back to top

A Nintendo vale US$ 9 bilhões a mais nesta segunda do que na semana passada

O Pokémon premium.

publicado

Qual é o valor de mercado de um jogo de Pokémon que a empresa-mãe Nintendo semi controla e publica? Cerca de US$ 9 bilhões.

Esse é o valor que as ações da Nintendo alcançaram desde a última quarta-feira (6), com as ações disparando acima de 25% só na segunda-feira (11). No total, elas subiram quase 40% desde o lançamento de Pokémon Go, refletindo a alegria dos investidores quando a Nintendo finalmente usou seus amados personagens e propriedade intelectual para fazer um jogo de sucesso para dispositivos móveis.

A gigante de jogos praticamente ficou de fora da era móvel, concentrando-se em fazer jogos para seus próprios consoles. Mas, agora que ela tem um grande sucesso nas mãos, a Nintendo foi avaliada em quase US$ 28 bilhões nesta segunda-feira à tarde. O jogo ficou em 1º lugar na App Store do iOS na categoria de aplicativos gratuitos e mais rentáveis apesar de alguns erros, problemas de conectividade, supostos assaltos à mão armada e um adolescente de Wyoming que encontrou um cadáver enquanto jogava.

Mas a empresa não receberá todo o dinheiro gerado pelo Pokémon Go. Em vez disso, ela possui participações tanto na Pokémon Company como na Niantic, a desenvolvedora do jogo, que saiu da Alphabet, empresa-mãe da Google, no ano passado.

Analistas do banco de investimentos japonês Nomura disseram que o grande aumento no preço das ações da Nintendo "parece excessivo com base apenas nos lucros do Pokémon Go", que se estima ser de apenas uns US$ 10 milhões a US$ 20 milhões por ano para a própria Nintendo.

Não é apenas um jogo que está gerando toda essa negociação frenética de ações da Nintendo. Se a empresa conseguir aproveitar esse ímpeto de jogos para celulares, valerá muito mais do que uma empresa cujas fortunas estão ligadas a seus próprios consoles. Jogos mobile de sucesso são praticamente uma licença para imprimir dinheiro, e são avaliados pela indústria nestes termos: a empresa de mensagens chinesa Tencent recentemente comprou uma participação majoritária da Supercell, desenvolvedora de Clash of Clans em um acordo que avaliou a fabricante de jogos em mais de US$ 10 bilhões.

As preocupações com segurança são alguns dos motivos pelos quais a Nintendo entrou tão lentamente no mercado de jogos mobile. "Não vamos fazer nada que possa ferir a propriedade intelectual da Nintendo. Não vamos fazer nada que possa prejudicar a imagem de marca da Nintendo — que está ligada ao fato dos pais poderem se sentir seguros dando nossos produtos aos seus filhos", disse o então chefe da empresa Satoro Iwata à revista Time no ano passado. (Iwata morreu de câncer em julho passado.)

Embora a Nintendo tenha anunciado no ano passado que desenvolveria jogos mobile com a DeNA, o jogo Miitomo não tinha nenhum dos personagens que as pessoas adoram; a empresa disse que vai lançar dois outros jogos móveis.

"Chegamos ao ponto em que podemos dizer que conseguiremos desenvolver e operar um software que, no final, não irá ferir o valor da propriedade intelectual da Nintendo mas, em vez disso, se tornar uma oportunidade para o grande número de pessoas ao redor do mundo que possuem dispositivos inteligentes", disse Iwata à revista Time.

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss