back to top

Os comentários racistas destas rappers levantaram um debate sobre racismo no feminismo

"Ele é aquele cara que você vai encontrar saindo do camburão e você não sabe se entrega o telefone ou se tira a calcinha".

publicado

As rappers Lívia Cruz e Bárbara Sweet gravaram um vídeo fazendo comentários sobre o corpo e a aparência de vários rappers. Porém, o que elas disseram sobre DK e Lorde, do grupo ADL (Além da Loucura) chamou a atenção pelo teor racista.

Reprodução / YouTube

O vídeo foi publicado no vlog da Lívia em dezembro de 2017, mas a discussão só veio à tona agora.

Publicidade

O vídeo foi retirado do YouTube, mas aqui está um trecho:

Facebook: video.php

A publicação repercutiu negativamente entre muitas pessoas.

vergonha da livia cruz e barbara sweet, muita auto-estima da mulher branca achar que pode sair falando o que quer s… https://t.co/eDxmBmIPfX

Publicidade

Lembraram como mulheres brancas, apesar de sofrerem com o machismo, também podem ser opressoras, sendo racistas com homens negros.

As rappers - brancas - Livia Cruz e Barbara Sweet objetificando homens negros, num vlog de 18 minutos foi uma das p… https://t.co/wpgeI7Z3Iu

Muitas mulheres deixaram claro como esse tipo de feminismo não as representa.

Eu to chocada com Livia cruz e Barbara Sweet falando que quando vê homem preto não sabe se entrega a bolsa ou a cal… https://t.co/JAZ5cjlRXi

Lívia Cruz divulgou uma nota de posicionamento em que afirma que aprendeu da pior maneira que "combater machismo usando as mesmas armas opressoras que usam contra nós é ineficiente".

Facebook: Liviacruzoficial

Bárbara Sweet fez o mesmo, pediu desculpas pelo que disse e agradeceu a todas as pessoas que se manifestaram.

Facebook: barbara.sweet86
Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.