go to content

25 coisas que as pessoas fizeram para se sentirem mais confiantes durante o sexo

Porque você sabe que pode ser irresistível, se quiser de verdade.

publicado

2. Tirem a roupa em equipe.

"Na primeira vez com o meu parceiro, ele fez com que as coisas ficassem iguais. Uma vez minha camisa fosse tirada, sua camisa seria a próxima. Minhas calças, depois suas calças, etc. Nenhum de nós se sentiu vulnerável demais sobre nossos corpos, os dois estavam vendo as mesmas partes do corpo do outro". Enviado por Kat Walters, Facebook

3. Considere que seu parceiro também pode ter inseguranças, e aja de acordo.

"Eu dormi com uma mulher que sempre ficava de camisa. Eu estava com medo de ser muito magro ou não ter o tipo de "equipamento" que ela queria, mas saber que ela estava igualmente insegura com sua cintura e seios me ajudou a perceber que estávamos no mesmo barco. Então eu fiquei completamente pelado para mostrar que podíamos aceitar um ao outro e, assim que viu isso, ela aceitou também". Enviado por Sam Goodlin, Facebook

4. Mostre suas habilidades.

Comedy Central

"Eu cresci gordinho, e desenvolvi inseguranças que vêm com isso. Para superar isso, eu faço sexo oral nas mulheres o mais rápido possível, o que faz com que eu sinta que estou no controle e fortalecido pelos efeitos que estou conseguindo". Enviado por Craig Birnie, Facebook

5. Analise as estruturas que te tornam inseguro.

"Eu ainda estou no processo da minha jornada sexual, mas a maior ajuda para mim foi o livro Come as You Are de Emily Nagoski. Ele realmente mudou a maneira que eu olho para o meu corpo e minha sexualidade, e isso me ajudou a identificar minhas inibições sexuais e como começar a corrigi-las". Enviado por Kc Shoemake, Facebook

6. E certifique-se de educar os seus parceiros também.

"Depois que eu realizei a cirurgia de ileostomia, levou muito tempo para eu querer um contato íntimo. Eu indiquei ao meu novo parceiro um site sobre o tema e quando chegou a hora de fazer sexo, eu tinha a certeza de que tinha colocado uma pedra sobre esse assunto, de modo que não fiquei tão insegura". Enviado por kirstinpeter82

8. Procure narrativas além do que está no convencional.

"Pornô! Sem brincadeira. Há uma vasta gama de tipos de corpos lá fora, no mundo pornô — cada um tem um tipo. Isso me fez perceber que, apesar de eu não me encaixar no modelo seios grandes/bunda grande/cintura fina, eu ainda poderia ser sexy". Enviado por kellyd20

9. Absorva as boas vibrações de pessoas confiantes ao seu redor.

"Eu trabalhei no balcão do bar de um clube de strip por mais de um ano, e a confiança das meninas era contagiante. Isso me fez perceber que você não tem que ter seios enormes para ser sexy. Contanto que você acredite, os outros também acreditarão!". Enviado por tracyn45359ffc4

11. Lembre-se de que somos todos simples animais... que merecem amor e respeito.

"Todos os caras estão pensando em 'ESTOU VENDO PEITOS' e/ou 'MULHER PELADA NA MINHA FRENTE', e não em, 'Oh meu Deus, ela tem uma marca de estria na bunda!'. É difícil, mas é só lembrar de que o seu corpo nu é um presente, e quem recebe o privilégio de vê-lo é incrivelmente sortudo". Enviado por Hannah Spelman, Facebook

12. Liberte-se do passado.

"A primeira vez que tive relações sexuais com um novo parceiro depois de anos de luta contra a anorexia e indo para a terapia, eu escolhi deixar os fantasmas do passado para trás. Eu vi nos olhos dele como a minha nudez o excitava, e isso abriu meus olhos para o poder de dar permissão a mim mesma para ser vulnerável. Afinal, nós todos somos apenas pessoas". Enviado por Gemma Dodd

13. Entenda que você não está enganando ninguém — e permita que isso te liberte.

Netflix

"Eu acho que realmente fiquei mais confiante conforme fui engordando, já que agora eu tenho alguns quilinhos a mais que não consigo esconder murchando a barriga ou deitando em um determinado ângulo. Assim que eu percebi que não podia esconder partes de mim que eu não gostava mais, eu passei a curtir mais o momento e comecei a fazer um sexo incrível!" Enviado por j48255bac3

14. Menos preocupações sobre você, mais sentimento.

"Quando eu estou fazendo sexo, eu pego toda a minha atenção e a concentro no que está realmente bom. Mantendo meu foco nas sensações, eu nunca fico presa na minha cabeça ouvindo pensamentos negativos e baseados no medo". Enviado por RadiantMephit

