back to top

Esta jovem denunciou seu chefe por assédio, e seus colegas fizeram uma festa para humilhá-la

A princípio, a rede de restaurantes em que eles trabalhavam apenas transferiu o gerente para outra unidade. Depois, ele foi demitido.

publicado

Desde que tinha 16 anos até recentemente, Houser trabalhou em uma unidade da rede de restaurantes Chili's em Whitehall, na Pensilvânia.

Apenas alguns dias após Houser começar a trabalhar, aos 16, o restaurante recebeu um novo gerente, Josh Davidson, que tinha 24 anos na época. Houser disse que Davidson rapidamente demonstrou interesse por ela e, por dois anos, a assediou, buscando incessantemente ter um relacionamento amoroso com ela.

"[O] novo gerente tinha um interesse especial por mim e começou a me forçar a ir a encontros com ele", contou Houser ao BuzzFeed News. "Ele aparecia em minha casa sem convite e dizia que estava lá fora e eu tinha que sair com ele."

"Em um período de dois anos, chegou ao ponto de ele me dar presentes caros, dinheiro, flores, cartões e coisas que eu não aceitava de verdade, coisas que me deixavam extremamente desconfortável porque eu não tinha certeza do que ele esperava de mim", disse ela.

As coisas apenas pioraram quando ela fez 18 anos, no dia 26 de abril do ano passado, segundo Houser.

"No meu 18º aniversário, ele apareceu na minha escola, no estacionamento, e me encheu de presentes e me pediu para ser sua namorada na frente de várias pessoas", disse ela. "Eu disse não, e ele respondeu de uma maneira muito formal, dizendo que ele não ligava se fosse demitido se nós estivéssemos juntos e ele não se importava se perdesse seu emprego porque ele só queria estar comigo."

Houser disse que Davidson continuou a perseguindo por meses, até mesmo aparecendo em sua casa no meio da noite várias vezes.

"Em agosto, a última vez que ele apareceu em minha casa por volta das 2h30 da manhã, ele me deu um envelope com centenas de dólares. Eu devolvi o envelope e disse para ele se afastar de mim, porque eu obviamente não estava interessada nele", disse ela.

Depois disso, segundo Houser, Davidson começou a "ser verbal e fisicamente estranho e abusivo comigo no trabalho". Ela ignorou e não fez nada imediatamente.

"Mas então ele começou a se interessar por outra adolescente", disse Houser. "E foi aí que eu decidi que deveria fazer uma denúncia, porque embora eu tenha conseguido sair bem da situação, eu não sabia como outra garota iria se sentir."

Davidson não respondeu ao BuzzFeed News sobre as acusações de Houser.

Então Houser deu seu aviso prévio de duas semanas e contatou a sede corporativa do Chili's. Eles realizaram uma investigação e — em vez de demitir Davidson —, ele foi transferido para trabalhar em outra unidade, em Montgmorey, Pensilvânia. No domingo foi o último dia de Davidson na unidade de Whitehall, e vários dos funcionários do restaurante fizeram uma festa com o tema "Foda-se Emily Houser" para apoiá-lo.

Supplied

Davidson era um gerente popular, e os funcionários provavelmente a culparam pela transferência dele, disse Houser.

O gerente geral da unidade, a quem Davidson era subordinado, também participou, de acordo com Houser. "Nesse último dia, nessa festa, o gerente-geral de nossa loja estava lá, rindo e comendo o bolo com todos", disse ela.

Um dos funcionários postou uma foto do bolo no Instagram, e vários colegas comentaram "#timejosh".

Supplied

"Toma seu bolo e coma ele também, vadia", dizia a legenda.

Quando Houser viu o bolo no Instagram, ela ficou em choque — especialmente porque ela considerava seus ex-colegas de trabalho como amigos.

"Eu não sabia como me sentir, exceto que eu não sentia nada", disse ela. "E então eu simplesmente comecei a chorar." Ela não teve notícia de nenhum deles desde a festa, segundo ela.

O funcionário que postou a foto e todos os outros que comentaram, com exceção de um, tiveram suas contas do Instagram excluídas. Não está claro se eles foram banidos ou se saíram da rede por opção, embora Houser tenha dito que muitas pessoas denunciaram as contas deles por assédio após ela ter compartilhado as capturas de tela no Facebook.

Publicidade

Houser disse que então contatou o diretor-regional do Chili que trabalhava no caso dela.

"[O diretor regional] me disse: por favor, não tente adivinhar quem contou sobre o seu caso para todo mundo", afirmou ela. "Era a única coisa que ele tinha a me dizer."

Considerando que ela não havia contado para nenhum de seus colegas de trabalho sobre o caso, ela acredita que Davidson deve ter conversado com eles sobre o assunto. "Era para o caso ficar apenas entre nós dois. Nós éramos as duas únicas pessoas fora da sede e da administração que sabiam sobre a situação", disse ela.

Em uma declaração ao BuzzFeed News na noite de terça-feira, um porta-voz do Chili's disse que "os funcionários envolvidos não estão mais com a empresa".

O porta-voz confirmou que Davidson havia sido demitido e uma recepcionista da unidade do Chili's para a qual ele foi transferido contou ao BuzzFeed News que Davidson não trabalhava mais ali.

"O Chili's encoraja um ambiente de trabalho caloroso e receptivo para dar a nossos clientes o atendimento que eles esperam", disse o porta-voz da administração do Chili's. "Nós não aceitamos e estamos desapontados com as ações que ocorreram. Quando o problema emergiu, nosso parceiro de franquia realizou uma investigação minuciosa."

Houser ficou incrivelmente aliviada e grata quando soube que Davidson havia sido demitido.

"Se ele de fato saiu, então eu fico feliz, não por ele estar sem emprego, mas por não ser mais capaz de fazer isso com outra pessoa", disse ela.

A onda de apoio que ela recebeu na internet após compartilhar o que tinha acontecido foi "uma loucura e emocionante", disse ela.

Agora, ela só espera que seus ex-colegas de trabalho percebam o quão prejudiciais suas ações podem ser.

"Eu não quero ganho pessoal algum com isso", disse ela. "Eu só quero que as pessoas que estiveram envolvidas [na festa] entendam o que elas fizeram."

"Eu só quero que elas parem porque esse é o tipo de coisa pela qual as pessoas cometem suicídio", disse ela.

Este post foi traduzido do inglês.