back to top

9 maneiras de pessoas brancas apoiarem a luta contra o racismo

Afinal, o racismo não é um problema apenas dos negros.

publicado

1. Aprenda a ouvir quando o assunto for racismo.

Instagram: @flowersgiovani

Quando alguém estiver falando sobre uma situação de racismo que viveu, ouça. E mais: não diminua o que ela disse fazendo uma comparação com algo que não chega ao nível do que a pessoa contou. E claro, esse é um conselho que pode se aplicar a muitas situações, mas é sempre importante relembrar quando se trata de relações raciais.

2. Mas também aprenda a falar e tenha conversas difíceis com outras pessoas brancas do seu convívio.

instagram.com

Faça perguntas abertas sobre raça e estereótipos. Sinta-se livre para compartilhar como passou a evitar certas expressões, colocações e ideias racistas. Mas também admita que não possui respostas para tudo. Seja sincero quando alguém falar algo racista. Acredite: ao falar, você tem muito mais influência sobre outras pessoas brancas do que quando pessoas negras dizem algo.

3. Principalmente com a sua família.

instagram.com

Conversas durante a ceia de Natal podem ser especialmente complicadas, mas evitar o seu "tio racista" não é a melhor saída. Às vezes, tudo o que ele precisa para mudar de ideia é que você apresente seus pontos de vista. Mais uma vez, você tem muito mais chances de ser ouvido do que uma pessoa negra.

4. Entenda que nem tudo é sobre você.

instagram.com

Não é necessário reforçar SEMPRE que você não é racista ou então que nem todo branco é racista. Nós temos um problema no país que se chama "racismo estrutural", que se perpetuou pela história e está presente na educação, política, segurança pública, cultura, saúde e também nas relações sociais.

Uma das formas de entender esse problema é buscar compreender como pensam pessoas brancas e o que faz com que muitas delas se sintam superiores às pessoas negras. O que é ser branco? Como é sentir-se branco? Quais privilégios isso lhe dá?

As respostas desse conjunto de perguntas estão no que chamamos de "branquitude". Então, quando alguém falar que "brancos são racistas", a referência é à branquitude. E isso não é necessariamente sobre você.

Publicidade

5. Dê visibilidade ao trabalho de pessoas negras.

instagram.com

A principal desculpa que muitos dão quando são questionados sobre a ausência de negros em certos espaços é a de que não há opções para ocupar as posições que não sejam pessoas brancas.

Negros estão produzindo e fazendo coisas em todas as áreas e muitas vezes não são lembrados porque não recebem a mesma atenção que brancos. Por isso, sempre que puder, compartilhe, indique e apoie o trabalho de profissionais negros.

6. Participe efetivamente.

instagram.com

Há inúmeros movimentos anti-racistas em diversas áreas que precisam de estrutura e braços para realizar atividades. Você não precisa ser o protagonista dessa causa, mas pode colaborar.

Considere ser voluntário em instituições de direitos humanos. Se você tem habilidade com design gráfico, ofereça seu trabalho para ajudar uma organização local. Se as suas habilidades podem ser ensinadas a outras pessoas, faça oficinas para multiplicar esse conhecimento sem grandes custos. Ou então, se você possui um espaço para eventos, disponibilize-o para grupos que necessitam se organizar e fazer reuniões. Enfim, ajude como puder.

7. Não faça do seu amigo negro um "wikipreto".

instagram.com

Algumas pessoas negras falam de racismo com frequência, mas isso não significa que elas tenham que te dar uma aula sobre o assunto sempre que você quiser. Não tente forçar uma conversa sobre o tema durante uma festa, por exemplo. Pessoas negras são pessoas e, como você, gostam de muitas outras coisas.

Que tal buscar estudar e pesquisar antes de transformar seu colega num "wikipreto"? Você pode começar com este post que explica alguns elogios racistas ou então por este que mostra como o racismo está em tudo.

8. Intervenha quando você presenciar alguma situação racista.

instagram.com

Se você vir alguém proferindo xingamentos racistas, intervenha. Provavelmente, o agressor está mais propenso a ouvir alguém igual a ele. Se você não pode fazer isso, grave tudo com o seu celular para que a vítima tenha provas caso deseje denunciar o agressor.

Outra coisa que você pode fazer é se prontificar a ser testemunha. Novamente, é mais fácil acreditarem na história se você é branco.

Publicidade

9. Não espere recompensas por fazer o mínimo que é não ser racista.

instagram.com

Muitas vezes, as pessoas esperam uma eterna gratidão de negros por não serem racistas ou por colaborarem em causas contra o racismo. Vou parecer a sua mãe agora, mas é aquele velho ditado: isso não é mais que a sua obrigação.