15. Experimente uma abordagem sem compromisso (mesmo se ela evoluir para um compromisso).

"Eu decidi ficar só por uma noite pela primeira vez, imaginando que se uma completa estranha estaria disposta a fazer sexo comigo, então certamente eu não poderia ser tão ruim assim. Acontece que eu estava certo; foi tão bom que acabou virando um relacionamento de cinco anos. Nós vamos nos casar no próximo ano". Enviado por Steevie Marie Organ, Facebook

16. Saiba o que você quer, depois saia e consiga isso.

"Eu fiquei solteira recentemente após 20 anos de casamento e eu tenho que mostrar meu corpo para os caras novamente — mas eu decidi desta vez que é tudo sobre mim e o que eu gosto. Eu uso o que eu quero, eu falo do jeito que eu gosto, eu digo a eles o que eu gosto e se nós dois curtimos da mesma coisa, maravilha. Eu não me arrependi disso nenhuma vez". Enviado por Carrie Sweeney

17. Encontre sua comunidade.

"Depois de anos de assédio moral sobre a minha aparência e minhas preferências sexuais, entrei para um site que é uma rede social sobre fetiches e adorei cada minuto da atenção que eu tive on-line. Minha amiga e até mesmo eu começamos a ir a eventos de fetiches, onde havia muitos tipos diferentes de pessoas abraçando quem elas eram. Foi quando eu comecei a realmente amar o meu corpo". Enviado por tashab4e7b7ed54

18. Experimente o exibicionismo para ver as mudanças.

"Eu fui motivo de piada durante todo a escola por ter pele escura e sentia como se fosse visto como nojento ou feio, não importa o quê. Eu fiquei doente com aquele medo, então me inscrevi para uma audição para um concurso de modelos. Eu fui escolhido e tive que ficar no meio da Nordstrom usando nada além de cuecas Calvin Klein. Minha lógica era: se eu posso ficar no meio de um shopping center lotado, basicamente com a bunda de fora, então o que há para temer?" Enviado por Jason L. Johnson, Facebook

20. Abrace exatamente as áreas que você foi ensinada a não abraçar.

"Eu não sou uma garota magra e eu sempre fiquei autoconsciente sobre a minha barriga, especialmente durante o sexo. Pensava que os parceiros iriam olhar para ela e sair correndo do quarto, mas acabou sendo o oposto — eu aprendi a amar meu corpo durante o sexo quando eu assumi essas 'áreas problemáticas'". Enviado por Jenna Anderson, Facebook

21. Pense sobre as coisas racionalmente.

"Eu acho que eu simplesmente percebi um dia que se o meu namorado realmente gosta de mim a metade do que ele (repetidamente) insiste que gosta e está disposto a passar bons momentos comigo e a fazer sexo comigo regularmente, então eu não posso ser tão pouco atraente assim". Enviado por Nia Rose Thomas, Facebook

22. Aceite que é permitido amar a si mesma do jeito que você é.

FOX

"Ficou claro desde o início que o meu parceiro e eu gostamos um do outro exatamente por quem somos, e não iríamos querer um ao outro de outra maneira. Ele me ajudou a perceber que somos todos humanos, todos nós temos partes que odiamos e todos nós temos dias bons e dias ruins, mas todos nós merecemos ser felizes. A sociedade faz parecer um pecado amar a si mesmo ou ser feliz com a maneira como você parece e quanto mais cedo você deixar isso de lado, melhor". Enviado por Keira C Georgeson, Facebook

23. Perceba que você não existe para a aprovação dos outros.

"No momento em que eu parei de desejar ser de um jeito ou de outro para agradar um cara, eu percebi que era mais do que suficiente". Enviado por yayforboo

24. Lembre-se da velha frase: "só se vive uma vez".

"Perceba que você só tem um corpo nesta vida, então você pode muito bem aproveitar tudo dele. Seu corpo pode fazer e sentir coisas surpreendentes; aceite-o! Isso funciona além do sexo também. Com medo de dançar em frente a outras pessoas? Danem-se eles! Dance!" Enviado por Annie Jay, Facebook

25. E, finalmente, saiba que se eles não apreciam você, eles não são dignos de seu tempo.

Bravo

"Eu me dei uma pausa: eu disse a mim mesma que estou autorizada a ter defeitos porque as pessoas reais os têm e se alguém espera que eu seja perfeita, então essa pessoa não é uma interação saudável de maneira alguma". Enviado por s4ebade5fc

Nota: As histórias foram editadas por questões de tamanho e clareza.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss