“Aviso aos criminosos que não sairão impunes”, diz Temer após entrevista de Joesley

Sem citar JBS, presidente faz vídeo dizendo que cortou práticas que permitiam criminosos crescerem à sombra de ilícitos e de dinheiro público.

publicado

Depois de ser acusado pelo empresário Joesley Batista de ser o chefe da mais perigosa organização criminosa do país, o presidente Michel Temer aproveitou sua viagem à Rússia para gravar um vídeo divulgando feitos de seu governo e, claro, fazer ataques ao dono da JBS.

No pronunciamento, mesmo dizendo que não pratica retaliações, Temer afirma que criminosos não sairão impunes e que devem pagar por seus atos. O vídeo foi divulgado na tarde desta segunda-feira (19).

(AI) Presidente Michel Temer diz que o governo cortou práticas ilícitas que beneficiavam poucas empresas. Veja o ví… https://t.co/zRBXV93JcB

Numa referência à JBS, Temer ainda disse que seu governo acabou com práticas que permitiam empresas crescerem cometendo atos ilícitos e sob financiamento do dinheiro público.

Segundo ele, muitos não gostaram disso e hoje usam a delação premiada para justificar crimes e evitar punições.

"Acabamos com os favores que privilegiavam apenas algumas poucas empresas.

Cortamos as práticas que permitiam a criminosos crescer à sombra dos ilícitos e do dinheiro público jorrado sem limite e com juros camaradas. E muita gente não gostou disso. Já está claro o roteiro que criaram para justificar seus crimes: apontam o dedo para outros tentando fugir da punição.

Aviso aos criminosos que não sairão impunes. Pagarão o que devem e serão responsabilizados pelos seus ilícitos. As Instituições brasileiras são fortes, conquista de todos nós. Fortes porque se sustentam na harmonia e na independência entre os poderes, tal como foi inscrito na Constituição de 1988. É preciso mantê-las para que se realize o desejo de todos: um Brasil pacificado, justo e próspero. Não pratico retaliações. Por tradição e formação, acredito na Justiça.”

PROCESSOS

Nesta segunda-feira advogados do presidente ainda apresentaram duas ações na Justiça contra Joesley Batista.

Numa delas, pede indenização por danos morais e quer que o dinheiro — no caso de uma vitória — seja revertido a uma instituição de caridade.

Noutra, no campo criminal, pede a punição de Joesley pelos crimes de calúnia, injúria, difamação e crime contra sua honra.

Veja também:

Temer diz que vai processar Joesley por causa de "mentiras em série"

Essas são principais acusações que Joesley fez contra Temer & Cia

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.