back to top

10 possíveis respostas para alguns dilemas da crise dos 30

Como pode todo estar todo mundo comprando uma casa e eu nem conseguir pagar o cartão de crédito?

publicado

1. Se estiver na dúvida entre casar e comprar uma bicicleta, viajar pode ser uma boa ideia.

Se a dúvida entre oficializar uma união ou comprar um meio de transporte é existencialista e não monetária, invista em uma viagem. Uma jornada pode ajudar você a descobrir muitas coisas, já que conhecer um lugar completamente desconhecido ao lado da pessoa com quem você se relaciona pode te dar uma boa visão do que é viver junto. De quebra, na viagem você ainda pode explorar uma cidade nova sobre duas rodas.

Ah, e se o problema for grana: sempre dá pra dar uma apertadinha na contas e fazer aquele bate e volta para uma cidade próxima no final de semana.

2. Se você odeia seu trabalho, fique tranquilo: 72% das pessoas do mundo são como você, e existe uma saída.

G-stockstudio / Getty Images

Em uma palestra no Brasil, em 2013, o consultor e professor da Universidade de Harvard Raj Sisodia afirmou que 72% das pessoas não gostam do próprio trabalho. Tem muitas formas de tentar melhorar a situação, de redecorar seu espaço de trabalho a tentar transferências internas ou partir para outras carreiras. Agora, se nada funcionar, se dedique a algo que você goste e que te inspire após o horário de trabalho: uma nova faculdade, um curso, um esporte. É legal lembrar que seu trabalho é apenas trabalho e ele vai te dar um subsídio para viver a sua vida e fazer coisas que você gosta.

3. Não importa se todo mundo tá comprando casa: na maioria das vezes, esse negócio realmente não vale a pena.

Stock_shoppe / Getty Images

Em um levantamento feito no final do ano passado pela Folha de São Paulo, alugar um apartamento na bairro da Vila Mariana por exemplo vai te custar em média R$ 1.200, agora, mesmo que você tenha R$ 120 mil de entrada, você ainda irá pagar uma parcela de R$ 6.244. Ou seja, pode ser que não valha a pena para você no momento.

Agora se você quiser mesmo fazer esse investimento, dicas como ir com menos sede ao pote e começar comprando um imóvel que seja o que você precisa e não o que você idealiza pode ajudar bastante. Aqui você encontra outras 10 dicas para fazer uma boa compra.

4. Não tem a mínima ideia de como guardar algum dinheiro? Deixe um cofrinho ao lado da maquina de lavar.

Wavebreakmedia Ltd / Getty Images

Sério, essa é uma das opções para você finalmente começar a economizar. Aqui a gente já listou essa e mais outras 15 dicas para fazer isso acontecer. E você pode começar pensando pequeno também, guardando uma graninha para aproveitar o final de semana. Veja aqui como.

5. Você realmente não faz ideia do que tá fazendo da sua vida? Pensar na sua segurança financeira no futuro pode ser um acalento.

Medioimages / Getty Images

Você pode até estar na merda, mas não precisa ficar nela para sempre, né? Nesse sentido, pensar nas finanças para o futuro pode ser de grande ajuda. Uma boa ideia é investir em uma previdência privada. Especialistas estimam que se você começar a contribuir com R$ 175 mensais aos 20 anos, quando se aposentar, aos 60 anos, você vai ter uma renda mensal de R$ 5 mil. Caso comece a fazer os depósitos aos 30 anos, para chegar nessa renda, vai ser preciso desembolsar R$ 398 mensais.

É importante lembrar que existem dois tipos de previdência privada que podem ter pesos diferentes na hora de declarar o Imposto de Renda. Dá uma olhada aqui qual é a melhor opção para você.

6. É super normal se juntar: 34,8% dos 85,5 milhões de brasileiros que se consideram casados apenas moram juntos.

Luminastock / Getty Images

Muitas revistas e livros já foram escritos sobre “a hora certa de morar junto”, mas a gente garante: não existe uma resposta final sobre isso. Pensa bem: quantos casais você não conhece em que bastaram algumas semanas de relação para juntar os trapinhos, enquanto outros demoram uma década para dividir um teto? E vamos combinar, custando em média R$ 40 mil para fazer uma cerimônia de casamento, e R$ 400 para um casamento em cartório, fazer um test drive é uma ótima ideia.

7. A frase “Todo mundo está em um relacionamento menos eu” não é bem verdade: tem 72 milhões de brasileiros no mesmo barco que você.

Lofilolo / Getty Images

Sério mesmo: segundo dados da Pnad, a Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio do IBGE divulgada em 2011, 72 milhões de brasileiros estão solteiros. Desse montante, 42,9% não está nem de namorico. E não tem nada de errado com isso. Aqui inclusive nós listamos 15 verdades sobre mulheres que não estão a fim de namorar.

8. Mesmo que você se ache incapaz de manter sequer uma plantinha viva, há espécies que precisam de água só uma vez por mês.

Imnoom / Getty Images

Com um pouquinho de informação você vai acabar de vez com aquele mito de que você é incapaz de cuidar de uma planta sequer. Aqui, por exemplo, você encontra 27 dicas para quem quer ter plantas em casa e não tem “dedo verde”. Ah, e se você prefere o bom e velho tutorial no YouTube, o canal da Carol Costa, uma jornalista especializada em plantas, é a coisa certa para você.

9. Você não precisa ser um chef renomado para deixar de comer miojo todo dia (mesmo que você só tenha uma panela em casa).

Sayhmog / Getty Images

Não importa se você tem ou não dom para culinária, mas em 2016, com acesso a internet, não faz o menor sentido seguir se alimentando de pão, bolacha e macarrão instantâneo. Aqui você encontra 14 receitas de uma panela só que vão facilitar demais para o seu lado, já aqui,15 receitas para fazer no liquidificador. Facinho, vai.

10. Você já tem idade o suficiente para entender que não existe idade certa para nada.

Uma das melhores coisas de chegar aos 20 e muitos é você finalmente ser um “adulto de verdade”, o que provavelmente significa entender que não existe uma idade certa para nada. Você pode ir para balada ou fazer um campeonato de buraco na casa de um amigo. Casar pela segunda vez ou curtir a solteirice. Ter filhos ou planejar ficar por conta. O bom também é que você entende que é possível ter amigos de todas as idades e gostos, então você pode ou fazer um piquenique em um domingo de manhã com seus amigos e seus filhos pequenos, ou um mochilão de última hora com os amigos jovens.