Como foi a manifestação contra o aumento da tarifa nesta sexta em SP

Protesto lotou a Consolação e acabou com bombas no centro da cidade. Esta foi a segunda manifestação contra o aumento da tarifa do ônibus em São Paulo, que subiu de R$ 3,00 para R$ 3,50.

1. Por volta das 16 horas desta sexta-feira (16), policiais e carros da tropa de choque entravam em formação na esquina da Avenida Paulista com a Rua Haddock Lobo, na frente da Praça do Ciclista.

2. Alguns policiais estavam filmando e fotografando os manifestantes.

3. Esta era a visão de cima da concentração pouco antes da manifestação partir em direção à Consolação.

4. E essa era a frente da manifestação:

5. Três helicópteros puderam ser vistos no céu durante a tarde sobrevoando o protesto.

6. Uma das visões da caminhada pela Consolação.

7. Quando a manifestação descia a Rua Consolação, um grupo de policiais deteve um manifestante por supostamente portar uma rodinha de skate na mochila.

8. O ato seguiu em direção ao centro da cidade até chegar na Prefeitura.

9. Os manifestantes projetaram a frase “Je suis Catraca” no prédio da Prefeitura e gritaram palavras de ordem.

SP #jesuiscatraca #ContraTarifa

— Passa Palavra (@passapalavra)

10. E também cantaram uma versão de “Beijinho no Ombro”, da Valesca Popozuda, criticando o aumento da tarifa. Assista aqui:

11. E também um gritaram frases direcionadas ao prefeito Haddad:

12. Minutos depois disto, a polícia começou a atirar bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

#Brazil: Police repression in front of City Hall in São Paulo. Photo: @fepas_larozza #PasseLivre #ContraTarifa

— ѕyndιcalιѕт (@syndicalisms)

13. Alguns tentaram chutar as bombas de volta.

#PasseLivre Manifestante se prepara para chutar bomba arremessada pela PM. Foto: Daniel Teixeira

— Mobilidade Sampa (@mobilidadesampa)

14. A multidão de manifestantes começou a se dispersar por causa das bombas.

@OccupyBrazil : Police Represion in São Paulo. #contraTarifa #PasseLivre

— Κινηματικά Νέα (@movement_news)

15. Aqui, imagens do momento da correria:

PM lança bomba em direção aos manifestantes e centro vira praça de guerra durante ato do #mpl #pontejornalismo

— Ponte Jornalismo (@pontejornalismo)

16. Aqui, mais imagens de bombas:

17. Segundo este tuíte, alguém jogou uma garrafa na barreira da PM:

Rapaz jogou uma garrafa na barreira policial e choque começou a atirar bombas na hora.

— Podemos mais (@PodemosMaisBR)

18. Segundo a PM, a ofensiva aconteceu depois de um ataque com fogos.

Polícia Militar utiliza munição química após alguns vândalos atacarem os policiais militares com fogos de artifício.

— POLÍCIA MILITAR - SP (@PMESP)

19. O Twitter da PM/SP postou esta foto logo após as bombas de gás lacrimogêneo serem usadas, por volta das 20h30 da noite de sexta.

— POLÍCIA MILITAR - SP (@PMESP)

20. E também postou imagens de agências bancárias depredadas no centro da cidade.

Caixa Econômica Federal da r. Líbero Badaró foi depredada.

— POLÍCIA MILITAR - SP (@PMESP)

21. As bombas continuaram e, num dado momento, PMs atiraram contra os outros, segundo conta este tuíte:

SP, e na Xavier de Toledo um agrupamento da choque atirou no outro.#ContraTarifa

— Passa Palavra (@passapalavra)

22. E também este:

#ContraTarifa SP: polícia na Líbero Badaró lança bombas no Teatro Municipal, onde há outros policiais.

— VICE BRASIL (@VICEBRASIL)

23. Segundo o próprio Movimento Passe Livre, cerca de 10 pessoas foram presas.

Pelo menos 10 pessoas presas até o momento e a PM segue caçando manifestante pelas ruas. #ContraTarifa

— MPL - São Paulo (@mpl_sp)

24. Houve relatos de agressões aos manifestantes, como este:

Um manifestante está sangrando no chão, em frente à Prefeitura #pontejornalismo

— Ponte Jornalismo (@pontejornalismo)

25. Esta usuária do Instagram conseguiu fotografar uma cápsula da bomba de gás:

26. Alguns manifestantes contaram que a PM não permitiu que o MPL encerasse o ato como havia planejado e por volta das 21 horas o MPL declarou o fim do ato.

mpl tentava encerrar o ato em frente ao metro republica e a pm jogou bombas de gas #mpl

— débora lopes (@deboralopes)

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Manuela Barem é editora-chefe do BuzzFeed Brasil, em São Paulo.
Alexandre Orrico é redator do BuzzFeed, em São Paulo.
 
  Sua reação
 

Reações

Buzzing agora