As 40 músicas mais Importantes tocadas em festinhas entre 2000 e 2005

Esta lista é basicamente para todos aqueles que frequentaram o ensino médio entre 2001 e 2005.

40. “Magic Stick”, de 50 Cent e Lil Kim

Quantidade de amassos que causava: bastante. Esta música é obscena.
A parte que todo mundo cantava: “I rock the boat. I work the middle / I speed it up. Straight eat it up.”
Nível de constrangimento das tias do colégio: inacreditável.

39. “Case Of The Ex”, de Mya

Quantidade de amassos que causava: pouquíssimos. Dar uns amassos ao som de Mya é esquisito.
A parte que todo mundo cantava: a parte “When y’all broke up in ‘96” era muito irada.
Nível de constrangimento das tias do colégio: quase nenhum, porque nenhum adolescente devia estar dando amassos ao som desta música.

38. “1, 2 Step”, de Ciara

37. “I Need A Girl Part 2”, de P.Diddy, Ginuwine, Loon e Mario Winans

36. “Hey Baby”, do No Doubt

Quantidade de amassos que causava: zero, a não ser que fosse algum tipo de pegação experimental.
A parte que todo mundo cantava: “Hey baby” umas 100 vezes, porque esta era a única parte que as pessoas conseguiam entender.
Nível de constrangimento das tias do colégio: as professoras mais jovens provavelmente adoravam este som. No Doubt, meu!

35. “The Cha Cha Slide”

Quantidade de amassos que ocorria: absolutamente zero.
A parte que todo mundo cantava: tenho lá minhas dúvidas se alguém conhecia toda a letra desta música.
Nível de constrangimento das tias do colégio: nadinha. Este era o som delas.

34. “Right Thurr“, de Chingy

33. “Milkshake”, de Kelis

32. “Family Affair”, de Mary J. Blige

Quantidade de amassos que causava: não muito. Todo mundo só ficava meio que se balançando pra frente e pra trás quando esta tocava.
A parte que todo mundo cantava: “It doesn’t matter if you’re white or black let’s get drunk ‘cause Mary’s back!”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: hm, bem pequeno. Esta é só uma boa música.

31. “Oochie Wally”, do Nas

30. “Hate It Or Love It”, de The Game e 50 Cent

29. “Rock Your Body”, de Justin Timberlake

28. “Get It Poppin’”, de Fat Joe e Nelly

Quantidade de amassos que ocorria: uma quantia razoável.
A parte que todo mundo cantava: a parte do Nelly.
Nível de constrangimento das tias do colégio: com uma quantidade razoável de amassos, eu diria que as tias ficavam razoavelmente constrangidas.

27. “The Next Episode”, de Dr. Dre

Quantidade de amassos que causava: levava uns bons 3/4 até começar a parte da dança. Estatisticamente falando, depois de 3/4 da dança, a maioria das pessoas que queria dar uns amassos já estava na pegação.
A parte que todo mundo cantava: “Smoke weed every day”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: elas provavelmente se encolhiam um pouco às vezes.

26. “Hollaback Girl”, de Gwen Stefani

25. “Ignition (Remix)”, de R. Kelly

24. “Crash”, de DMB

Quantidade de amassos que causava: zero, assim espero.
A parte que todo mundo cantava: ninguém fica cantando músicas lentas em reuniões dançantes.
Nível de constrangimento das tias do colégio: zero. DMB só faz músicas que não fedem e nem cheiram.

23. “Hotel”, de Cassidy e R. Kelly

22. “Hey Ya”, do Outkast

21. “Still Fly”, do Big Tymers

Quantidade de amassos que causava: eu diria que um quarto dos chegados em dar amassos dançava quando este som tocava.
A parte que todo mundo cantava: “Gatooor booooots”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: cerca de 5/10.

20. “Lean Back”, de Fat Joe e Terror Squad

19. “Toxic”, de Britney Spears

Quantidade de amassos que causava: praticamente zero. Esta música era tocada geralmente só para quebrar o gelo.
A parte que todo mundo cantava: “I’m addicted to you / Don’t ya know that you’re toxic!”. Dã.
Nível de constrangimento das tias do colégio: provavelmente nenhum. Esta canção é icônica para todas as gerações.

18. “Dirt Off Your Shoulder”, de Jay-Z

17. “Hero”, de Enrique Iglesias

Quantidade de amassos que causava: zero. Dar amassos ao som de “Hero” chega a ser um sacrilégio.
A parte que todo mundo cantava: *sussurros* “Let me be your hero”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: elas provavelmente curtiam este som. É super ~adulto contemporâneo~.

16. “Wait (The Whisper Song)”, do Ying Yang Twins

15. “All Or Nothing”, do O-Town

14. “Tipsy”, de J-Kwon

Quantidade de amassos que ocorria: eu diria que 60% da galera na pista começava a dar amassos quando esta tocava.
A parte que todo mundo cantava: “2, here come the 3 to the 4 to the 5”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: 7/10. Deve ser estranho ver um bando de adolescentes cantando sobre ficar bêbado na boate enquanto eles estão num ginásio escolar.

13. “Mesmerize”, de Ja Rule e Ashanti

Quantidade de amassos que causava: bastante, aquele tipo de pegação com “gingado”. Mas não chegava àquele nível mais caliente de mela-cueca.
A parte que todo mundo cantava: “Your stare… those eyes… I / (Love it when you look at me baby)”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: esta canção é uma baladinha. Se elas não prestassem atenção na letra, e se tocasse a versão censurada, elas provavelmente nem davam bola.

12. “Peaches & Cream” ou “Dance With Me”, de 112

Quantidade de amassos que causava: a batida de “Dance With Me” promove dança ao estilo mela-cueca, então era uma quantidade razoável.
A parte que todo mundo cantava: o final em que eles simplesmente gritavam “peaches and creaaaam”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: 3/10. Elas provavelmente só queriam entender o que “pêssegos e creme” queria dizer.

11. “On Fire”, de Lloyd Banks

Quantidade de amassos que causava: eu diria que esta música era um gatilho para os amassos. Ela realmente deixava os adolescentes empolgados.
A parte que todo mundo cantava: “Tear the roof off this motherfucker”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: elas provavelmente não davam muita bola para esta música, sobretudo se não prestassem atenção à letra. Este era o som mais tocado do início dos anos 2000. Se você não desse ouvidos à letra, não tinha nada de mais.

10. “Where The Party At”, de Jagged Edge

Quantidade de amassos que ocorria: esta música geralmente tocava no início da reunião dançante para integrar a galera. No início dos bailes sempre há um constrangimento.
A parte que todo mundo cantava: “Oh. Oh. Oh. Oh. ” e toda esta parte: “DO THE EAST SIDE RUN THIS MOTHER FOR YA… HELLLL YEAHHH.”
Nível de constrangimento das tias do colégio: 4/10. Acho que elas bem que deviam achar estranho ver um bando de adolescentes cantando sobre Bacardi e pedir garrafas de bebida em boates.

9. “Crazy In Love”, de Beyoncé e Jay Z

8. “Get Busy”, de Sean Paul

Quantidade de amassos que ocorria: acima da média. Um dos pontos altos do baile. As palmas na canção incentivam as “encoxadas por trás”.
A parte que todo mundo cantava: “Let’s get it on to the early morn / Girl, it’s all good just turn me on”. Fora isso, é quase impossível entender o que ele está dizendo.
Nível de constrangimento das tias do colégio: 7/10.

7. “Hot In Herre”, de Nelly

Quantidade de amassos que ocorria: esta música foi feita para os adolescentes tetudos e cheios de tesão, então ela acabava estimulando muita pegação.
A parte que todo mundo cantava: “Checkin’ your reflection and tellin’ your best friend, like / GIRL I THINK MY BUTT GETTIN’ BIG”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: considerável. 5/10. As reuniões dançantes eram incrivelmente quentes e fedorentas, então esta música não ajudava muito.

6. “All My Life” ou “Crazy”, de K-Ci & Jojo

Quantidade de amassos que causava: GERALMENTE zero.
A parte que todo mundo cantava: “I REALLLY LOOOOOVE YOU”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: se um aluno as convidasse para dançar, então elas provavelmente ficariam bem constrangidas. Caso contrário, elas não davam muita bola.

5. “What’s Luv”, de Fat Joe e Ashanti

Quantidade de amassos que causava: bastante. A canção é um dueto. Duetos foram feitos para dar uns amassos.
A parte que todo mundo cantava: o verso da Ashanti que diz “Come on and put it all on me. On meeeee”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: bastante alto, provavelmente. Os adolescentes se empolgavam quando esta tocava.

4. Qualquer coisa do Ludacris.

Quantidade de amassos que causava: Ludacris é um dos favoritos para curtir dando uns amassos. Todo mundo gosta de dar uns amassos ao som de Ludacris.
A parte que todo mundo cantava: as pessoas sabiam de cor a maioria das letras do Ludacris. “Feels like a midget is hanging from my necklace” é um clássico.
Nível de constrangimento das tias do colégio: bem alto.

3. “In Da Club” ou “PIMP” ou qualquer música do 50 Cent.

Quantidade de amassos que causava: ninguém estimulava tanto os adolescentes a dar amasssos quanto o 50 Cent. Ninguém.
A parte que todo mundo cantava: “I’m into having sex I ain’t into making love”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: inacreditável.

2. “Yeah”, de Usher

Quantidade de amassos que ocorria: uma enormidade. Ela era um dos auges da pista de dança. Quando ela tocava, todo mundo já estava desarrumado e suado e provavelmente fedendo.
A parte que todo mundo cantava: a parte inteira de Luda, mas especialmente: “Bend over to the front and touch ya toes”.
Nível de constrangimento das tias do colégio: alto. Adolescentes fedendo e dando uns amassos são nojentos.

1. “Get Low”, de Lil Jon & The Eastside Boys

Quantidade de amassos que causava: amassos para tudo que era lado. ESTE ERA O SOM. Se você ia dar uns amassos, seria ao som desta música.
A parte que todo mundo cantava: “TO THE WINDOOOOWS TO THE WALLLLLS / TO THE SWEAT DROP DOWN MY BALLS.” etc.
Nível de constrangimento das tias do colégio: a mais constrangedora. Não tem como ficar mais obsceno, mais pesado e menos higiênico do que isso.

Aqui está uma lista no Spotify com todas estas músicas.

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Deputy Editorial Director, Devout Member of the Church of Godney
 
  Sua reação
 

Reações

Buzzing agora