back to top

15 sentimentos que você tinha em relação ao seu bichinho virtual

Você cuidava mais dele do que de si mesmo.

publicado

Se você foi uma criança ou pré adolescente no final dos anos 90, com certeza se deparou com a febre de ter um bichinho virtual e com o misto de muitas emoções de criar um.

Ao contrário do mundo todo, você não era dono de um tamagotchi, mas sim da versão similar, o rakuraku dinokun (o famigerado "dinkie dino").
youtube.com

Ao contrário do mundo todo, você não era dono de um tamagotchi, mas sim da versão similar, o rakuraku dinokun (o famigerado "dinkie dino").

1. A felicidade de tirar esse lacrezinho debaixo dele para fazer seu filhote nascer!

2. E a mini ansiedade de esperar o "ovo chocar" para que ele finalmente pudesse ser amado por você.

Tudo bem que durava cerca de 10 segundos até ele finalmente começar. Mas era o suficiente.

3. A apreensão de ficar olhando toda hora para essa carinha fofa apenas para se certificar que ele não estava precisando de você.

Vai que apitou e você não ouviu?
youtube.com

Vai que apitou e você não ouviu?

4. O orgulho de ver seu bebê crescendo.

É a prova de que você esteve cuidando muito bem.
youtube.com

É a prova de que você esteve cuidando muito bem.

5. Sem contar a responsabilidade de escolha, como você pretende criar seu pequeno? Para ser um Tiranossauro, um triceratops ou um braquiossauro?

6. E isso culminava na indecisão na hora de escolher como alimentar corretamente seu bichinho.

7. O zelo de ficar observando sempre se seu pequeno dino está com a temperatura ideal ou no peso.

8. O cuidado de estar sempre olhando se você não deixou seu filhote com sede ou fome.

9. A falsa severidade de ver ele arrotando após comer ou beber.

É tão feio isso, filhote! (Mas tão fofo).
youtube.com

É tão feio isso, filhote! (Mas tão fofo).

10. A preocupação de fazer com que seu filhotinho fosse mais aplicado na escola.

11. A satisfação de brincar com seu pequeno e ver ele feliz.

12. A fofura extrema de ver ele dormindo.

"Aaaawn".

13. O incômodo de perceber que perto do final da vida, o seu bichinho se transformou num demoninho.

14. A alegria de acariciar (mesmo virtualmente) o seu pet, como faria com um real.

E sem parecer ridículo de acariciar os botões do joguinho.
br.pinterest.com

E sem parecer ridículo de acariciar os botões do joguinho.

15. A tristeza de perceber que um belo dia, ele não vai mais acordar. :(

O fim da vida chega para todos, infelizmente.
pixelor.de

O fim da vida chega para todos, infelizmente.

Mas aí era só começar tudo novamente com um bichinho novo!

Veja também: