back to top

Não, o sigilo da delação da Odebrecht não vai ser levantado "a qualquer momento"

Boato circulou em grupos de WhatsApp do mercado financeiro com base em informação verdadeiro, mas a partir de análise equivocada.

publicado

Se você é daqueles que acompanha cada passo da Lava Jato deve ter se deparado em algum grupo de WhatsApp ou em suas redes sociais com a seguinte informação:

A informação circulou em grupos de WhatsApp na tarde de quinta (9), principalmente ligados ao mercado financeiro.

Em primeiro lugar: calma! A coisa não funciona bem assim e o sigilo não vai ser derrubado por agora.

Vamos lá.

Os pedidos de inquérito ainda nem saíram da Procuradoria-Geral da República.

Eles podem chegar ao STF nesta sexta ou, no mais tardar, na semana que vem. Quando chegarem, todos estarão em sigilo.

Em vários deles o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedirá o fim do segredo.

O material, então, será analisado pelo relator da Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin.

A expectativa é que, entre 3 a 7 dias após o recebimento das peças, Fachin aceite os pedidos e levante os sigilos.

Aí, sim, os veículos de mídia receberão seus HDs com os trechos das delações que não mais estiverem sob sigilo.

Tudo o que a assessoria do STF fez ao pedir os HDs hoje foi organizar suas atividades internas e se preparar para quando os inquéritos tiverem o sigilo levantado.

Com tempo para se organizar, a corte quer entregar ao mesmo tempo, para todos os veículos, as delações após o fim do segredo de Justiça que hoje as encobre.

Sócio da DGBB, assessoria que divulgou o texto por volta das 17h30, Bernardo Brandão defende a decisão: "Até aquele momento, aquele era o cenário", disse ao BuzzFeed Brasil.

"Houve um reposicionamento da PGR", ele afirma, e cita como exemplo reportagens publicadas ontem à noite, como no jornal O Globo, dizendo que Janot necessitou adiar a divulgação.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at .

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.