back to top

Tentamos criar looks sem gênero com a nova coleção da C&A

A internet tinha altas expectativas sobre esta coleção e a gente foi a campo para ver se ela funciona para as mulheres e os homens ao mesmo tempo.

publicado

E rolaram comentários elogiando a iniciativa:

youtube.com / Via youtube.com

"Wow!!!! Obrigada C&A pela campanha incrível! Sou super adepta a peças masculinas, seja em vestuário, sapatos e acessórios <3! Amei de verdade!!!! :D :D :D"

Para tirar a prova, decidimos ir até a loja da C&A da Rua Augusta, em São Paulo, para conferir a coleção de perto. Chegando lá, percebemos que as roupas estão separadas pelos gêneros masculino e feminino, como sempre.

Mesmo assim, decidimos experimentar algumas roupas deixando os rótulos "masculino" e "feminino" de lado para ver se ainda havia esperanças para a internet.

1º look: blusinha/bata + short jeans.

Enquanto Iran vestiu a blusa GG e o short 46, o maior da coleção, a Flora foi de P e 36. Como você pode ver, na Flora ficou legal, mas no Iran não rolou nem pra fantasia de carnaval. A ideia pode ser ter liberdade para misturar peças diferentes, mas fica difícil sem uma real variedade de tamanhos.

2º look: camisa jeans "masculina" e calça caqui.

Para algo mais básico, escolhemos camisa jeans e calça caqui. A camisa encontrada no setor masculino nos tamanhos P e GG ficaram bem em nós dois (um pouco grande na Flora, que é pequena, mas tudo bem) e a calça tinha versões similares em ambos os setores – Flora não testou uma calça masculina porque não havia no seu tamanho.

3º look: camiseta branca + calça de moletom.

Ainda na linha look basicão testamos a calça de moletom "masculina" e uma camiseta branca básica. Iran experimentou uma branca do setor masculino e Flora testou uma do setor feminino. Ficou meio roupa de ficar em casa, né?

4º look: blusa listrada + saia jeans.

As peças estavam no setor feminino. Enquanto Iran usou a blusa GG e a saia 46, a Flora usou uma blusa M (a menor que tinha na loja) e saia 38. Apesar de ter ficado bom nos dois, Iran não conseguia respirar e Flora precisou segurar as peças para não caírem do corpo, mesmo que outra peça de número 38 tenha vestido bem.

5º look: vestido longo.

Não sabemos em quem esse vestido pode ficar bom (na verdade na modelo alta e magra na loja virtual até que ficou legal). Enquanto Iran tentou o GG, Flora tentou o M (outra peça em que a menor era o M e não o P) e não tem como explicar o quão ridículos nos sentimos.

Conclusão:

Ainda não foi dessa vez que rolou uma coleção sem gênero nas lojas de departamento, mas nada te impede de vestir as peças que você quiser (se você encontrar um tamanho que te sirva direito).

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss