back to top

7 roteiros para começar a entender como foi a ditadura militar no Brasil

Lembrar é preciso.

publicado

1. Memorial da Resistência de São Paulo.

memorialdaresistenciasp.org.br

Antiga sede do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo – Deops/SP, o memorial é um museu público e sem fins lucrativos e é um centro de referência, memória, coleta regular de testemunhos, exposição e ações educativas. Saiba mais aqui.

2. O roteiro de memórias da resistência de Belo Horizonte.

Flickr: midianinja

Em Minas Gerais, estudantes, trabalhadores, intelectuais, sindicalistas, parlamentares e lideranças políticas foram algumas das centenas de pessoas que foram detidas para averiguações após o golpe de 1964. Organizado pela prefeitura de Belo Horizonte, este guia traz 27 pontos da cidade importantes para entender a ditadura no Brasil.

3. Roteiros de lugares esquecidos da ditadura em São Paulo.

youtube.com

Nesta matéria da TV Folha é possível ver alguns espaços importantes na história de São Paulo que estão sendo perdidos por falta de cuidado, como a Rua Maria Antônia – palco de um dos maiores confrontos entre militantes contra a ditadura e grupos de “caça aos comunistas”, que resultou na morte de um estudante secundarista em 1968.

4. Os locais relacionados pelo projeto Marcas da Memória em Porto Alegre.

jornalja.com.br

O projeto da prefeitura de Porto Alegre relacionou e sinalizou locais que serviram como prisões ou centros de detenção, de tortura e de desaparecimentos de pessoas durante a Ditadura Militar, como o Palácio da Polícia, onde funcionou o antigo Dops, e a Praça Raul Pilla. Confira aqui.

5. A Casa Azul, em Marabá.

unifesspa.edu.br

Utilizada como centro clandestino de tortura e morte, a Casa Azul hoje abriga a sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Em uma série de reportagens, a Empresa Brasil de Comunicação - EBC relatou o que acontecia na unidade, assim como documentos da Comissão Nacional da Verdade.

6. A "Casa da Morte" e outros oito pontos de tortura do Rio de Janeiro.

revistaepoca.globo.com

A "Casa da Morte" localizada em Petrópolis foi palco do assassinato de pelo menos 16 pessoas. Nesta reportagem você consegue saber mais sobre a história do local. Já aqui você encontra outros oito pontos de tortura do estado.

7. Fazenda 31 de março, em São Paulo.

apublica.org

Outro grande pólo de tortura no Estado de São Paulo, a fazenda 31 de março ainda está de pé em Parelheiros, ainda que abandonada. A Comissão da Verdade encontrou o único torturado ainda vivo que passou pelas instalações e os relatos estão aqui.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss