go to content

11 truques que sua própria mente aplica em você

Conheça seu inimigo.

publicado

1. Fazer com que as palavras percam seu significado quando você as repete muitas vezes.

giphy.com

Saturação semântica” é o fenômeno que acontece quando você repete uma palavra tantas vezes que ela soa sem sentido. O fenômeno já era discutido cientificamente em 1919, quando um trabalho publicado tentou determinar o número de vezes que uma palavra monossilábica deveria ser repetida para que perdesse seu significado.

2. Dificultar a identificação de seus próprios erros de digitação.

satdictionary.tumblr.com

Durante a leitura, seu cérebro não se concentra em cada letra, e sim em palavras inteiras. É por isso que geralmente você consegue ler as palavras mesmo quando apenas as primeiras e as últimas letras estão no lugar certo, cmoo etass. A leitura fica muito mais rápida, mas um efeito colateral é que localizar erros de digitação no seu próprio trabalho torna-se muito mais difícil, porque você está muito familiarizado com ele.

Uma forma de contornar isso é torná-lo menos familiar - tente trocar a fonte ou imprimi-lo, por exemplo.

3. Ajudá-lo a se lembrar de coisas que não aconteceram de verdade.

BBC

“Lembranças falsas” são surpreendentemente fáceis de ser inseridas. Num simples teste de laboratório, psicólogos entregaram às pessoas uma lista de palavras relacionadas a dormir (cama, descansar, acordar, etc) mas, na realidade, não incluíram a palavra “dormir”. Mais tarde, quando solicitados a recordar a lista, os participantes erroneamente se lembravam da palavra “dormir” com a mesma frequência com que se lembravam das palavras que realmente estavam na lista.

Outro estudo, levou uma “minoria representativa” de pessoas envolvidas a acreditar, apenas mostrando-lhes material sugestivo, que quando crianças, tinham passado por uma experiência negativa com o Pluto na Disneyland.

Este fenômeno explica porque é fácil para as testemunhas de um crime se lembrarem de coisas que não aconteceram. Mas os autores do estudo com as palavras relacionadas a dormir entendem as falsas lembranças como parte do que torna os seres humanos inteligentes. “O fato de que tais inferências possam levar a um equívoco... é um preço baixo a ser pago pela inventividade da mente humana”.

4. Fazer com que acredite que horóscopos são especificamente sobre você.

Universal Pictures

Existo algo chamado efeito Forer, que tem esse nome graças ao psicólogo que o descobriu.

Bertram Forer disse à sua classe que daria a cada pessoa uma afirmação sobre si mesma. A classe avaliou a exatidão das afirmações dando a elas a média 4.26 de 5. Então - o choque - ele revelou em seguida que todas as afirmações eram iguais.

Diziam algo como: “Você tem grande necessidade de que as outras pessoas gostem de você e o admirem”, e, “Embora você tenha algumas fraquezas de personalidade, geralmente consegue compensá-las”, frases que, quando analisadas, podem se aplicar à maioria das pessoas e ainda conseguem parecer específicas. Estas afirmações são, basicamente, a forma como o horóscopo consegue parecer assustadoramente preciso para muitas pessoas.

5. Ficar com músicas na cabeça.

Touchstone Pictures

Segundo Vicky Williamson, terapeuta musical citada pela BBC, qualquer coisa, desde a exposição repetida a uma música, até uma pessoa, situação ou sentimento que desperte a lembrança de uma música, pode fazer com que ela fique alojada firmemente na sua mente.

Williamson e seus colegas descobriram que a maioria das pessoas simplesmente aceita seus “vermes de ouvido”. Mas algumas pessoas tentam se livrar deles, ouvindo a música inteira ou outra coisa. Na realidade, o estudo descobriu que algumas pessoas haviam descoberto uma música específica (um entrevistado a chamou de “música descarga”) que poderia curar o verme de ouvido sem ficar ela mesma grudada à mente.

6. Fazer com que você veja, ouça, cheire e prove coisas que não estão ali.

giphy.com

Você pode ter uma alucinação com qualquer um dos seus sentidos, não apenas a visão. O único critério para classificar algo como alucinação é que você a vivencie sem um estímulo externo. E as alucinações são muito mais comuns do que você imagina.

Segundo um estudo feito em 1996 com aproximadamente 5 mil pessoas, pouco mais de um terço delas tinham alucinações antes de dormir. Uma em oito pessoas as tem quando está acordando.

Alucinações são mais comuns em pessoas com distúrbios do sono como a insônia e em pessoas com doenças mentais. Mas nem todas as alucinações estão relacionadas à doenças mentais, e aquelas relacionadas ao olfato e ao paladar são as mais comuns.

8. Fazer você realmente sentir dor quando vê outras pessoas se ferirem.

ABC

Ver outra pessoa com dor ativa áreas do cérebro associadas aos componentes emocionais da dor. Mas uma minoria significativa de pessoas realmente sente dor ao presenciar alguém se machucar, segundo um estudo de 2009 publicado na revista Pain.

9. Ignorar informação que pensa não importar para você.

michaelbach.de

Ao olhar para uma imagem rotativa de pontos azuis sobre um fundo estático com pontos amarelos, os pontos amarelos desaparecerão da vista. Esse efeito é chamado de cegueira induzida por movimento. Você deve conseguir ver por si mesmo na ilusão acima - continue olhando fixamente para o ponto verde piscante e observe o que acontece.

Talvez isto se deva a uma batalha entre as duas metades do cérebro. O neurocientista Jack Pettigrew disse à Nature que o lado esquerdo do cérebro tende a desconsiderar informações que não se encaixam na sua visão de como o mundo deve ser, enquanto o lado direito enxerga as coisas como realmente são.

10. Procurar um padrão onde não existe nenhum.

televandalist.com

Um estudo publicado em 2008 na revista Science descobriu que os participantes eram mais propensos a ver imagens na estática da TV, por exemplo, quando sentiam certa falta de controle. Depois de completar exercícios de afirmação destinados a fazê-los se sentir menos impotentes, os participantes melhoraram no sentido de ver o mundo como realmente era.

11. Fazer com que pense que as ideias dos outros são suas.

Disney / Via giphy.com

A Criptomnésia ocorre quando uma memória é escondida da sua consciência. Às vezes, essas memórias ocultas podem vir à tona sem que você saiba de onde elas se originaram.

Isso pode levá-lo a repetir uma história para a pessoa que a contou primeiro, ou até a plagiar acidentalmente a ideia de outra pessoa, por pensar, por engano, que foi você mesmo quem teve a ideia.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss