go to content

Experimentamos os trajes de banho da Victoria's Secret e este foi o resultado

Depois de anos admirando as modelos nos catálogos da Victoria's Secret, decidimos nós mesmas ser as modelos.

publicado

Como meninas, nós crescemos idolatrando as mulheres que víamos nas revistas e esperando que talvez um dia, quando finalmente tivéssemos crescido, nós nos olharíamos no espelho e veríamos aquela mesma beleza em nós mesmas.

Todo verão, as mulheres americanas são expostas às imagens perfeitas de modelos da Victoria's Secret. E, a cada verão, nós nos perguntamos por que, quando aquele maiô chega pelo correio, nós o colocamos e não nos sentimos perfeitas.

Decidimos recriar nossa própria sessão de fotos de trajes de banho na praia em Malibu. Cada uma escolheu um modelo e, depois, tentou recriar a pose. Nós achamos que é muito importante que mulheres de todas as formas, tamanhos e cores usem esses trajes de banho e deem uma descrição exata de como o corpo realmente fica na praia. Então foi isso que nós fizemos.

Honestamente, eu gostaria que pudéssemos voltar a usar aqueles trajes de banho que cobriam tudo. Também tenho seios bem grandes, e é bastante difícil encontrar um traje que me deixe me movimentar SEM mostrar o que não devo. Antes eu achava que essas modelos só tinham feito uma maquiagem, colocado o traje de banho, feito uma pose e tirado a foto. Fácil. Mas não foi tão fácil assim. A areia era muito áspera e machucou meus joelhos. Estava extremamente frio naquele dia, e eu não queria molhar meu cabelo na água gelada do Pacífico. Eu me esforcei para fazer meu corpo fazer lembrar nem que fosse um pouquinho o da modelo, não importasse o quanto eu prendesse a respiração.

Olhar essas modelos era apenas um lembrete constante de que nunca na minha vida adulta eu tinha sido magra ou branca, então não posso fingir que me pareço com elas. É chato porque há várias maneiras de representar "corpos de biquíni" e a beleza em geral, mas nós fomos obrigadas a reproduzir uma imagem. Eu gostaria de poder ver alguém como eu em uma revista, mas ainda estou esperando.

Eu tenho um pouco de vergonha de usar um traje de banho, especialmente um biquíni. Tive a sorte de usar uma peça única. Acho que teria ficado bem nervosa se usasse um biquíni só porque me sinto muito exposta, mesmo quando não estou sendo fotografada. Todo mundo tem celulite, estrias e gordurinhas. Só você está se concentrando em suas "áreas problemáticas", ninguém mais se importa. Uma fotografia é tão enganadora porque é apenas a captura de um milésimo de segundo. Tudo está flexionado ou dobrado (ou editado no Photoshop) e, por isso, não é real. É importante se lembrar disso.

Isso vai parecer loucura, mas na verdade eu não sou uma modelo da Victoria's Secret. Eu sei que isso é um grande choque e devemos avisar até o Papa. Eu gostaria de poder dizer que era uma jovem de 13 anos bastante confiante, que não ligava para as modelos da Victoria's Secret, mas eu estaria mentindo para mim mesma. Eu costumava ver fotos dessas meninas e esperar que um dia tivesse aquela aparência. Especialmente aquelas que foram sempre assim: "Os únicos exercícios que faço são alongamentos leves, e adoro hambúrgueres." Tipo, que porcaria é essa?

Nunca fui muito fã de trajes de banho. Por que apertam tanto? Por que nenhum deles sustenta meus peitos? (Ah, pessoas "preocupadas" com minha saúde, essa é a parte em que você diz que eu não consigo encontrar trajes de banho do meu tamanho e que eu deveria perder peso.) Então, imagine como me senti animada quando tive de colocar a porcaria de um traje de banho em uma merda de praia com a droga da minha foto postada ao lado da desgraçada da Behati Prinsloo, uma supermodelo da Namíbia que se casou com o desgraçado do Adam Levine. Gente, essa posição doía tanto que não dá nem para explicar. A areia áspera, a pressão nos joelhos, ter de segurar uma coxa e o outro tornozelo. Eu não aguentava mais. Eu pareço sexy? Porque eu consigo ver a dor nos meus olhos. Meus peitos também parecem estar tentando escapar da prisão. Ah, e diga oi para o meu umbigo!

