back to top

Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht

Material será enviado ainda hoje para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

publicado

Após passar o fim de semana trabalhando, a presidente do STF, Cármen Lúcia, homologou 77 delações de executivos da Odebrecht.

A ministra, no entanto, não derrubou o sigilo do material.

O ato dá validade aos acordos de colaboração e as informações poderão ser usadas para aberturas de inquéritos e apresentação de denúncias contra os delatados.

Feita a homologação, Cármen enviará ainda hoje o material para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Ele decidirá o que será usado contra políticos que detém foro privilegiado e deverá enviar para as instâncias inferiores da Justiça as delações que não envolvem deputados federais, senadores ou ministros.

VEJA TAMBÉM

Quem é quem e o que recebeu na lista de codinomes da Odebrecht

Delator da Odebrecht diz que dinheiro vivo foi entregue em escritório de amigo de Temer

Delator da Odebrecht diz que deu R$ 100 mil para Rodrigo Maia pagar dívidas de campanha

Jucá centralizou recebimento de R$ 22 mi para ele, Renan e Eunício, diz delator

Geddel ganhou relógio de R$ 85 mil da Odebrecht e dinheiro para liberar obras, diz delator


Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at .

Got a confidential tip? Submit it here.

Em parceria com