CDC.Apenas poucas pessoas sobreviveram à infecção, e não há uma forma conhecida de preveni-la.
DPDx, CDC

A infecção é causada pelo contato com a terra e o solo e entra no corpo geralmente por um corte na pele, de acordo com o CDC.

Apenas poucas pessoas sobreviveram à infecção, e não há uma forma conhecida de preveni-la.

Os médicos começaram a tratar a infecção, mas Leland não resistiu à doença e morreu alguns dias depois.

"Desde o começo eu dizia a eles que ele adorava brincar na terra", disse Shumake. "É que é uma coisa tão rara que eles nunca suspeitaram que poderia acontecer. Meu garoto era tão extraordinário que é claro que teria que ser algo raro".
gofundme.com

"Desde o começo eu dizia a eles que ele adorava brincar na terra", disse Shumake. "É que é uma coisa tão rara que eles nunca suspeitaram que poderia acontecer. Meu garoto era tão extraordinário que é claro que teria que ser algo raro".

Após Shumake ter compartilhado a carta no Facebook, sua história foi contada por múltiplos meios de comunicação nacionais.

Shumake disse que a família estava impressionada com o apoio que recebeu.

"Nós sabíamos que ele era especial e todos a quem ele conheceu se apaixonaram por ele, mas nunca esperamos que ele fosse conquistar as pessoas globalmente", disse ela.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.