Obs.: Tive de raspar as pernas e levou... um bom tempo.

Trajes de banho e eu não somos realmente amigos. Somos mais como conhecidos que nunca vão se encontrar para tomar um café. Tenho muita dor abdominal e inchaço, e por isso tenho muita vergonha da minha barriga. Eu me contorcia só de pensar em fazer isso. Além disso, MEUS SINCEROS AGRADECIMENTOS À MÃE NATUREZA POR ME ABENÇOAR COM MEU PERÍODO MENSTRUAL POUCAS HORAS ANTES DE USAR BIQUÍNI VAZADO BRANCO. Eu tenho endometriose e, por isso, "aqueles dias" são um verdadeiro inferno. Eu estava desconfortável mostrando meu abdômen, estava com dor, mas principalmente só queria descobrir que diabos ela fez para mover os braços daquele jeito. Confesso que ainda não descobri.

Acho muito difícil olhar para as mulheres da revista e se relacionar com elas. Quer dizer, elas são literalmente perfeitas. Por muito tempo, pensei que se eu me esforçasse o suficiente poderia um dia ter a aparência delas. Só mais uma caminhada ou mais 30 minutos na esteira, e eu chegaria lá. Mas eu nunca consegui. Quero uma revista que eu possa pegar e olhar para as mulheres e dizer "Meu Deus, ela parece tanto comigo!", e não "Meu Deus, como eu queria ser assim!"

O cabelo da minha modelo estava molhado, o que significava que eu tinha de enfiar a cabeça no mar, o que é MUITO MAIS DIFÍCIL DO QUE PARECE.

Estava fazendo 19 graus, a água estava congelando, eu tenho medo de tubarões, e um peixe tocou no meu pé. Mãe, você pode vir me pegar???

Acho que tenho o mesmo nível de ansiedade que a maioria das mulheres quando se trata de desfilar por aí usando algo que mal cobre seu traseiro. Eu sabia que estaria fora da minha zona de conforto. Não achei que eu seria banhada pelas ondas ou jogaria meu cabelo ao vento, enquanto uma música de Calvin Harris tocasse no fundo. Também comi um pacote de Pop-Tarts imediatamente antes da sessão de fotos, o que eu lamentei o tempo todo.

O que mais dá raiva nessas revistas é que elas simplesmente fazem você se sentir um lixo. Você olha para os trajes de banho, e as modelos, e você simplesmente não se vê representada ali. Elas são mulheres bonitas, sem dúvida. Mas não retratam a aparência verdadeira das mulheres reais. Acho que não é saudável que as meninas só tenham uma imagem de como é um "corpo de biquíni". Porque um corpo de biquíni não é um corpo de modelo, é o SEU corpo em um biquíni.

Primeiro de tudo, o problema desse traje de banho era os seios. Não estou realmente em uma pose que demonstra bem como eu estava me sentindo o máximo, mas pode perguntar para as outras; eu passei o dia inteiro andando rebolando, tirando selfies e me divertindo. Acho que não tinha me dado conta de como o braço dessa modelo era longo até que tentei copiar essa pose, e meu braço ficou preso no meio dos seios. Essa pose é como a que você faz quando está tentando agir naturalmente perto de sua paixão, então você decide envolver os braços em volta do corpo como se estivesse usando uma camisa de força. Ou seja, poses "naturais" não parecem natural para um monte de gente.

Acho que todas as meninas "mais cheinhas" aprendem rapidamente quais são suas melhores poses para tirar fotos; se você gasta bastante tempo desmarcando fotos ruins de você no Facebook, você descobre isso bem rápido. Para mim, fazer uma pose que era quase que intencionalmente prejudicial era como se eu estivesse sabotando a mim mesma. Era tipo: "O que você está fazendo, Kristin?! Agora todo mundo vai saber seu PIOOOOOOR SEGREEEEDO, de que seus braços e coxas são feitos de MARSHMALLOOWWWSSSS."

