back to top

Público do "BBB" critica Globo após Marcos continuar no programa

Com direito à hashtag #GloboApoiaViolência pela falta de punição à Marcos e por jogar a responsabilidade na mão da Emily.

publicado

E até Mayla, a irmã gêmea de Emily, se posicionou sobre a questão no Twitter, ainda durante o dia no domingo (9).

Quero deixar claro para todos, meu pai está em contato com a produção. Chegou no limite. Estamos devastados com tudo que vimos

Publicidade

A impressão geral do público foi essa:

se com um video feito por trocentas cameras vcs ainda tão questionando a agressão imagina quando a mina chega sozinha contando? ¯\_(ツ)_/¯

Então, logo no início do programa de domingo à noite, quando todo mundo esperava um posicionamento da Globo à altura do que rolou na casa, Tiago Leifert começou dizendo que ele e a Globo estavam "preocupados" com os acontecimentos.

globoplay.globo.com

Leifert disse que "foi ontem uma noite muito difícil para nós aqui e acredito que pra vocês que acompanham pelo pay-per-view e pela internet também. Foi uma madrugada pior. Foi uma manhã muito, muito tensa. As primeiras horas da manhã foram complicadas para nós. Depois a tarde acalmou, mas a gente precisa mostrar pra vocês o que aconteceu cronologicamente".

E entrou o VT com todos os acontecimentos que já haviam sido discutidos durante o dia todo pela internet. Foi pesado, e nem teve tudo: este trecho em especial ficou de fora e na mesma hora chamou a atenção das redes:

Cortaram essa parte da edição, mas eu mostro pra vocês!! #BBB17

Na volta do VT de aproximadamente 20 minutos com o resumo da história, Leifert deixou claro que o programa seguiria normalmente. Falou ainda que Emily, caso se sinta ameaçada, poderia procurar a produção do programa.

Reprodução

"O Big Brother tá preparado para interferir e proteger os participantes. Mesmo assim, hoje, no início da noite, conversamos separadamente com Emily e Marcos. Conversamos primeiro com o Marcos, que foi alertado sobre seu comportamento e sobre as regras do programa. Depois a gente falou com a Emily e a gente reforçou o que é óbvio: ela pode e deve procurar a produção do programa a qualquer momento para denúncias e reclamações", disse o apresentador.

Após a conversa com a produção, Emily ficou visivelmente chateada e confusa.

globoplay.globo.com

“Aconteceram coisas graves, coisas para as quais eu fecho os olhos sempre”, disse Emily para Marcos. Ele respondeu: "foi muita briga ontem. Acho que o álcool influencia. Não é desculpa, mas eu acho que acaba influenciando, sim.”

Publicidade

E a escolha da Globo de deixar com a Emily a decisão de pedir ajuda ou denunciar Marcos foi bastante criticada.

Globo foi covarde ao deixar responsabilidade na mão de Emilly #BBB17 --> https://t.co/uj03breLGp

Afinal, as imagens e os acontecimentos deveriam falar por si só.

Mas ficou pior: quando chegou o momento da eliminação, esperava-se que Marcos fosse eliminado após todos os episódios de violência que ele protagonizou. Mas "por decisão do público, quem sai hoje da casa é a Marinalva", informou Tiago.

O que revoltou muita gente:

Eu simplesmente desisto desse #BBB17 que vergonha desse Brasil e dessa produção ridícula que permite agressores na casa

voces que votam pro marcos ficar………. ces tao assistindo o mesmo programa que eu??? #BBB17

Esse BBB deixou de ser entretenimento há muito tempo. Aliás, essa edição não entreteu. Só fez mal mesmo. A pior edição da história. #BBB17

Publicidade

Inclusive Marinalva, que tuitou isso aqui:

Isso nao foi uma eliminção, foi um livramento! isso virou uma palhaçada. #BBB17

Na manhã de hoje (10), uma hashtag tomou conta de boa parte da manhã no Twitter, a #GloboApoiaViolência, com reações contra a permanência de Marcos na casa.

Como já disse a Rihanna: "Nunca subestime a habilidade de um homem de te fazer sentir culpada pelos erros dele"… https://t.co/dCEm2AwFpn

Com muita gente criticando a postura da empresa.

a globo com a situação da emily e do marcos #GloboApoiaViolência #BBB17

Após a repercussão, a delegada Marcia Noeli Barreto, do Rio, abriu uma ocorrência. "A tortura psicológica que ele pratica é considerada violência doméstica, se enquadra na Lei Maria da Penha", disse.

‘BBB 17’: delegada determina investigação de briga entre Marcos e Emilly: ‘Violência doméstica’… https://t.co/QonFHc0JHW

Marcia Barreto é diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Rio (Deam).

Este post pode ser atualizado conforme acontecerem eventuais desdobramentos na história.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss