back to top

Kim Kardashian escreveu um post inspirador sobre slut-shaming

Em resposta a toda a controvérsia sobre seu nude no Instagram.

publicado

As pessoas — incluindo Bette Midler e Piers Morgan — começaram a chamar a atenção dela por isso.

Twitter: @BetteMidler

"Kim Kardashian tuitou uma foto nua hoje. Se Kim quiser que vejamos uma parte dela que nunca vimos, ela vai precisar engolir a câmera."

Publicidade

Basicamente, houve muita controvérsia por causa da decisão de Kim de postar uma mera selfie.

Twitter: @ChloeGMoretz

"Eu realmente espero que você perceba que é um exemplo para as mulheres jovens, e deveria ensinar a elas que nós temos muito mais para oferecer..."

Twitter: @ChloeGMoretz

"... do que apenas os nossos corpos."

Ah, e em resposta ao tweet de Chloë, Kim disse, "Vamos todos dar as boas-vindas a @ChloeGMoretz no Twitter, já que ninguém sabe quem ela é. Sua capa da nylon ficou fofa, querida."

Publicidade

"Nunca vou conseguir entender o motivo das pessoas se sentirem tão incomodadas com o que outras pessoas escolhem fazer de suas vidas. Não uso drogas, raramente bebo, nunca cometi um crime -- e ainda assim, sou um mau exemplo por ter orgulho do meu corpo?"

E ela também mencionou sua sex tape: "Parece que as coisas sempre voltam para minha sex tape. Sim, um vídeo que foi feito 13 anos atrás. TREZE ANOS ATRÁS. Sério, faz todo esse tempo. E as pessoas ainda querem falar sobre isso?!?!"

Larry Busacca / Getty Images

Ela continuou: "Eu passei por constrangimentos e medo, e decidi dizer quem se importa, faça melhor, siga em frente. Eu não deveria ter que me manter na defensiva constantemente, listar minhas conquistas só para provar que eu estou acima de algo que aconteceu há 13 anos. Vamos seguir em frente, já passou da hora. Eu superei."

E em uma passagem particularmente inspiradora, Kim fala sobre o empoderamento. "Meu corpo me empodera. Minha sexualidade me empodera. Sentir-me confortável na minha pele me empodera."

Rick Diamond / Getty Images

"Mostrar ao mundo minhas falhas e não ter medo do que vão dizer sobre mim me empodera."

E então ela termina com essa maravilha: "Já é 2016. A vergonha do corpo e de parecer vulgar — já passou da hora de acabar. Eu não vou ter minha vida ditada pelos problemas que você tem com a minha sexualidade. Seja você mesmo e deixe que eu seja quem sou."

Aqui está o texto completo:

Oi, pessoal. Eu queria escrever um post elaborando os meus tweets de ontem à noite. Sinceramente, nunca vou conseguir entender o motivo das pessoas se sentirem tão incomodadas com o que outras pessoas escolhem fazer de suas vidas. Não uso drogas, raramente bebo, nunca cometi um crime -- e ainda assim, sou um mau exemplo por ter orgulho do meu corpo?

Parece que as coisas sempre voltam para a minha sex tape. Sim, um vídeo que foi feito 13 anos atrás. TREZE ANOS ATRÁS. Sério, faz todo esse tempo. E as pessoas ainda querem falar sobre isso?!?!

Eu passei por constrangimentos e medo, e decidi dizer quem se importa, faça melhor, siga em frente. Eu não deveria ter que me manter na defensiva constantemente, listar minhas conquistas só para provar que eu estou acima de algo que aconteceu há 13 anos.

Vamos seguir em frente, já passou da hora. Eu superei.

Meu corpo me empodera. Minha sexualidade me empodera. Sentir-me confortável na minha pele me empodera. Mostrar ao mundo minhas falhas e não ter medo do que vão dizer sobre mim me empodera. E espero que através dessa plataforma a qual tenho acesso, possa incentivar o mesmo empoderamento a garotas e mulheres por todo o mundo.

Meu marido, é solidário e me apoia tanto que me fez renovar a minha autoconfiança. Ele me permite que seja eu mesma e me ama incondicionalmente.

Me sinto muito sortuda de ter crescido rodeada de mulheres fortes, decididas e independentes. As lições de vida que aprendi com as minhas irmãs, mãe e minha avó vou ensinar à minha filha. Eu quero que ela tenha orgulho de ser quem é. Quero que ela se sinta confortável em seu corpo. Não quero que ela cresça em um mundo onde ela é feita para se sentir diminuída por ter que lidar com tudo o que significa ser uma mulher.

Já é 2016. A vergonha do corpo e de parecer vulgar — já passou da hora de acabar. Eu não vou ter minha vida ditada pelos problemas que você tem com a minha sexualidade. Seja você mesmo e deixe que eu seja quem sou.

Eu sou mãe. Eu sou esposa, irmã, filha, empreendedora e tenho permissão para ser sexy.

#felizdiainternacionaldamulher

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss