back to top

14 coisas que motoristas de Uber gostariam que você soubesse

A água e o terno não são obrigatórios.

publicado

Conversamos com cinco motoristas que estão prestando serviços para a Uber e eles nos contaram alguns detalhes sobre os serviços.

1. A empresa não fornece os carros.

Os veículos são sempre de propriedade do motorista. Na categoria Uber X, os modelos têm de ser no máximo até do ano 2008, enquanto que para trabalhar como Uber Black você não pode ter um carro de cor semelhante ao de táxis locais (branco, no caso de São Paulo, ou amarelo, no Rio).

Publicidade

2. Todos os motoristas passam por avaliação psicológica.

Reprodução / Via Universal Studios

Assim que se cadastram para a vaga, os candidatos fazem um cursinho que dura cerca de três horas, depois passam por uma entrevista com um psicólogo e, caso sejam aprovados, têm de apresentar documentação de antecedentes criminais de nível federal, estadual e municipal.

3. Os motoristas do Uber não sabem seu destino até o momento em que você entra no carro.

Twitter: @Bas_Lemmens_

Isso para evitar que “escolham” corridas consideradas mais baratas -- uma reclamação relativamente comum em relação aos taxistas de algumas praças.

4. A Uber não paga nada aos motoristas além do valor das corridas.

instagram.com

Todos os custos com relação à manutenção do veículo e gasolina são por conta dos próprios motoristas. Isto acontece para que as corridas tenham um valor considerado mais competitivo.

6. Os pagamentos são feitos apenas com cartão de crédito por motivos de segurança.

Twitter: @gazetadopovo

Os motoristas não circulam com dinheiro -- eles recebem uma vez por semana o valor líquido relativo à semana anterior, já com os descontos das taxas cobradas pela Uber.

Publicidade

7. Os motoristas não têm acesso ao número do seu telefone em momento algum.

Raphael Evangelista / BuzzFeed Brasil

Caso você ou seu motorista precisem se falar, há dentro do app um recurso que permite ligações gratuitas. A ligação é para a Uber e automaticamente transferida para o celular do motorista, que recebe a chamada de “Número Privado”. O mesmo acontece se o motorista te ligar.

8. A Uber envia periodicamente mensagens, e-mails e SMS de alertas ou dicas para os motoristas.

Twitter: @metropolesDF

Nessas mensagens eles avisam sobre concentrações de taxistas em eventos, de rotas a serem evitadas, avisos internos sobre treinamentos próximos e dicas de práticas para otimizar o atendimento.

9. Há uma recomendação na política da empresa para que os motoristas não entrem em confronto com taxistas.

Twitter: @9ctor

Em caso de hostilidade, a recomendação é para que "não revidem as agressões e que tentem sair do local o quanto antes".

10. Existem diversos grupos de WhatsApp formados por motoristas do Uber. Eles repassam informações, esclarecimentos e, é claro, piadas.

Twitter: @Brtihseno

Os motoristas criaram uma rede para se manterem informados do que está acontecendo na cidade. Mas como todo bom grupo do WhatsApp, nestes também circulam piadas e imagens engraçadas -- inclusive sobre taxistas.

11. Motoristas que têm avaliação baixa pelos usuários acabam perdendo o direito de trabalhar através do aplicativo.

newsroom.uber.com

Todos têm de se manter num padrão mínimo de 4,7 estrelas. Caso obtenham consistentemente uma avaliação abaixo deste nível, correm o risco de ficar temporariamente suspensos.

Publicidade

12. As balas e a água que são distribuidos não são itens obrigatórios.

Twitter: @poxaduduh

Apesar de terem virado uma espécie de cartão de visitas da Uber, estes itens não são obrigatórios, mas apenas uma recomendação da empresa -- assim como o uso de terno e gravata.

13. Muitos taxistas estão migrando para a Uber.

Twitter: @CCzarss

De acordo com os entrevistados, os taxistas que aparecem na mídia brigando com carros da Uber são aqueles que representam algum frotista ou sindicato e se sentem lesados pela competição com o serviço.

Os taxistas que mudam para a Uber não precisam pagar de R$ 200 a R$ 300 pelo aluguel do táxi, por exemplo.

14. Existem seguros para os passageiros em caso de algum acidente envolvendo carros franqueados pela Uber.

Facebook: uberbr

A Uber tem uma franquia para segurar o passageiro em caso de acidentes acontecidos em corridas chamadas pelo app. A informação está disponível em detalhes no site oficial da empresa.

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss