back to top

Não é só no Brasil que as bikes compartilhadas estão sendo depenadas

Alguns serviços semelhantes a Yellow pelo mundo já foram obrigados a parar de operar após sofrerem de forma irreversível com restrições governamentais, vandalismo e furtos.

publicado

Nesta terça (21) a gente publicou um post sobre a Yellow, uma empresa de aluguel de bicicletas sem ponto fixo de parada, que acabou de iniciar atividades aqui no Brasil e já registra alguns casos de vandalismo e furtos.

11 imagens que mostram que talvez o brasileiro não esteja pronto as bicicletas compartilhadas da Yellow https://t.co/Vp0VN7jPlk

O serviço funciona mais ou menos como as bikes do Itaú e do Bradesco, com diferença que você não precisa deixar a bicicleta em um ponto determinado.

A empresa afirma que os números de casos de vandalismo ou furtos às bicicletas na cidade de São Paulo estão abaixo do previsto e não preocupam as operações da empresa.

Mas casos de vandalismo como os do post não são exclusividade do Brasil. O Twitter @docklessbike, por exemplo, reúne dezenas de imagens de bicicletas vandalizadas principalmente nos Estados Unidos.

Spotted in the wild: Limebike dressed up like Giraffe for halloween #docklessbikefail #bikelitter #ComeONSeattle #camouflagebike https://t.co/SWUITFIRJa

A startup chinesa Gobee deixou Paris e Bruxelas após sofrerem o que eles chamaram de uma "destruição em massa" em sua frota.

Segundo a matéria, ao deixarem Roma, Milão e Turim a empresa informou que 60% de sua frota foi vandalizada, roubada ou jogada em rios.
Chun Hong Anakin Yeung / Via commons.wikimedia.org

Segundo a matéria, ao deixarem Roma, Milão e Turim a empresa informou que 60% de sua frota foi vandalizada, roubada ou jogada em rios.

A cingapuriana OBike chegou a pescar 42 bicicletas de dentro de um rio em Melbourne, na Austrália, antes de abandonarem definitivamente as operações no país.

Reprodução / ABC / Via abc.net.au

No Reino Unido, uma colunista do The Guardian contou o que aconteceu quando ela decidiu tirar satisfação com uma pessoa que guardou a bicicleta da Mobike em sua garagem.

I love the idea of Mobike but Manchester’s bike-share scheme isn't working – because people don't know how to share https://t.co/2Z4g7B0wkf

Segundo a matéria, em Manchester, a Mobike começou com mil bicicletas e em duas semanas de operação eles já estavam com 50 delas danificadas. O gerente conta que foi surpreendido com a taxa de bicicletas vandalizadas, já que em Cingapura eles começaram com 5 mil bicicletas e no mesmo período só tiveram o registro de duas travas quebradas.

Na Nova Zelândia, uma bicicleta da empresa OnZo foi deixada na cratera de um vulcão!

Reprodução / Wikipedia / Via en.wikipedia.org

Na China e em outros países da Ásia o problema foi o volume gigantesco de bicicletas largadas que logo se tornaram um problema para a administração pública.

Over 10,000 confiscated shared bikes piled up like a mountain in east China https://t.co/sG7mDFm5ZZ

Vcg / Getty Images

Por lá, se acumulam bolsões com milhares de bicicletas tiradas de locais públicos por estarem danificadas ou paradas em lugares indevidos que dão origem a estas fotos impressionantes.

Segundo o New York Times, a frota desse tipo de bicicleta na China é estimada em 16 milhões unidades! E o governo teve que criar regulamentações como a obrigatoriedade de tecnologia geofencing e multas pesadas para as empresas para se certificar que as pessoas irão parar suas bicicletas em locais que não impeçam a circulação de pessoas e outros veículos.
China Stringer Network / Reuters

Segundo o New York Times, a frota desse tipo de bicicleta na China é estimada em 16 milhões unidades! E o governo teve que criar regulamentações como a obrigatoriedade de tecnologia geofencing e multas pesadas para as empresas para se certificar que as pessoas irão parar suas bicicletas em locais que não impeçam a circulação de pessoas e outros veículos.

Veja também:

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.