go to content

15 fatos que você provavelmente não conhecia sobre a marcha atlética

O movimento dos quadris não é firula.

publicado

1. Uma das regras principais da marcha atlética é que os competidores devem sempre manter pelo menos um dos pés no chão.

2. E a perna da frente precisa estar sempre reta.

3. O movimento dos quadris característico do esporte é necessário para que o atleta não dobre o joelho.

4. Infrações às regras acima são punidas pelos juízes com cartão vermelho. Se o atleta receber três deles, é eliminado da prova.

5. Por conta das normas e da dificuldade de fiscalização, o esporte é muito subjetivo, e reclamações com o juiz são muito comuns. Tipo futebol.

6. A atleta australiana Jane Saville estava prestes a ganhar o ouro em Sydney (2000) quando foi desqualificada por excesso de infrações. Um repórter perguntou a ela se queria alguma coisa. "Uma arma para eu me matar", ela respondeu.

7. O esporte remonta a uma prática amadora surgida na Inglaterra no século 19 chamada pedestrianismo, que pode ser definida como uma caminhada competitiva.

8. Em 1876, em Nova York, dois praticantes de pedestrianismo percorreram mil milhas (1,6 km) em mil horas, segundo o "New York Times".

9. A marcha atlética estreou na Olimpíada em 1904, como um dos dez esportes do decatlo. Já na edição seguinte, em 1908, foi oficializada como modalidade independente.

10. Na Olimpíada, homens competem nas provas de 20 km e 50 km. Mulheres, só na de 20 km.

11. A competição feminina só estreou na Olimpíada em 1992, em Barcelona.

12. O esporte chegou ao Brasil em 1937 por meio José Carlos Daudt e Túlio de Rose, que conheceram a prática nos Jogos do ano anterior, em Berlim.

13. A primeira disputa no Brasil aconteceu em Porto Alegre, em 1937, e foi vencida por Carmindo Klein.

14. O Brasil não tem nenhuma medalha olímpica em marcha atlética.

15. Os nomes brasileiros mais promissores para os Jogos deste ano são Caio Bonfim e Erica Sena.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss