back to top

26 coisas que as pessoas LGBT realmente gostariam de ouvir após o massacre de Orlando

"Eu estou de luto com você, me importo contigo e quero que saiba que você não está sozinha."

publicado

Nós recentemente perguntamos aos membros LGBT do Buzzfeed Community o que eles gostariam de ouvir e quais coisas boas eles escutaram de pessoas héteros que fazem parte de suas vidas após a tragédia na balada GLBT em Orlando.

Aqui está o que eles disseram.

1. Nos dê a garantia de que estamos seguros com você.

"Minha mãe chorou comigo, ouviu os meus medos e me garantiu que eu estava em segurança e que a nossa casa era um refúgio seguro para mim. Eu acho que as pessoas realmente precisam perguntar aos seus amigos LGBT como eles estão e ouvi-los. Pergunte a eles se há algo que você pode fazer e tente criar um espaço seguro para eles contarem seus medos."

—Mello Abby Marvin, Facebook

2. Apenas diga a nós que você nos ama.

Mollie Shafer-Schweig / BuzzFeed

"Uma amiga minha hétero entrou em contato e disse que me amava, e que ela não conseguia entender por que as pessoas eram tão cruéis. Um outro amigo me ligou depois que eu lhe disse que estava com medo e confuso após o tiroteio. Ele só queria saber se estava tudo bem comigo.

Entre em contato e deixe as outras pessoas saberem que você estará lá para ajudá-los sempre. Seja um ombro amigo onde as pessoas possam chorar e confiar. Seja humano."

—Iván Torres, Facebook

3. Mande um mensagem para a gente no Facebook e nos diga que você está de luto conosco.

"Minha professora do colégio me enviou uma mensagem através do Facebook e parte dela dizia, 'Eu estou de luto com você, me importo contigo e quero que saiba que você não está sozinha'. É claro que eu gostaria que mais pessoas se pronunciassem e fossem compreensivas no momento, porém receber esta mensagem de uma professora de uma cidadezinha rural e conservadora do Kentucky teve um enorme significado para mim."

—Leah Beth Dublin, Facebook

Publicidade

4. "Diga para a gente que você irá educar seus filhos independente de quais sejam suas crenças. Todos nós sabemos que tudo aconteceu por acusa da homofobia, mas nós podemos prevenir isso."

Diandl23

5. Não tente nos convencer que isso tudo é culpa do "terrorismo islâmico".

"Não me diga que tudo está bem, não tente me convencer disto porque o atirador era afiliado ao ISIS, isso não diminui o fato de ser um crime de ódio contra a comunidade gay. Não adote o termos 'terrorismo islâmico'. As pessoas associadas ao ISIS estão muito distantes de serem muçulmanas na essência da palavra. Honestamente, com tudo que anda acontecendo, eu gostaria que nos focássemos em fazer com que os muçulmanos deste país se sentissem menos isolados e sob ataque.

Por favor, tentem fazer o que estiver ao seu alcance para promover a anti-violência e a tolerância às pessoas diferentes de nós."

—Rheana, Facebook

7. Nos envie uma mensagem de texto dizendo "eu amo você".

"Meu pai enviou uma mensagem simples dizendo, 'Eu te amo, querida'. Isto aqueceu e partiu meu coração ao mesmo tempo.

Lembre os seus amigos LGBT que eles são dignos, que você reconhece que isto não é apenas outro tiroteio em massa e sim um enorme crime de ódioe que você os apoia."

—Molly Jane Sisson, Facebook

Publicidade

8. Nos prometa que você irá se manifestar contra a homofobia e a transfobia.

"Eu PRECISO de aliados héteros que prometam que irão erradicar e invalidar qualquer caso de homofobia e transfobia que encontrarem pela frente. Eles precisam saber que o silêncio apenas dá validade ao sentimento homofóbico das pessoas e nunca se sabe quando isso pode se tornar violento. Nós podemos acabar com a violência contra grupos marginalizados ao acabar com suas fontes em todas as ocorrências."

—Cody Sanders, Facebook

9. Estenda sua mão para nos dizer que merecemos seu apoio.

"Eu tive muitos amigos e colegas de trabalho que me estenderam a mão e foi incrível — isso mesmo — que eles tenham entendido que embora eu não estivesse diretamente envolvido ou impactado, o fato de eu fazer parte de uma comunidade atingida fez com que eu merecesse o apoio deles. Isto significou muito para mim."

—Aidan Prince, Facebook

10. Diga que vocês irão nos proteger.

"Eu gostaria que as pessoas me dissessem que eu estou protegida. Eu lido com bullying e discriminação pelo fato de ser bissexual, portanto uma nova forma de abuso é algo com o qual eu não conseguiria lidar. O fato de eu ser bissexual nunca foi realmente aceito, portanto saber que eu tenho alguém me protegendo quando coisas como essa acontecem significa muito para mim."

—Mallory Mason, Facebook

11. Faça com que gente saiba que mesmo que não possa encontrar as palavras certas, você está pensando na gente.

Mollie Shafer-Schweig / BuzzFeed

"Minha tia me enviou isto: 'Eu só gostaria que soubesse que eu estou pensando em você lhe enviando um abraço virtual! Bjs', junto com um vídeo de minha prima de 2 anos me dizendo que me ama.

A mãe de uma das minhas amigas mais próximas, que é como se fosse uma segunda mãe para mim, me enviou o seguinte: 'Estou lhe enviando amor, Lydia, enquanto todos nós processamos o ataque horrível que ocorreu em Orlando essa semana. O amor é um tempo, o amor é a lei suprema. Se cuide, querida. Bjs'.

Uma mulher da minha igreja me enviou isto: 'Oi Lydia, Não consigo encontrar as palavras certas... não há palavras. Apenas 'Me desculpe'. Desculpa por este mundo estar uma bagunça. Desculpa, desculpa, desculpa, desculpa...'

E outra mulher da qual sou amiga no Facebook mas que mal conheço me enviou o seguinte: 'Oi Lydia. Eu só quero que você saiba que eu estou lhe pondo em minhas orações e no meu coração. Me entristece profundamente saber que meus amigos LGBT estão enfrentando um momento tão grande de dor'.

Meu irmão com o qual eu quase nunca falo me ligou assim que ele soube e minha irmã fez o mesmo. Eu sou muito grata por ter pessoas em minha vida que fazem questão de me estenderem a mão neste momento.

Muitos de meus outros amigos LGBT não receberam coisas como esta e eu sou muito grata por meus amigos e minha família estarem aqui para me apoiarem. Eu amo eles demais."

—Lydia Keesmaat-Walsh, Facebook

Publicidade

12. "Eu quero ouvir que está tudo bem sentir muito por meus irmãos e irmãs que foram mortos, que ser bissexual não faz com que eu pertença à comunidade pela metade."

—Ariel Silberman, Facebook

13. "Admita que você não consegue entender plenamente o quão doloroso isto é para a comunidade LGBT."

"Mas não invalide nossas identidades ou sentimentos durante o processo."

christinek42b37a2c1

14. Não nos pressione para termos uma certa reação.

"Eu quero que meus amigos entendam que isso está me afetando de uma forma da que está atingindo eles. Eu venho passando um tempo com os meus pais e eles não tocaram no assunto em nenhum momento. Eles estão me pressionando para ir nas vigílias e outras coisas, mas não me perguntaram como estou me sentindo em relação a isso.

Eu também quero que meus amigos entendam como é ter que se assumir várias vezes. Muitos dos meus amigos pensam que assim que se sai do armário para a família e os amigos, tudo está resolvido. Eu não tenho que me esconder mais. Eles não entendem que eu tenho que me assumir de novo cada vez que eu inicio um novo emprego ou conheço uma pessoa nova. E apenas o fato de perguntarem se eu preciso de ajuda ou terem o conhecimento de que isso será difícil para mim, já seria bem legal."

evanneh

15. Nos diga que você também está horrorizado.

Drew Angerer / Getty Images

“Eu quero ouvir que eles também estão chocados e horrorizados. Eu quero que meus amigos heterossexuais estendam a mão para mim, reconheçam o que aconteceu e me digam que me apoiam. Eu gostaria de ouvir que isso não será esquecido e que mudanças irão ocorrer.”

emmagreen

Publicidade

16. Reconheça que você pode ter demorado um tempo para se manifestar, mas agora que já fez, nós somos amados.

"Meu melhor amigo me mandou isto e foi ótimo:

'Ei, eu me dei conta que eu nunca disse isto.

Eu sinto muito pelo o que você e sua comunidade estão passando hoje e todos os dias. Só gostaria de lembrá-lo que você é amado. Feliz semana do Orgulho LGBT'."

m401d50d45

17. Pergunte se nos sentimos seguros e diga que aqui é o nosso lugar.

"Eu quero ouvir mais do que o vago chavão de que você está orando pelas vítimas da tragédia. Quero que você me pergunte se eu me sinto seguro. Eu quero que você me pergunte como me sinto quando pessoas protestando na parada lhe dizem que 'bichas devem ser feridas' e em seguida, um crime de ódio terrorista tem como alvo uma balada gay em um sábado à noite de celebração. Quero ser informado de que todas as medidas estão sendo tomadas para prevenir esta tragédia no futuro. Quero que me digam que os cidadãos LGBT tenham seus lugares em suas casas, banheiro e entre nossos representantes eleitos."

ericfletcherp

18. Se ofereça para ir à Parada Gay conosco.

"Um de meus melhores amigos (hétero) se ofereceu para ir à parada LGBT comigo. Mesmo que eu não vá pois minha mãe fica muito preocupada para me deixar ir, este gesto significou muito para mim."

kathrynlovescats

19. Que você saiba que isto foi um ataque às pessoas LGBT durante o mês do Orgulho na noite Latina, em um dos nossos lugares seguros e que você tente ser um melhor amigo.

Mollie Shafer-Schweig / BuzzFeed

“Eu quero que as pessoas de fora do nosso meio ouçam isso: A Pulse foi atacada porque era um espaço LGBT. Não foi um 'ataque contra a América' e não foi um ataque a todos vocês. Foi um ataque às pessoas LGBT, na noite Latina, durante o mês do orgulho LGBT. Isso está muito claro, mesmo que você não pense nada de mais ou se você tiver outras ideias sobre as motivações.

Não fale conosco sobre o que pensa em relação ao tiroteio ou questões LGBT. Não queremos ouvi-lo. Estamos cansados de ouvir você. Estamos cansados. Estamos feridos. Nossos espaços seguros não parecem mais seguros agora. Queremos ouvi-lo dizer que sente muito. Saber que você fará melhor. Que você vai lutar contra as sementes da homofobia quando você se deparar com elas. Que você não pode 'discordar' com os nossos 'estilos de vida' e fingir que nos ama ou se preocupa com nossas vidas ao mesmo tempo. Pois essas são as sementes que se transformam em medo, ódio e violência.

Queremos que nos veja como pessoas, e se conseguir, queremos que seja amigo de verdade e seja nossa voz quando não pudermos falar.

Acima de tudo, queremos que você não nos silencie. Especialmente agora, quando as nossas vozes falham, nossas mãos tremem e o mundo parece um lugar mais feio do que nunca.”

—Alexander Millard, Facebook

Publicidade

20. Que você nos ajudará a colocar as mudanças em prática.

"Eu não quero que eles coloquem fotos com filtros no Facebook, eu não quero seus posts falando 'LoveWins' no Twitter. Eu quero que eles ajam, pois eles têm o poder para agir. Eles podem nos ajudar a colocar a mudança em prática. Eu não quero suas palavras vazias: Eu quero suas ações. É para isso que servem os aliados."

Mercutio

21. "Eu quero ouvir que isso não é algo que eles esquecerão após um mês."

"Pois nós não podemos nos dar ao luxo de esquecer."

carolynb4f64be069

22. Pergunte a nós o que você pode fazer para que possamos nos sentir seguros e amados. E estenda seu apoio aos muçulmanos.

Andrew Ward / BuzzFeed

"Eu não entendo como você deve estar se sentindo, mas o que eu posso fazer para que você se sinta seguro e amado?

E ainda: Eu estendo o meu amor e apoio no momento para a comunidade muçulmana. Agora é um momento de tristeza e união, para que não se culpe qualquer grupo pelos atos de uma única pessoal. Eu não consigo imaginar como é difícil conviver com este preconceito horrível se espalhando em muitas partes do país. Desejo amor e segurança a todos neste momento, e espero que esta tragédia nos faça refletir verdadeiramente como país e nos torne unidos."

—Amelia Perez, Facebook

23. Que você não irá usar esta tragédia para ser islamofóbico.

"Eu quero ouvir solidariedade, união e discussão sobre por que temos tanta homofobia e ódio institucionalizados e reforçados pela sociedade. Vamos ter aquela discussão sobre como alterar e corrigir essas coisas; Eu não quero ouvir sobre islamofobia, eu não quero ouvir falar sobre armas e eu não quero ouvir que este foi um ataque à 'América'. Em primeiro lugar este foi um ataque contra os nossos espaços seguros, respeite a vida das lindas pessoas que se foram, respeite a nossa comunidade e não use nossa tragédia para suas próprias agendas políticas."

epichallow

Publicidade

24. Nos diga que você estará ao nosso lado para combater a injustiça.

"Eu desejo que nossos amigos nos contem que sabem o quão complicada é esta situação e que isto é tão errado quanto qualquer outro tiroteio em massa. Que eles saibam o porquê de temermos por nossas vidas e o motivo pelo qual é tão difícil se assumir, mesmo que seja para uma pessoa estranha. Eu queria que nos dissessem que tudo isso vai melhorar e deixar de acontecer com 100% de certeza. Eu queria que dissessem que estamos todos juntos aqui para combater a injustiça e que estão ao nosso lado não importa o que aconteça, nos bons e maus momentos."

cyannreneee

25. "Eu estou ao seu lado. Eu tenho orgulho de você. Você é corajoso. Você é amado."

TheRose25

26. Qualquer coisa, para falar a verdade.

David Mcnew / Getty Images

“Eu tenho orgulho de ser bissexual/pansexual/omnisexual, mas não tenho orgulho de ser humano quando coisas como essas acontecem.

Ninguém disse nada para mim, quase todo mundo está muito assustado para falar sobre isso (no meu meio LGBT), na minha família e no meu grupo. Apenas ouvir algo já seria bom.”

—Erika Drewke, Facebook

Quer fazer parte de posts semelhantes no BuzzFeed? Siga o BuzzFeed Community no Facebook e no Twitter!