10 razões científicas pelas quais você deveria beber mais tequila

Uma tequila, duas tequilas, três tequilas, CIÊNCIA!

publicado

1. Agave, a planta que é usada para fazer tequila, leva cerca de uma década para amadurecer.

O processo é bem interessante: as folhas são cortadas, restando apenas a gigante cabeça da agave, que é cozida e picada. A pressão da água extrai o mel e a polpa da planta. A polpa é jogada fora e os sucos doces são levados para fermentação.

2. Os morcegos ajudam a polinizar a agave!

Bem, contanto que eles estejam por perto: os morcegos mexicanos e os de nariz curto, que se alimentam de nectar e de pólen e podem pairar no ar como um beija-flor, estão em perigo de extinção desde a década de 80.

3. Te dá uma ressaca terrível por causa das regulamentações governamentais que são muito soltas.

Google Maps / Via google.com

Regulamentações dos EUA. A lei mexicana é rigorosa: a tequila deve ser feita com 100% de agave (azul Weber, especificamente) de Jalisco. Mas um acordo de 2006, em uma tentativa de proteger os investimentos de engarrafamento de plantas norte-americanas, basicamente disse que essas normas não se aplicam aos Estados Unidos.

Os EUA permitem que, mesmo contendo 49% de outros líquidos, a bebida ainda seja chamada de tequila.

Apesar de ser feita no México, ela pode ser engarrafada no exterior. Qualquer coisa que não seja feita com 100% de agave é considerada uma mistura. E quais são esses outros líquidos? Normalmente, álcoois com base no açúcar. O que significa que você está misturando diferentes tipos de álcool. O que significa dor de cabeça.

4. A tequila pode formar diamantes.

20th Century Fox / Via fragramarilynmonroe.blogspot.com

No México, cientistas estavam mexendo com soluções orgânicas para tentar fazer diamantes quando notaram que o composto ideal (40% de etanol e 60% de água) era semelhante à tequila. Então, eles vaporizaram uma tequila com 80% de teor alcoólico em fogo brando de 760°C e voilà! Um milhão de diamantes! Os cristais formaram uma película ultrafina, e a temperatura elevada removeu todas as suas impurezas.

Bem, mais ou menos. O processo é caro, e enquanto os diamantes sintéticos são superduráveis, resistentes ao calor e podem ser utilizados comercialmente para cobrir ferramentas de corte, o seu uso está sendo pesquisado. Mas ainda assim: diamantes!

6. A agave pode ajudar a fortalecer os ossos.

Via ryot.org

Esqueça o leite (desculpem-me, biscoitos). A agave tem um ingrediente que pode ajudar a combater a osteoporose. Frutanos são frutoses - o açúcar encontrado no mel e nas frutas - ligadas por correntes longas e ramificadas.

Ao passo que os frutanos se transformam em álcool, quando se faz tequila de agave, os cientistas descobriram que suplementar uma dieta com essa substância pode ajudar a aumentar a absorção que o corpo faz de cálcio e de magnésio, elementos importantes para a saúde dos ossos.

7. Ela poderia se tornar um possível novo adoçante...

Leonora Enking / Creative Commons / Via Flickr: 33037982@N04

Ok, então os agavinos - uma forma natural de açúcar encontrado na agave - tecnicamente também não são encontrados na tequila, porque eles são convertidos em etanol para fazê-la. Mas porque eles não são digeríveis e podem agir como uma fibra dietética, podem ajudar a reduzir os níveis de glicose e aumentar a insulina, tornando-se um possível adoçante para os diabéticos de acordo com pesquisa apresentada em um encontro da sociedade American Chemical.

8. ... e pode mantê-lo saciado por mais tempo.

Disney / Via disneymagicworld.forumfree.it

Os frutanos também estimulam as incretinas, hormônios gastrointestinais que estimulam a insulina - e uma dessas incretinas aumenta a sensação de saciedade, o que significa que faz você se sentir satisfeito com menos comida.

9. Identificação molecular pode reconhecer uma tequila de alta qualidade.

Gateway Analytical / Via gatewayanalytical.com

Esta máquina pode parecer sem graça, mas ela está entre você e uma boa tequila. As falsificações são um grande problema na indústria do álcool como em qualquer outra, mas pesquisadores podem ajudar a identificar tequilas feitas com 100% de agave usando o Fourier Transform Infrared Spectroscopy.

A identificação molecular leva apenas dois minutos para ser feita e pode distinguir o perfil químico de tequilas de alta qualidade. Considerando que a indústria da tequila é estimada em um bilhão de dólares, avanços na química como este podem auxiliar a monitorar a autenticidade dos produtos.

10. Tem potencial para ajudar a abastecer o mundo como combustível.

Argonne National Laboratory / Creative Commons / Via Flickr: argonne

A agave também tem potencial como bioenergia comercial. Biocombustíveis são produzidos a partir de organismos vivos, podem deixar o solo infértil e consumir muita energia para serem feitos. Mas um artigo de 14 estudos mostrou que a produção de duas espécies de agave ultrapassou o rendimento de outros materiais biocombustíveis.

Além disso, a agave pode resistir a mudanças climáticas estressantes e ser colhida como um co-produto da tequila sem qualquer demanda de terras extras - especialmente em regiões tropicais e subtropicais, onde as áreas podem ser muito secas ou o solo muito degradado para apoiar a produção de alimentos.