back to top

FHC diz que já foi a coffee shop na Holanda para ver como funcionava

Em palestra no STJ, ex-presidente defendeu a descriminalização da maconha e disse que Bill Clinton está arrependido de ter apoiado guerra às drogas.

publicado

Partidário da descriminalização da maconha, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso falou de tudo numa palestra no STJ (Superior Tribunal de Justiça) nesta quarta (26).

Alguns trechos:

PSDB

Não, a maconha não é o degrau para outras drogas.

Segundo ele, muita gente fuma baseado durante um período de suas vidas e depois para. Então, qual é o degrau? Para FHC, quem leva o usuário a drogas mais fortes é o traficante.

O ex-presidente disse algo na linha de que a maconha relaxa, a cocaína deixa as pessoas mais agressivas e a heroína é como se fosse uma "super maconha".

PSDB

Bill Clinton se arrependeu da guerra contra as drogas.

FHC disse que até hoje mantém laços de amizade com Bill Clinton e que ele se arrepende amargamente de ter usado unicamente a guerra para tratar o problema das drogas enquanto foi presidente dos Estados Unidos.

O coffee shop holandês.

O ex-presidente disse ter horror a maconha e a cigarro. Mas revelou que numa das visitas à Holanda foi a um coffee shop para dar uma sacada em como as coisas aconteciam por lá.

PSDB

Como a droga já é livre no Brasil na prática, descriminalizar a maconha vai tirar dinheiro do tráfico.

Para FHC, a proibição e tentativa de erradicação falhou. Segundo ele, a droga já é livre no Brasil, nas mãos dos traficantes, nas esquinas das escolas e mesmo dentro dos presídios.

Por isso, é preciso descriminalizar a maconha, regular seu mercado e tirar dinheiro dos traficantes para que o Estado brasileiro possa retomar territórios que hoje estão nas mãos do crime organizado, como as favelas e os presídios.

Judiciário fazer o trabalho que Congresso não faz.

Fernando Henrique disse que há uma ideia muito forte de que quem defende formas alternativas à prisão no caso de drogas perde votos no Brasil. Por isso, ele defendeu que o Judiciário tenha ousadia e seja a vanguarda no tema, prendendo traficantes do crime organizado mas evitando detenção de usuários. Para ele, uma solução boa foi a adotada em seu governo contra o tabaco, com campanhas e regulamentação de lugares para a compra e uso do tabaco. Segundo ele, isso reduziu drasticamente o consumo nos últimos anos.

Criminalização das drogas afasta usuário do tratamento.

Em sua palestra, FHC fez questão de dizer que todas as drogas fazem mal. Mas, diferente do álcool e tabaco, a criminalização das demais cria um outro grande problema. Ela afasta o usuário de possibilidades de tratamento.

Já gravei com Peter Gabriel.

Provocando um dos ministros do STJ que já foi roqueiro na juventude, FHC aproveitou para tirar uma onda. Disse que já gravou um um backing vocal numa das canções do músico e ativista inglês Peter Gabriel.

E, por fim…

FHC disse que o tema é complexo é não há solução pronta, mas é preciso ousadia experimental e que a discussão tem de ser feita dentro das casas, em locais de trabalho e em espaços públicos acompanhada de medidas alternativas práticas na execução de novas políticas para que o país possa, com o trem andando, descobrir o rumo mais adequado para o problema das drogas no país. Foi muito aplaudido.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.