Mas, para ser sincera, tudo bem. Marshmallows são ótimos, e eu também sou, e você também.

Vamos às considerações finais:

Kirsten King / Via Thinkstock

Nina: Honestamente, não foi tão horrível como pensei que seria. Estou nervosa de mostrar meu corpo para estranhos na internet e estou com medo de como eles vão me julgar. Mas, como acontece com a maioria das coisas na moda, não se compare com a modelo. Muito poucas de nós são essa modelo. Acho que, se eu não tivesse passado alguns dias obcecada com essa foto, eu teria me sentido mais confiante. Você não precisa ser igual à modelo para arrasar!

Allison: Acho que todo mundo devia ser fotografado na praia usando trajes de banho em algum momento da vida. Isso realmente faz você se sentir super glamurosa. Mesmo que você sinta um pouco de vergonha antes, é uma experiência muito divertida que ajuda você a superar quaisquer inseguranças e a apenas se divertir.

Sheridan: Sei lá, estou meio cansada do movimento das Angels. Acho que é óbvio que qualquer tamanho pode ser sexy, quer você use P, quer XG. Eu não me senti 100% confortável usando um traje tão apertado que meus mamilos estavam pedindo misericórdia, mas eu esperava que, ao fazer isso, eu poderia pelo menos mostrar às pessoas que não há problema em descobrir seu corpo. Você não precisa ser igual à Behati para usar um traje de banho. Faça o que lhe deixa feliz, e você será ficará bem no final. É claro que sempre vai ter babacas que vão impor a ideia de que o corpo de uma modelo é o único tipo de corpo desejável, mas deixe-os para lá. Somos todas muito bonitas, somos todas sexy, somos todas fantásticas com nossos ossos, estrias e marcas. Ah, desculpe pelos clichês; eu vou parar agora.

Lara: Quero poder comemorar cada corpo único. Ultimamente, é como se todos os outros artigos on-line que você vê fala de imagem corporal de alguma forma. E quer saber? Há um motivo para isso. Fazer essa sessão de fotos só me fez perceber até onde chegamos com essas questões... e até onde ainda temos de ir. Não vou parar de falar sobre isso até que eu pare de ouvir as meninas se preocupando com sua aparência. Expor-se assim não é fácil, e ser modelo é muito mais difícil do que sequer poderia ter imaginado. Então, dou mil aplausos para as modelos em todos os lugares e mil aplausos para todas nós, meras mortais. Não podemos todas ser modelos, mas o mundo é uma passarela para todas nós. Tchauzinho.

Kirsten: Fazer isso foi ficar 100% fora da minha zona de conforto. Se eu fizesse do meu jeito, estaria usando um bom e conservador saco de estopa nessas fotos. Mas, por pior que seja se expor assim, acho importante que as mulheres e meninas vejam a si mesmas (e seus diferentes tipos de corpo) representadas na mídia. Olhar as fotos de minhas colegas e amigas arrasando nesses trajes de banho, e absolutamente exalando confiança, me ajuda a ser menos crítica de mim mesma. Ter pele lisinha e gordura zero não faz você bonita; ter confiança e irradiar essa confiança é que faz você bonita, com "falhas" e tudo.

Kristin: Acho que, se você perguntasse às modelos da VS o que eles pensavam das nossas fotos, elas provavelmente diriam coisas como: "Ah, seu cabelo estava tão bonito; queria que meu cabelo fosse assim!" ou "Puxa, como eu queria ter uma barriga assim!" Todos gostariam de ter um aspecto do corpo de alguém, até mesmo de nós e de belas modelos mais velhas. É realmente difícil encarar seu próprio corpo de modo objetivo; por isso, quando uma pessoa diz algo agradável sobre você, acredite nela, porque ela provavelmente gostaria de ter isso para ela mesma. Além disso, aprendi que é super fácil cair na areia quando você está dando uma giradinha estilosa de modelo; então, eu tiro meu chapéu para vocês, modelos!

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss