back to top

9 mulheres héteros contam como foram suas experiências com outra mulher

"Acho que foi a primeira pessoa que transei e se preocupou realmente com o meu orgasmo."

publicado

Perguntamos para mulheres que se consideram hétero como foi a experiência de ficar com outra mulher. Eis algumas das histórias que recebemos.

Todos os relatos foram enviados de forma anônima e a participante declarava sua idade, gênero e orientação sexual.

Aviso: algumas dessas histórias são gráficas e NSFW.

1. "Somos melhores amigas até hoje e NUNCA tocamos no assunto."

instagram.com

"Uma vez estava na casa da minha melhor amiga, só nós duas de bobeira. Deitamos abraçadas e o clima foi esquentando. Nos beijamos, uma masturbou a outra e fizemos sexo oral. Depois que terminamos o ato, dormimos e no dia seguinte parecia que nada tinha acontecido. Somos melhores amigas até hoje e NUNCA tocamos no assunto."

– 21 anos/mulher/hétero

2. "Quando beijei a menina, foi incrivelmente gostoso. Fiquei muito excitada pela maciez da boca e delicadeza."

instagram.com

"Uma vez estava ficando com um cara que propôs um ménage com outra mulher. Fiquei curiosa pela experiência e topei. Quando beijei a menina, foi incrivelmente gostoso. Fiquei muito excitada pela maciez da boca e delicadeza. Beijo de mulher é viciante. Transamos os três, mas eu nunca vou me esquecer daquele beijo, beijaria ela por dias e dias seguidos."

– 21 anos/mulher/hétero

3. "Acho que foi a primeira pessoa que transei e se preocupou realmente com o meu orgasmo."

instagram.com

"Na verdade, foi uma curiosidade que eu e uma amiga tínhamos de como seria fazer sexo com alguém do mesmo sexo. Fui para a casa dela, tomamos um vinho, conversamos e de repente estávamos nos beijando e curtindo a experiência. Ficamos a noite toda nessa, o sexo foi ótimo, as duas tiveram prazer intenso e continuamos a amizade sem neura. Acho que foi a primeira pessoa que transei e se preocupou realmente com o meu orgasmo, que, para constar, foram quatro na noite adentro. Isso tem uns dois anos já, eu pensei que a experiência foi boa e repetimos outras vezes. Isso não abalou a amizade nem meu desejo pelo gênero masculino. Meninas que ainda têm dúvidas, experimentem."

– 26 anos/mulher/hétero

4. "Eu fiz oral nela com todo mundo nos olhando."

"Eu e meu namorado havíamos entrado recentemente para o meio do swing e também estávamos à procura de uma menina para realizar o famoso ménage. Um dia fomos convidados para uma festa desse meio, mas eu não estava a fim de ir. Porém, fomos por insistência dele. Chegando lá, estávamos muito tímidos porque não conhecíamos ninguém, mas algumas mulheres sentaram na nossa mesa e começamos a conversar. Da conversa passamos para as mãos no corpo e, depois que aumentaram a música, uma mulher se sentou numa cadeira no meio de todo mundo e abaixou sua calcinha. Então me chamaram para a minha "estreia" e eu fiz oral nela com todo mundo nos olhando (havia homens também). Acredito que se fosse só nós três teria sido muito mais prazeroso, mas dessa forma também não deixou de ser muito excitante."– 21 anos/mulher/hétero
Marcelo Monreal / Via zupi.com.br

"Eu e meu namorado havíamos entrado recentemente para o meio do swing e também estávamos à procura de uma menina para realizar o famoso ménage. Um dia fomos convidados para uma festa desse meio, mas eu não estava a fim de ir. Porém, fomos por insistência dele. Chegando lá, estávamos muito tímidos porque não conhecíamos ninguém, mas algumas mulheres sentaram na nossa mesa e começamos a conversar. Da conversa passamos para as mãos no corpo e, depois que aumentaram a música, uma mulher se sentou numa cadeira no meio de todo mundo e abaixou sua calcinha. Então me chamaram para a minha "estreia" e eu fiz oral nela com todo mundo nos olhando (havia homens também). Acredito que se fosse só nós três teria sido muito mais prazeroso, mas dessa forma também não deixou de ser muito excitante."

– 21 anos/mulher/hétero

5. "Ela me deu um prazer que nunca tinha sentido antes. Depois disso me afastei porque me senti culpada."

instagram.com

"Eu tinha 16 anos quando isso aconteceu. Tinha uma colega no ensino médio com quem eu sempre falava. Não sabia que ela era lésbica, até que ela cortou o cabelo curtinho, começou a usar roupas menos femininas e virou comentário no colégio. Foi quando comecei a olhá-la com outros olhos. Não sei se foi curiosidade ou se realmente sentia atração por ela.

