back to top

12 irmãos que demonstraram seu amor pelos caçulas através da ZOEIRA

"Brincava de esconde-esconde com minha irmã mais nova. Ela se escondia e nós íamos ver TV".

publicado

1. Novo visual.

"Meu irmão nasceu meio loirinho, daí eu pintei uma mecha azul nele quando ele tinha uns sete anos." - Cat Casagrandi

2. Chama um padre.

"Minha irmã tinha uns doze anos e MORRIA de medo do filme "O Exorcista". Eu me enfiei embaixo da cama dela antes dela deitar para dormir. Quando eu ouvi aquele suspiro de "DESCANSEI", levantei a cama com os pés! Ela quase teve um troço... Gritou TANTO que mesmo quando eu apareci e avisei que era eu, ela demorou para se acalmar. - Fernanda Gibran

3. Aula de economia.

"Meu irmão ganhava alguma nota de dinheiro e eu convencia ele que uma moeda valia mais." - Branca Lamas

FOX

4. Personal hair stylist.

"Quando eu tinha uns cinco anos inventei de cortar o cabelo da minha irmã mais nova. Ficou horrível e ela teve que usar touca por um bom tempo". - Bárbara Moraes

5. Brincadeira sadia.

"Minha irmã é cinco anos mais nova do que eu, mas SEMPRE apanhei dela. Um dia, quando éramos pequenas, lá pelos meus 11 anos, a gente tava de brincando no pátio de casa e ela pegou a vassoura pra bater em mim. Ela deu uma paulada na minha cabeça com o cabo da vassoura e eu, fazendo cena, comecei a chorar de mentirinha. Ela saiu correndo pro outro lado do pátio e eu peguei um pouco de catchup na cozinha e coloquei na mão. Fui atrás dela, mostrei a mão supostamente ensanguentada e falei "olha o que tu fez, guria, minha cabeça abriu". Ela começou a chorar igual doida e a pedir desculpas, e eu não me segurei e comecei a rir. Quando ela viu que era mentira, levei outra paulada..." -

Luana Arend

6. Já passamos dessa fase.

"Quando eu era criança, meus pais trabalhavam e me deixavam cuidando dos meus dois irmãos mais novos. Eu tinha o dever de levar e buscar eles na escola. Certa vez nós ganhamos um videogame e eu fiquei o DIA TODO jogando e esqueci de buscar o caçula no colégio. Só lembrei porque a diretora ligou em casa perguntando se ninguém ia buscar o guri. Até hoje meus pais não sabem dessa história". - Deise Evangelista

7. Campeã de esconde-esconde.

"Meu primo e eu brincávamos de esconde esconde com minha irmã 8 anos mais nova. Ela se escondia e nós íamos ver TV". - Debora Thais

8. Renato era chato.

"Quando meu irmão era pequeno, ele tinha medo do vento (!). Daí eu ficava cantando aquela música do Legião "é só o VENTO lá foraaaaa". - Branca Lamas

9. Você não merece!

"Na época em que prestei vestibulares meu irmão mais novo estava com 5/6 anos e ainda em alfabetização. Ele sempre adorou Harry Potter e queria receber uma cartinha quando chegasse a idade certa.

Enfim, chegou uma carta do ENEM pra mim e ele todo curioso veio perguntar o que era, e falei que era minha carta pra Hogwarts. Esse menino chorava DEMAIS! Falava que era muito injusto eu ser bruxa sendo que mal entendia as coisas. Tadinho, acreditou super". - Yolanda Cardoso

10. Não mexa com a minha "Maria do Bairro".

"Quando eu tinha uns onze anos e meu irmão sete, ele gostava daquelas novelas que passam no SBT. Uma vez, só pra perturbar, desliguei o registro de energia da casa enquanto passava o último capítulo da novela dele". - Thays Figueiredo

11. Zoeira delivery.

"Eu ficava com frequência com meu irmão e às vezes meu pai deixava dinheiro para o almoço. Em uma dessas ocasiões eu simplesmente precisava guardar o dinheiro para usar em dívidas da vida, mas ao mesmo tempo precisava pedir a comida, porque meu irmão é um baita dedo duro. Foi quando simplesmente fingi que liguei no restaurante e "pedi" para que entregassem macarrão. Eu fiz um miojo, taquei um monte queijo em cima e entreguei para meu irmão como se fosse a comida pedida no restaurante. Só que pra ele acreditar precisei fazer toda uma atuação que envolvia ir no portão, abrir, entrar em casa com uma vasilha de isopor que já tinha aqui e anunciar pra ele que a comida chegou". -Yago Mendes

12. Muito amor.

"Eu era a irmã mais velha vilã. Áries, né? Não deixava a coitada da minha irmãzinha fazer nada, brincar com nada que fosse meu. Quando chegava visita em casa e falava: "olha como ela é linda", eu já mandava: "pode levar pra sua casa. Tô doando". E vira e mexe eu perguntava pros meus pais: "por que vocês não jogam ela no lixo?". Eles respondiam que eu ainda ia aprender a amar minha irmãzinha". - Kathleen Kyra

Os depoimentos foram editados por questões de clareza e/ou tamanho.

Veja também:

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.