back to top

Esse cara fez um robô que é a cara da Scarlett Johansson

Um designer gastou mais de um ano e cerca de US$ 51 mil para construir o robô.

publicado

Estes são Ricky Ma, um designer gráfico de 42 anos de Hong Kong, e sua robô, "Mark 1", modelada com base em uma famosa estrela de Hollywood cujo nome ele se recusa a dizer, de acordo com a Reuters.

(Reuters/Bobby Yip)

Mas bastam dois segundos para ver que a robô é a cara da Scarlett Johansson, que fez a voz de um sistema operacional de telefone chamada Samantha no filme Ela, que foi indicado ao Oscar.

(Reuters/Photo by Gus Ruelas)
(Reuters/Photo by Bobby Yip)

O interesse de Ma no projeto vem de seu fascínio por robôs e animação desde a infância, disse ele à Reuters.

(Reuters/Photo by Bobby Yip)

Depois de 24 anos na indústria de design, Ma decidiu que era hora de satisfazer sua antiga paixão por robôs, de acordo com seu site.

"Percebi que deveria fazer isso na hora certa e realizar meu sonho", Ma disse à Reuters. "Se eu realizar meu sonho, não vou ter arrependimentos na vida."

Publicidade

Durante o último ano e meio, Ma gastou cerca de US$ 51 mil para desenvolver a Mark 1, que mexe os braços e as pernas, e reproduz expressões faciais bastante precisas.

(Reuters/Bobby Yip)
(Reuters/Bobby Yip)

Tipo, assustadoramente precisas.

https://www.youtube.com/watch?v=ClY0fuVNDfM
https://www.youtube.com/watch?v=ClY0fuVNDfM

Ela não só se mexe, como também fala.

Veja este vídeo no YouTube

Reuters / Via youtube.com

Em uma demonstração, Ma fala em um microfone e diz: "Mark 1, você é tão bonita." A robô levanta as sobrancelhas, relaxando os músculos em volta dos olhos para suavizar o rosto, e responde: "Hehe, obrigada."

(Reuters/Bobby Yip)
Publicidade

Mark 1 é realista até os ossos. Sob o silicone de sua pele, há um esqueleto impresso em 3D em volta de suas peças mecânicas e eletrônicas, de acordo com a Reuters.

(Reuters/Bobby Yip)

Mas o caminho para Ma ter a própria "Samantha" não tem sido fácil.

(Reuters/Bobby Yip)

"Quando você olha para tudo em conjunto, foi realmente difícil", disse Ma.

Ele teve de aprender eletromecânica e programação, bem como técnicas para colocar a pele da robô sobre as partes internas.

O método de tentativa e erro do designer gráfico muitas vezes resultou em motores elétricos queimados e fez o robô cair por falta de equilíbrio.

Ma escreveu em seu site que robôs como Mark 1 poderão "liderar o mercado mundial".

(Reuters/Bobby Yip)

Ele pode ser usado para trabalhos de alto risco, como assistente de ensino ou em uma vitrine de moda, produtos ou promoção de filmes.

De acordo com a Reuters, Ma espera que um investidor compre seu protótipo. Ele planeja escrever um livro sobre suas experiências para outros entusiastas de robótica.

A única parte que ainda não está clara é se Scarlett Johansson vai se oferecer para fazer a voz da criação.

(Reuters/Bobby Yip)