Com o tempo, ela percebeu que eu estava na dela, começou a me tratar diferente e a me mandar mensagens. Até que me perguntou se eu teria coragem de ficar com outra mulher. No primeiro momento, fiquei com o pé atrás e me senti estranha por estar tendo essa conversa. Até porque sou cristã desde pequena e filha de pastores, achei que seria muito errado, mas com o tempo fui cedendo.

Um dia, quando estávamos sozinhas atrás da escola comendo goiaba, ela me beijou e eu deixei. A gente ficou só nos beijos por muito tempo, até que ela começou a gostar de mim e eu estava afim dela. Ela me pediu em namoro e eu não aceitei por medo. Minha irmã estudava no mesmo colégio e não poderia saber daquilo. Até que certo dia a gente foi fazer um trabalho na casa dela e ela estava só. A gente não ficava fazia um tempo e pensei que nada ia acontecer até que do nada a gente se beijou e acabou transando.

Foi muuuuito bom, ela me deu um prazer que nunca tinha sentido antes. Depois disso me afastei porque me senti culpada e a gente ficou mais na amizade. Ela até namorou uma menina na época. O ensino médio terminou e não nos vimos mais. Até hoje ela foi a única mulher com quem fiquei e senti interesse."

– 21 anos/mulher/hétero

6. "Foi bom, mas não acho que seja uma experiência a se repetir."

instagram.com

"Eu tinha essa curiosidade desde mais nova, não desejava outras mulheres, mas queria saber como era. Na escola, conheci uma menina que era bi e nos tornamos amigas. Apesar de na época ter vergonha de admitir que queria beijar uma mulher, eu compartilhei isso com ela. Eu tinha 17 anos e foi no banheiro de uma lanchonete, antes de entrar em uma balada. Eu e mais uns amigos estávamos fazendo um ‘esquenta’ e eu estava bêbada. Eu disse que queria ir ao banheiro e ela disse que iria comigo. Então ela disse que queria me beijar e eu simplesmente a beijei. Foi muito bom, o beijo e o momento em si, não me arrependo nem um pouco. Eu não beijei outra mulher desde então, nunca contei para nenhum amigo e quando perguntam se tenho vontade de beijar mulher, digo que não. Foi bom, mas não acho que seja uma experiência a se repetir."

– 19 anos/mulher/hétero

7. "Eu não me arrependi, mas me sinto culpada por ter feito isso e ter gostado."

instagram.com

"As primeiras vezes que fiquei com uma mulher eu era criança/pré-adolescente. Depois, adulta, eu estava muito muito, muito bêbada. E há uma semana, sóbria, aconteceu novamente. Foi na casa dela, depois de muito conversarmos sobre o assunto. Eu, infelizmente, fiquei muito mal depois. Eu gostei, mas me sinto culpada por ter gostado. Eu não consegui dormir por algumas noites. Enquanto eu era criança, não era levado a sério. Bêbada, também não. Mas sóbria? Eu não me arrependi, mas me sinto culpada por ter feito isso e ter gostado. Eu não sou bi, não sou lésbica e não quero ser. Não me considero homossexual."

– 24 anos/mulher/hétero

8. "Eu vejo pornô lésbico porque acho que há mais envolvimento do que pornô hétero, mas não penso em ter um relacionamento homossexual."

instagram.com

"Em 2016 estava bêbada num bar e beijei uma menina que tinha um ‘crush’ em mim por insistência da amiga dela. Durante o beijo, ficava pensando: ‘isso não é bom, eu não gosto, não gosto’. Em outra festa, uns meses depois, fiquei com uma menina novamente e durante o beijo pensava: ‘bem, não é disso que eu gosto’. Eu vejo pornô lésbico porque acho que há mais envolvimento do que pornô hétero, mas não penso em ter um relacionamento homossexual. No fim, acabei me convencendo que fazia isso pelo momento. Eu realmente não penso mais em ficar com mulheres."

– 23 anos/mulher/hétero

9. "Tenho um relacionamento hétero de anos, mas não descarto a possibilidade de conhecer uma outra mulher e me apaixonar."

instagram.com

"Fiquei com mulheres algumas vezes na vida. Algumas foram só beijos e com duas eu transei. Foi uma experiência natural e muito gostosa. Tanto eu como elas éramos inexperientes nesse assunto, mas deixamos rolar e foi ótimo. Tenho um relacionamento hétero de anos, mas não descarto a possibilidade de conhecer uma outra mulher e me apaixonar. Tenho uma queda bem forte por algumas lindas que conheci pela vida."

– 34 anos/mulher/hétero

Veja também: