back to top

Repórter da ESPN dá bronca ao vivo em torcedor por comentário homofóbico

Palmeirense disse "a expectativa é ganhar dos bichas".

publicado

A repórter Gabriela Moreira chamou a atenção de um torcedor palmeirense ontem ao vivo por um comentário homofóbico.

Gabriela registrava os momentos pré-jogo Palmeiras x São Paulo na frente do estádio Palestra Itália para o programa "Bate-Bola" da ESPN, quando convidou o torcedor palmeirense Felipe, de 25 anos, para falar sobre as expectativas do jogo.
Reprodução/ espn.uol.com.br

Gabriela registrava os momentos pré-jogo Palmeiras x São Paulo na frente do estádio Palestra Itália para o programa "Bate-Bola" da ESPN, quando convidou o torcedor palmeirense Felipe, de 25 anos, para falar sobre as expectativas do jogo.

Logo na primeira pergunta, sobre a possível vitória do do Palmeiras em um clássico, o torcedor respondeu que expectativa era "ganhar dos bichas".

Reprodução/ espn.uol.com.br

Aqui dá para ver bem que Gabriela reagiu na hora à resposta do torcedor, fazendo caras de reprovação:

Reprodução/ espn.uol.com.br

Ela o interrompeu e imediatamente chamou atenção dizendo "rapaz, não sei se vai ganhar, mas com este 'bicha'...não à homofobia".

Reprodução/ espn.uol.com.br

E continuou: "você tem quantos anos? 25? Por favor, vamos tentar abrir um pouco, né...modernizar um pouco este pensamento". Depois disso, Gabriela seguiu a entrevista dizendo "Mas vamos falar do time, o que você achou da volta do Tóbio para a zaga do palmeiras".

Ao final da entrevista, a repórter da ESPN repetiu "não à homofobia, vou reforçar isso aqui...", tentando deixar o momento mais leve ao sorrir para o torcedor.

Reprodução/ espn.uol.com.br

E ele com cara de "he he, fiz merda".

Ao voltar para o estúdio, o apresentador João Carlos Albuquerque elogiou a atitude da repórter e disse "tadinho, o rapaz é mal orientado" e lembrou que este tipo de coisa "ainda acontece muito no Brasil e no mundo afora".

Reprodução/ espn.uol.com.br

Pouco depois da publicação deste post, Gabriela tuitou sobre sua reação durante a entrevista com o torcedor palmeirense:

Caros, me sinto na obrigação de me manifestar aqui sobre ontem. Pessoalmente, agi de forma natural, de acordo com o que acredito (cont)

+ Profissionalmente, reagi porque acredito que a imprensa não pode ser veículo de qualquer tipo de preconceito.

Assista ao vídeo completo no site da ESPN.

Atualização: 26 de março de 2015, às 12h09.

Atualizado para acrescentar os tuítes com os comentários de Gabriela.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.