back to top

Cristovam quer prévias contra Luciano Huck: "Se PPS busca popularidade, melhor se aliar a Lula ou Bolsonaro"

A fala do senador é uma crítica ao presidente do partido, que defende que o candidato do PPS ao Planalto seja aquele com maior chance de vitória.

publicado

Tentando viabilizar seu nome para a disputa à Presidência da República, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) está preocupado com uma possível imposição do nome de Luciano Huck caso o apresentador resolva se filiar a seu partido.

Cristovam disse ao BuzzFeed News que, havendo mais de um interessado, gostaria que o PPS realizasse prévias para a escolha do candidato ao Palácio do Planalto.

“[Se o partido] busca só popularidade, melhor seria se aliar ao Lula, quem tem popularidade. Ou ao [deputado Jair] Bolsonaro, embora não imagine o PPS se aliando ao Bolsonaro", disse Cristovam. "E digo que gostaria de prévias, pois não sou de fazer imposições ao partido”, afirmou o senador.

O senador ainda comentou que, além dele mesmo, há na sigla nomes como o do ministro da Defesa, Raul Jungmann.

Para Cristovam, o fato de Jungmann estar com sua imagem associada à segurança é algo benéfico numa corrida presidencial em que esse será um dos temas mais importantes.

ROBERTO FREIRE

A fala de Cristovam, mesmo sem uma menção nominal, é uma crítica ao presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP).

É ele que está à frente das articulações para a entrada de Huck no PPS com a garantia de que disputará a presidência.

Na última quarta-feira, Freire disse ao BuzzFeed News que o candidato do partido deve ser aquele que tiver maior chance de vitória, não sendo possível fazer a escolha a partir de desejos individuais de disputa.

Pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos apontou que a aprovação ao nome de Huck subiu 17 pontos percentuais desde setembro, passando de 43% para 60%.

Ao falar sobre prévias, Cristovam também fez elogios a Luciano Huck. Disse ser muito positivo para o cenário o ingresso de um jovem já realizado profissional e financeiramente na política. Não deixou, no entanto, de alfinetar o apresentador.

"Cada um tem que ter as propostas e buscar votos, e não ter a popularidade e depois buscar uma bandeira.”

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at .

Got a confidential tip? Submit it here.

Em parceria com