back to top

Cansada de ver sua filha ser excluída, empresária faz apelo a pais e mães de crianças brancas

"Ela se aproxima e todas as outras se agrupam. Ela chama e ninguém responde."

publicado

A empresária e influenciadora digital Ana Paula Xongani publicou em suas redes sociais um desabafo após presenciar sua filha de 4 anos ser rejeitada por um grupo de meninas brancas no parquinho do condomínio onde mora.

instagram.com

"É muito triste ver a sua filha sendo rejeitada. Mesmo antes de dizer 'olá', ela chega perto e todas correm. Ela se aproxima e todas as outras se agrupam. Ela chama e ninguém responde", diz um trecho do texto.

Facebook: anapaulaxongani

Como dá para ver na foto postada por Xongani, sua filha está brincando sozinha enquanto um grupo de meninas está no banco ao lado.

Logo depois disso acontecer, Xongani conta que chamou sua filha e disse a ela o quanto a acha linda e inteligente, além de lembrar que a ama. Porém, a empresária questiona como vai ser quando não estiver presente em outras situações do tipo.

instagram.com

Ana Paula também perguntou para a filha se as outras crianças não queriam brincar. Ela respondeu: "é sempre assim, mãe, mas eu não me importo, gosto de brincar sozinha".

Instagram: @anapaulaxongani

Apesar da resposta, a empresária questiona se a filha realmente gosta disso ou se essa é uma forma que encontrou para se proteger da solidão.

Publicidade

Xongani acredita que o episódio é um exemplo da solidão que mulheres negras vivem. Mesmo sendo um debate associado a mulheres adultas, ela explica que as meninas negras vivem isso desde a infância.

Reprodução / Ana Paula Xongani / Via youtube.com

Muitas mulheres negras se identificaram com o desabafo da Ana Paula.

Reprodução / Instagram / Via instagram.com

E contaram histórias semelhantes de seus filhos para mostrar como a solidão já os afeta desde cedo.

Reprodução / Instagram / Via instagram.com

O desabafo da Xongani relembrou o trauma vivido por algumas mulheres na infância.

Reprodução / Instagram / Via instagram.com
Publicidade

E como é importante o apoio de uma mãe em situações de racismo vividas até hoje.

Reprodução / Instagram / Via instagram.com

Ana Paula tem construído um mundo diferente para a sua filha e para a comunidade negra há muito tempo. No ateliê Xongani, ela conquistou um importante espaço de valorização da cultura afro no mundo da moda. Já em seu canal no YouTube, ela faz resenhas de livros infantis e traz reflexões sobre o universo da população negra.

instagram.com

Por isso, ela publicou um vídeo contando essa história e lembrando que as crianças não nascem racistas, mas aprendem a ser com os adultos. E fez um apelo para que TODAS as pessoas façam alguma coisa para mudar essa realidade. Veja o vídeo completo:

Veja este vídeo no YouTube

youtube.com

Veja também:

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.