back to top

Governo Temer tenta convencer relator Zveiter a fazer parecer sem mérito

Com medo de um relatório duro e pela continuidade da denúncia contra Temer, integrantes da base tenta convencer relator da CCJ a fazer parecer técnico sem tratar do mérito da ação.

publicado

Em situação difícil na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, integrantes do governo tentam convencer o relator da denúncia contra Michel Temer, Sergio Zveiter (PMDB-RJ), a fazer um parecer puramente técnico, sem ingressar no mérito das acusações.

A ideia de governistas é que o relatório somente avalie aspectos formais da denúncia, como sua tecnicidade e legalidade. Assim, só haveria uma votação para se dizer sim ou não ao prosseguimento da denúncia no plenário da Câmara.

Paralelamente ao trabalho de convencimento de Zveiter, a base também já traça cenários e ações para um possível atraso na análise da denúncia.

Além da possibilidade de dos debates se estenderem e o processo ficar para agosto, uma vez que a Câmara entra em recesso no dia 17, a REDE enviou ao Supremo um pedido para que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, seja ouvido pela CCJ.

Se o pedido for deferido, invariavelmente haverá atrasos na votação. Nesse cenário, integrantes da base dizem que aproveitariam o calendário esticado e tentariam aguardar a segunda denúncia contra Temer que deve ser apresentada por Janot em agosto.

Com isso, tentariam fazer uma votação conjunta, evitando dois desgastes consecutivos.

Apesar do trabalho da base, a situação hoje não é boa para o governo na CCJ, que gostaria de ter uma vitória expressiva na Comissão, com 40 votos, mas tem mesmo é lutado para manter os cerca de 35 que acredita possuir.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Got a confidential tip? Submit it here.