go to content

Jogamos o tal do escape game e foi bem maneiro

E confessamos: saímos parecendo seis pré-adolescentes depois de ganhar o primeiro videogame.

publicado

O escape game é uma espécie de caça ao tesouro para adultos em que o objetivo é sair de uma sala trancada em um determinado tempo.

Gaspar José/ BuzzFeed Brasil

Lendo assim até parece uma cilada né? Pois foi isso que alguns dos membros do BuzzFeed Brasil pensaram.

"Eu temia que fosse meio caído, meio micão, sabe? Na minha mente a gente sentaria em uma mesa numa sala qualquer e ficaria trancado lá pra sempre, o que também não era muuuito animador", conta a Flora.

"Eu gosto muito de coisas nerds, mas elas tem uma probabilidade muito alta de estarem entre micão e um micão sensacional. Aí quando você escuta que vai rolar um jogo em ambiente estilo detetive em um escritório empresarial, o pisca alerta de furada pisca em amarelo neon. Mas o jornalismo investigativo é isso aí", completa Juliana.

E como a gente já topou experimentar melancia grelhada e os pratos do jurados do Master Chef, o que seria ficar preso por uma hora em uma sala com os colegas?

Nosso desafio era solucionar o mistério do desaparecimento do repórter investigativo fictício Dr. Saldanha que desapareceu nos anos 80.

Clarissa Passos/ BuzzFeed Brasil

Em uma sala trancada tínhamos uma hora para buscar uma série de pistas e encontrar a chave que destrancaria a porta.

"Foi bem excitante, o mistério é bem construído e te deixa ocupado por quase toda hora do jogo. Tiveram momentos que envolviam montar aparatos eletrônicos que me fizeram sentir em um episódio do C.S.I. Em outro momento também me senti em um videogame da vida real. Eu voltaria com certeza", conta o Gaspar.

O Gaspar foi inclusive um dos mais empolgados. Com a adrenalina a toda, demorou quase meia hora para voltar ao estado normal depois do jogo.

A ambientação é dos pontos altos do jogo e você precisa ficar atento a cada detalhe.

Gaspar José/ BuzzFeed Brasil

Como não queremos estragar a surpresa de quem quer participar, não iremos mostrar muita coisa, mas só por essas fotos já dá pra perceber que rola um cuidado todo especial. O cenário do caso do Dr. Saldanha é um mix de uma trama antiga do Sherlock Holmes com um escritório dos anos 80.

"A ambientação é bem mais legal do que eu pensava e as pistas também foram bem elaboradas. Acabou sendo muito mais inteligente do que eu esperava", diz Clarissa.

O jogo é definitivamente uma atividade para ir com a galera.

Gaspar José/ BuzzFeed Brasil

"Deve ser pouco divertido ir com mais duas ou três pessoas. É com times de seis a oito pessoas que o escape game fica legal. Acho que a melhor parte é ver como cada um tenta, dentro do grupo, contribuir para a resolução dos problemas", diz Alexandre.

São dezenas de pistas que variam entre encontrar objetos a pequenos jogos mentais. Para os momentos em que a turma empaca, um envelope contendo uma pista adicional é colocada por debaixo da porta.

Dica: leve amigos de todos os estilos.

Facebook: fugativa

Enquanto eu, Iran, o Gaspar e a Juliana ficamos na busca totalmente descontrolados (a Juliana quase acionou o alarme de incêndio que claramente não fazia parte do jogo hahahhaha) a Clarissa, a Flora e o Alexandre se atentaram a observar as dicas recolhidas o que foi rico para a experiência já que cada um aproveitou do seu jeito.

O jogo não é super barato (varia entre R$ 199 e R$ 295), o que dividido por oito pessoas sairia entre R$ 25 a R$ 37 para cada e a experiência vale super a pena, em especial por ser algo realmente diferente.

Agradecimentos: o Fugativa, que convidou a gente para jogar.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss